Empreendedorismo Jovem

A conscientização tributária para o crescimento empresarial e o acesso a serviços públicos eficientes

Por Douglas Feitosa*

A elevada carga tributária brasileira geralmente é um dos pontos mais discutidos informalmente quando o assunto é o imposto a ser pago no nosso país, ou no caso, os impostos.

Mais do que analisar os cinco meses os quais os brasileiros pagam tributos aos governos, independente da esfera, seja ela municipal, estadual ou federal, o ponto a ser analisado é a destinação dada aos valores arrecadados. Diante disto, é de tamanha importância a conscientização tributária pela sociedade.

A população precisa estar consciente não apenas dos aspectos econômicos e financeiros, mas principalmente da função social a ser dada por cada centavo destinado aos cofres públicos. Desta forma, o Dia Livre de Impostos (DLI) se coloca como um processo o qual as Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDL) Jovem, que compõe o Sistema CNDL, apresentam aos cidadãos a relevância de estarmos inseridos na luta por mudanças. Um manifesto da insatisfação com os elevados valores e o excesso burocrático, que limitam o consumo e impede o crescimento do Brasil.

Os tributos surgem para que os governos possam promover a prestação de serviços públicos essenciais, seja por meio da segurança, transporte, educação, saúde ou quaisquer outros que promovam bem-estar para o cidadão. No entanto, no Brasil – onde só em 2021 a arrecadação de impostos teve aumento superior ao da geração de riquezas do país, com o maior nível em 12 anos, segundo o Tesouro Nacional –, este peso tributário e excesso de burocracia são verdadeiros obstáculos de crescimento não apenas para pessoa física, mas também para as empresas.

O crescimento empresarial no país é travado, em muitos casos, pelo medo, uma vez que essa evolução se relaciona a mais impostos a serem pagos. Já para o cidadão, a materialização do peso tributário ocorre não apenas por meio de produtos e serviços mais caros, mas também pela falta de qualidade na mobilidade urbana, nos baixos incentivos educacionais para alunos de nível básico ou pós-graduação, como também na dificuldade no acesso a saúde ou a elevada violência que não consegue ser controlada pelos órgãos públicos. Tudo isso é maximizado pela falta de entendimento e de consciência da sociedade sobre o tamanho da carga tributária com baixo retorno em serviços e equipamentos públicos.

Por isso, precisamos unir forças para que transformações tributárias ocorram. Assim, faça do dia 02 de junho, juntamente com a CDL Jovem em todo o país, um momento não apenas para aquisição de bens mais baratos, mas principalmente de uma real compreensão do destino dos seus impostos arrecadados.

*Douglas Feitosa é coordenador da CDL Jovem Ceará.

Relacionadas
Empreendedorismo Jovem

DLI 2022 leva conscientização e desconto para brasileiros

Ações e descontos foram dados, simultaneamente, em mais de 1200 cidades, com mais de 40 mil estabelecimentos comerciais participando do DLI 2022.
Empreendedorismo Jovem

DLI 2022 ocorre amanhã, dia 2/6, em todo Brasil

Mais de 40 mil lojas participam da 16ª edição do Dia Livre de Impostos, que promove conscientização sobre o peso tributário e descontos para a população
Empreendedorismo Jovem

Alta carga tributária impede crescimento dos setores de comércio e serviços

O Brasil é conhecido por diversos fatores e um deles, infelizmente, é a alta carga tributária que pagamos e que não retorna à população na forma de serviços de qualidade como saúde, educação, segurança, dentre outros. E mais, além de não promover um retorno, também atrapalha o desenvolvimento de diversos setores, em especial os de comércio e serviços.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.