Pesquisas

17 milhões de consumidores devem ir às compras de última hora

Mais um Natal se aproxima, e alguns brasileiros não perdem o velho costume de deixar tudo para a última hora. Um levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em parceria com a Offer Wise Pesquisas revela que 17 milhões de pessoas pretendem comprar os presentes apenas uma semana antes do Natal, o que corresponde a 12% dos consumidores que têm a intenção de presentear alguém neste fim de ano.

Confira a pesquisa completa!

Para 48% dos entrevistados, a expectativa por promoções é a principal justificativa para comprar na última hora. Outros 24% disseram que estão esperando o pagamento da 2ª parcela do 13º salário e 23% alegam a falta de tempo.

Na avaliação do presidente da CNDL, José Cesar da Costa, deixar as compras natalinas para a última hora não é uma escolha acertada para quem pretende economizar com esse tipo de gasto, principalmente, em tempos de crise como o atual.

“Muitos consumidores deixam para comprar os presentes nesta semana por causa do recebimento da segunda parcela do 13º salário. Mas se o consumidor deixa para comprar muito em cima da hora, acaba não tendo tempo para pesquisar preços e, consequentemente, gasta mais. Sem mencionar o risco de não encontrar o produto desejado e ter que optar por algo mais caro, comprometendo o orçamento”, explica Costa.

O presidente da CNDL alerta ainda que na correria para garantir todos os itens da lista e não deixar ninguém sem presente, o consumidor acaba dando menos importância aos detalhes, cedendo às compras impulsivas. “Há ainda o estresse ocasionado pelas longas filas nos caixas e pela dificuldade para encontrar vaga nos estacionamentos sempre lotados”, adverte.

O ideal, segundo Costa, é fazer uma lista de todos os presenteados, definir o quanto se pode gastar e levar o dinheiro contado. Dessa forma, não há perigo de exceder o valor previsto com a compra de outros presentes.

Compartilhe:
Relacionadas
Pesquisas

Inadimplência cresce e atinge 61,94 milhões de brasileiros, aponta CNDL/SPC Brasil

Número de inadimplentes do Brasil teve crescimento de 5,59% em comparação a abril de 2021. Média das dívidas é de R$ 3.518,84. Compartilhe:
Pesquisas

Dia das Mães deve movimentar R$ 28 bilhões no varejo

Levantamento realizado em parceria com a Offerwise Pesquisas aponta que roupas, calçados e acessórios devem ser os campeões de venda este ano. Sites e Shoppings serão os principais locais de compra. Compartilhe:
Pesquisas

109 milhões de pessoas devem ir às compras na Páscoa 2022

64% dos consumidores pretendem comprar na data, gasto médio será de R$ 215. 30% dos que pretendem comprar na data possuem contas em atraso. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.