Tendências e Inovação

4 mudanças no cenário brasileiro que serão permanentes

Restaurantes ou qualquer outro tipo de comércio que aposte em estruturas com mais espaço e circulação de ar tendem a ser mais procurados

Muito se fala das mudanças que iremos enfrentar no cenário brasileiro daqui pra frente. Afinal de contas, estamos passando por uma pandemia que modificou totalmente a nossa rotina.

Há muito tempo, já se fala que crises são oportunidades para mudanças. Sentidas intensamente pelo comércio, essas mudanças estão alterando toda a forma de consumir. Por isso, os empreendedores precisam ficar atentos para adaptar suas estratégias de vendas.

Atualmente, muitos consumidores perderam uma parte da sua renda e possuem insegurança quanto ao futuro. Com a pandemia ainda vigente, é difícil vender em pontos físicos. Dessa forma, o “novo normal”, como chamam o período pós pandemia, terá nas vendas online umas das principais características para o comércio.

Além disso, as empresas como um todo terão que demandar maiores esforços para atender esse novo tipo de logística, assim como aderir novos tipos de relação de trabalho nas equipes.

Isso significa que, para muitos setores, ter um comércio online já não é mais uma opção, mas uma obrigação se desejam alavancar suas vendas. Muitas empresas, principalmente as pequenas, já ameaçavam englobar as operações online, mas foi só com a maior presença do consumidor em ambientes digitais que entraram de fato nesse universo.

Fortalecimento do ecommerce
A 42ª edição do Webshoppers, publicado na página de economia da UOL, apresentou um estudo dizendo que o e-commerce brasileiro cresceu quase 50% somente no ano de 2020.

Em outras palavras, mesmo em meio à crise econômica, o ano passado foi primordial para a consolidação do comércio digital. Obviamente que essa tendência cresceu devido a pandemia, mas, segundo o estudo, é um hábito que ficará presente mesmo quando a situação voltar ao normal.

Assim como muitos empreendedores perderam o receio de investir no mercado online, os consumidores também encontraram nesse forma de consumir uma comodidade que poderá servir mesmo após o fim da pandemia. Ainda vale ressaltar que, segundo a pesquisa, 7,3 milhões de brasileiros realizaram a sua primeira compra online desde o começo da pandemia.

4 mudanças no cenário brasileiro que serão permanentes:

1 – Inteligência artificial
Utilizar inteligência artificial nos negócios pode ser um dos principais pontos de melhoria nessa mudança de cenário que estamos enfrentando. Afinal, ela pode ser uma grande aliada para automatizar diversas tarefas e gestões que antes eram feitas manualmente.

Nesse sentido, ela permite que a empresa analise dados com mais rapidez e eficácia e ainda contribui na adaptação de um atendimento personalizado, por exemplo. Digamos que você possui uma loja de bebidas. Provavelmente, com o começo da pandemia, você passou a apostar em vendas por delivery, certo?

Plataformas que oferecem esse tipo de serviço,utilizam de inteligência artificial desde a hora que o cliente recebe o seu pedido até no momento de selecionar quais promoções irá enviar para cada público.

2 – Pagamentos sem fricção
Assim como a inteligência artificial, outra mudança que utiliza dos avanços tecnológicos para facilitar a vida dos empresários e consumidores é o crescimento dos pagamentos sem fricção.

A possibilidade de pagar suas compras sem o contato físico é uma mudança que veio para ficar. Os motivos para isso passam desde rapidez, segurança e até comodidade na hora de consumir. Seja qual for a razão, a realidade é que cada vez mais, os pagamentos por aproximação, QR Code, ou totens para self-checkout, estão sendo utilizados diariamente.

A aderência é tanta que, em 2020, o governo brasileiro criou o PIX, um sistema de transferências e pagamento que surgiu para facilitar as transações financeiras. Em média, esse tipo de operação demora apenas 10 segundos.

Agora digamos que a sua loja de bebidas tem um local físico para atender o público. É provável que o seu estabelecimento atraia mais clientes se oferecer diversas condições de pagamentos. Principalmente se vender através do PIX ou por QR Code.

3 – Canais de compra diferentes
As compras digitais ganharam muito espaço no consumo dos brasileiros. E é sob essa perspectiva que novos canais de compra também se apresentaram para o público. Um exemplo disso é a possibilidade de vendas diretamente pelas redes sociais. O Facebook, Instagram e WhatsApp já disponibilizam essa ferramenta.

Se a sua loja de bebidas está presente nas plataformas on-line, vale a pena também cadastrar os diferentes produtos do seu comércio nas redes sociais. Afinal, é mais uma possibilidade de fechar negócio.

4 – Novos formatos de lojas e restaurantes
Além dessas mudanças, a pandemia também nos alertou para os malefícios que lugares com muita aglomeração podem causar. Isto porque lugares fechados e cheios de pessoas tendem a ser locais de grande contágio de possíveis doenças.

Por isso, lojas, restaurantes ou qualquer outro tipo de comércio que apostam em estruturas com mais espaço e circulação de ar tendem a ser mais procurados. Em decorrência disso, apostar em ambientes externos ou ao ar livre pode ser interessante para empreendimentos que desejam atrair cada vez mais o público.

Em suma, podemos concluir que, apesar dessas mudanças do cenário brasileiro estarem acontecendo devido à crise, existem grandes possibilidades das empresas conseguirem utilizá-las para obter sucesso. Vale a pena considerá-las na hora de tomar alguma decisão para o seu negócio. Assim, é provável que a sua escolha esteja alinhada com o que o mercado está exigindo.

Fonte: Whow Inovação

Compartilhe:
Relacionadas
Tendências e Inovação

Omnichannel: estratégia é solução para empresas e e-commerces no Brasil

De acordo com uma pesquisa realizada pela All In e Social Miner em conjunto com a Opinion Box em março de 2021, 60% dos brasileiros disseram comprar de forma híbrida (online e loja física) e 16% responderam que a primeira compra online foi em 2020. Compartilhe:
Tendências e Inovação

Como as marcas podem mostrar respeito à pluralidade dos consumidores?

O Google analisou as buscas relacionadas ao universo do cabelo cruzadas com o qualificador “para” em mais de 20 países e em dezessete idiomas. O resultado do estudo dá pistas de como as pessoas se identificam e valorizam a pluralidade, o que torna indispensável para as marcas prestarem atenção às formas específicas de como as pessoas se relacionam com o seu cabelo. Compartilhe:
Tendências e Inovação

Os segredos para ser um líder de sucesso

Para entender as habilidades que um líder precisa para realizar uma boa gestão, a Revista Varejo S.A. conversou com Caio Cunha. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.