16 jun, 2024
0 ° C

Aliadas das vendas: Black Friday e Copa do Mundo juntas vão impulsionar conversões

Lojas físicas, podem promover eventos e promoções para dias específicos e invistir na decoração para atrair clientes e movimentar o negócio.

Por Renan Mota*

Os varejistas de plantão já podem se preparar. As vendas estão prestes a deslanchar no chamado “supertrimestre” do ano. Copa do Mundo, Black Friday, 13º salário e festas de fim de ano: período sazonal, nunca visto no comércio, que merece planejamento e inovação para ser muito bem aproveitado. O segredo é saber o que fazer com base no que os clientes esperam e precisam.

Ao contrário das muitas especulações acerca do fato de duas datas concorrem simultaneamente, pesquisas apontam que isso não se trata de uma verdade absoluta. Segundo estudo realizado pelo Google, 50% dos entrevistados declararam que farão compras na Black Friday 2022 para se prepararem para a Copa, independentemente da categoria. A Nielsen, por sua vez, defende que a realização da Copa do Mundo em novembro aquece o mercado de consumo e influencia diretamente o planejamento de compra dos consumidores.

Para se ter uma ideia, ainda de acordo com a pesquisa do Google, a intenção de compra na Black Friday chega a 71%. O número representa 29% de crescimento em relação ao ano passado. Além disso, o número de categorias em que os consumidores pretendem comprar também cresceu. A média em 2021 era de 4,2, agora já subiu para cinco. Roupas e Acessórios está no topo do ranking de intenção, com 47%, seguida por Livros e Itens de Papelaria (43%), Calçados (38%), Celulares (36%) e Eletroportáteis (33%).

Os dados mostram que, apesar do contexto atípico, a Black Friday ainda é muito aguardada pelos consumidores. Então, como criar estratégias de vendas para a Copa do Mundo e a Black Friday 2022? Confira as principais dicas que podem ajudar!

Para as lojas físicas: promova eventos e promoções para dias específicos e invista na decoração
Eventos e promoções sempre são estratégias bem-vindas para movimentar qualquer setor. Entretanto, desenvolver isso em 2022, diante da inflação e de outros problemas na economia, é ainda mais benéfico. Ofereça preços diferenciados na hora do jogo, monte bufê aberto com valor específico para o dia, aposte em uma decoração temática etc. O mais importante é usar a criatividade e não deixar de analisar se o seu negócio tem condições de arcar com isso.

Um desafio especial durante a Copa do Mundo 2022 é a transmissão dos jogos. Isso porque qualquer pessoa pode assistir a eventos no próprio celular e sem sair de casa, por exemplo. Assim, não meça esforços para otimizar a transmissão dos jogos e tornar o seu estabelecimento mais atrativo.

Para as lojas on-line: leve a festividade dos eventos para o e-commerce, crie kits e busque parcerias
Garanta que o e-commerce tenha a cara do evento com banners, informações sobre a Copa e gatilhos associados, com seus patrocinadores e os produtos mais populares nessa época. Para levar ainda mais clientes ao e-commerce, capriche nas estratégias de SEO e explore bem as palavras-chaves de buscas no Google. Faça landing pages com informações sobre o evento que podem ajudar bastante nessa estratégia, kits de produtos e parcerias. É importante contar com o apoio de fornecedores para obter preços mais atrativos, especialmente com patrocinadores ou produtos de maior consumo associados ao evento.

Conhecer o perfil, o comportamento e os produtos mais consumidos nesse período, possibilita criar estratégias para estimular o aumento do ticket médio.

*Renan Mota é co-CEO e founder da Corebiz.