Integra CNDL

56ª CNCL: Especialistas ensinam a usar liderança e tecnologia para alcançar o propósito do negócio

“Temos que pensar em melhorar aquilo que já fazemos bem, corrigir aquilo que fazemos mal e começar a fazer aquilo que não fazemos. São três fases: melhoria contínua, eficácia e inovação”, disse Carlos Júlio, mestre de cerimônias da 56ª Convenção Nacional do Comércio Lojista (CNCL), na abertura do segundo e último dia de palestras do evento, realizado em Campos do Jordão.

O tema discutido na primeira palestra deste sábado (14) foi “O impacto da liderança e da tecnologia no varejo”, com participação de Lisiane Lemos e Kenneth Corrêa. Kenneth é administrador e diretor de estratégia da 80 20 Marketing, escreve sobre administração e gestão e já palestrou no TEDx. Lisiane Lemos é advogada e especialista em tecnologia e uma das principais lideranças do país.

Kenneth Corrêa disse, em sua apresentação, que “nunca valeu tanto a pena ser pequeno”. Isso porque é mais fácil e ágil para as micro e pequenas empresas inovarem e adotarem novidades. Na maioria das vezes, basta que o líder do negócio tenha visão e boa gestão. “A liderança é mais importante do que a tecnologia e é preciso criar um ambiente de inovação”, orientou.

O especialista apresentou o resultado de pesquisas que comprovam o seu argumento. Segundo os estudos, têm melhor desempenho as empresas com alta competência em gestão e que colocam em prática o trabalho de liderança. Quando esse trabalho é ligado as inovações tecnológicas, os resultados são ainda melhores.

“Além de ter um ambiente de inovação, os funcionários precisam ter autonomia e precisam de um propósito para trabalhar. Quando há autonomia e alinhamento, as coisas vão acontecer”, complementou o diretor da Marketing 80 20.

Propósito, diversidade e tecnologia
Lisiane Lemos trouxe dicas para as empresas usarem a inovação, a tecnologia e a liderança para trabalhar o propósito do negócio. Para a especialista, antes de mais nada, é preciso entender que inovação e tecnologia não são a mesma coisa. A tecnologia é o meio para a empresa inovar. Por outro lado, o negócio deve estar atendo ao que o cliente quer para saber que inovação apostar.

“O cliente é seu maior aliado, ele é o embaixador da sua marca. Crie novos laços com pessoas que tenham o que agregar, não se acomode com o ciclo habitual e invista em educação, sempre. Acredito que esses são os primeiros passos para sair do lugar”, ensina Lisane Lemos.

A especialista destacou que os empreendedores não precisam conhecer toda as novidades tecnológicas, mas devem estar sempre atentos. “É importante saber que ninguém entende com extrema profundidade todas as inovações tecnológicas acontecendo no mundo agora. O metaverso e as NFTs são novidades e estamos vivendo isso agora pela primeira vez. Precisamos estudar, aprender e nos adaptar”.

A outra dica que trouxe tem a ver com saúde mental. O líder deve ser alguém com boa saúde mental, para manter os funcionários motivados em qualquer área de atuação. E para isso, os empreendedores devem investir em atividades físicas, terapia e tratamento médico, se preciso, para si mesmos e também para a equipe.

“Tive burnouts, e em certo momento acreditei que ia morrer. Neste período, os resultados dos meus comandados foram lá embaixo”, relatou a expert.

Com relação à formação de equipe, Lisiane ensinou que o líder deve focar em encontrar o melhor talento para seu negócio, não aquele com melhor network ou mais cursos. Deve ainda abraçar a diversidade, percebendo que o tecido social é feito por grupos diferentes.

“O Brasil tem 18 milhões de pessoas com deficiência, 45 milhões de pessoas LGBTQI+ e mais de 50% da população que se reconhece negra”, lembrou a especialista, que acrescentou: “Eu sou mulher, negra, jovem e de fora do eixo Rio/São Paulo. Alguém acreditou em mim”, contou Lisiane Lemos.

Confira algumas fotos da 56ª CNCL na manhã deste sábado (14):

Edição: Fernanda Peregrino
Fotos: Douglass Fagundes e Fábio Machado

Compartilhe:
Relacionadas
Integra CNDL

Gabriela Schwan palestra na abertura dos eventos e posse das embaixadoras do NME da CDL NH

Na noite desta quarta-feira (18), após dois anos, o Núcleo da Mulher Empreendedora (NME) da CDL Novo Hamburgo realizou a inauguração do ano de eventos de forma presencial! E, para dar início aos trabalhos deste ano, o NME promoveu a palestra da empresária e CEO da Rede Swan Hotéis, Gabriela Schwan, com o tema “O empreendedorismo feminino: resiliência e inovação”. O evento foi realizado no Salão Nobre da CDL NH. Compartilhe:
Integra CNDL

56ª CNCL: Inovações devem ser acompanhadas por mudanças culturais

Os autores José Salibi e Sandro Magaldi encerraram a programação de palestras da 56ª Convenção Nacional do Comércio Lojista (CNCL), que ocorre em Campos do Jordão desde ontem (13). Compartilhe:
Integra CNDL

Jair Bolsonaro participa da solenidade da 56ª CNCL

Jair Bolsonaro foi agraciado com o Prêmio Mérito Lojista, que há 42 anos reconhece as personalidades que se destacaram em suas atividades pelo desenvolvimento do setor de Comércio e Serviços. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.