Opinião

Black Friday: oportunidade para a retomada do varejo físico

* Nataly Brito

Eleita como uma das datas mais importantes também para o varejo brasileiro e sempre muito esperada pelos consumidores, a Black Friday 2020 terá início na sexta-feira, dia 27 de novembro. Realizada no Brasil desde 2010, a data comercial – que surgiu nos anos 90 na Filadélfia (EUA) – acontecia, anteriormente, apenas na última sexta-feira de novembro, mas acabou se expandindo e ganhando mais dias de promoções no varejo nacional. Tudo isso pela sua repercussão e enorme sucesso entre os consumidores e varejistas. Em 2019, o faturamento na data, no Brasil, foi de R$ 3 bi (Ebit/Nielsen). Para as PMES, esta pode ser mais uma oportunidade para a retomada do varejo físico pós-pandemia, já que com a nova jornada do consumidor mais digital, é possível aproveitar a abrangência dos milhares de canais digitais disponíveis atualmente para atrair mais clientes e aumentar o faturamento das suas lojas físicas, divulgando os próprios estabelecimentos, produtos e/ou serviços, promoções e ofertas.

Dicas para os pequenos varejistas
Para pegar carona em datas como a Black Friday, é importante que as PMEs existam no ambiente online tornando-se localizáveis para seus consumidores – segundo o Data Sebrae, apenas 11% delas têm algum tipo de presença digital. Para isso, primeiro é preciso cadastrar o estabelecimento nos principais canais digitais como Google Meu Negócio, Facebook Places e Apontador. Depois, é fundamental manter as informações proprietárias da empresa como horários de funcionamento, telefone, contato de WhatsApp, por exemplo, sempre atualizadas.

Desenvolver diferentes formas de contato direto com o próprio consumidor, por meio do WhatsApp do estabelecimento ou por meio de serviços de mensagens são fundamentais, para abrir um canal efetivo com os consumidores, para a geração de pedidos e realização de vendas de forma mais próxima e prática.

Este movimento, que garantirá maior aprendizado às PMEs sobre a forma mais efetiva de divulgar o próprio negócio, é fundamental, visto que de acordo com levantamento realizado pela NerdMonster Digital Retail, empresa de marketing local e presença digital, cerca de 96% das compras efetivadas no varejo físico são precedidas por uma busca online.

(Maior) poder do online
De acordo com pesquisa recente, realizada pela Rakuten Advertising, empresa de publicidade digital, 56% dos consumidores afirmaram que já estão atentos à publicidade no ambiente online durante o período que antecede a Black Friday, mesmo com a crise da Covid-19 ainda em andamento. Segundo o mesmo estudo, 86% dos entrevistados afirmaram que buscarão por promoções de produtos e serviços nos canais digitais das empresas e/ou marketplaces durante a data, evidenciando o poder ainda maior do “online” no pós-pandemia, período que deixou as pessoas ainda mais conectadas.

Tecnologia em favor das PMEs
Com a finalidade de auxiliar as PMEs neste processo de inclusão digital, a NerdMonster, empresa de marketing local e presença digital, lançou recentemente a plataforma bm® business monster, que visa ampliar a visibilidade dos pequenos negócios nos canais digitais, automatizando os processos para trabalhar a presença digital e o marketing local das PMEs. “O pequeno varejista, em geral, possui uma rotina dinâmica e repleta de desafios inerentes ao seu próprio negócio. Na grande maioria das vezes, as atividades relacionadas ao marketing de sua empresa acabam sendo postergadas, seja pela falta de conhecimento no assunto, de recursos humanos ou financeiros. Este novo produto orientado às PMEs já traz parte de nosso aprendizado adquirido junto às grandes redes e objetiva facilitar ao máximo os pequenos e médios empreendedores em suas atividades de marketing local e de presença digital. Sem a necessidade de nenhum conhecimento técnico, equipe ou mão de obra especializada”, explica o diretor-geral da NerdMonster, Claudio Roca.

Além disso, para facilitar a divulgação do negócio e impulsionar a sua visibilidade, principalmente em datas de oportunidade como a Black Friday, a plataforma dispõe de um recurso que possibilita a criação de campanhas locais, impactando o público-alvo do estabelecimento daquela determinada região. Como em um funil de vendas, a plataforma separa em módulos as principais áreas que devem ser trabalhadas: localização, informação, reputação, divulgação e conversão. Cada nova informação, relacionada aos módulos, gera uma ação recomendada e auxilia o varejista a entender melhor sobre o seu negócio e suas estratégias de marketing local, tendo as suas principais necessidades da nova jornada de consumo atendidas.

Nataly Brito – Analista de Comunicação na NerdMonster Digital Retail

Compartilhe:
Relacionadas
Opinião

Análise de dados automatizada: repensando estratégias do varejo

Na configuração tradicional, os varejistas eram os principais pontos de contato com os consumidores. Agora, o consumidor está no meio, e marcas, fornecedores de logística, varejistas, plataformas digitais e outros se conectam diretamente entre si e com o consumidor, em uma rede que oferece visibilidade e inteligência para prever, preparar e gerenciar adversidades. Compartilhe:
Opinião

Pequenos negócios fazem o Brasil gigante

Do universo total de empresas em funcionamento no mercado interno, 99% delas são vinculadas ao segmento das micro e pequenas empresas. Perto de 30% de toda a riqueza gerada no Brasil é resultado da atividade desse segmento. Das 2,7 milhões de vagas aberta no ano passado, 80% foram oportunidades criadas entre os pequenos negócios. Compartilhe:
Opinião

Geração de leads: cinco dicas rumo ao sucesso

Sinônimos de rede de contatos qualificados, conversões a compras, ampliação de relacionamentos e divulgação orgânica, os leads são fundamentais em uma estratégia de marketing digital que gere bons resultados. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.