24 jul, 2024
0 ° C

CDL Cláudia: ações para o crescimento do município

No CDL em Todo Lugar desta quinta-feira, você conhece a CDL Cláudia (MT), entidade que busca crescer junto com a cidade

No CDL em Todo Lugar desta quinta-feira, você conhece a CDL Cláudia (MT), entidade que busca crescer junto com a cidade

Foto: Prefeitura de Cláudia, MT

A jovem cidade de Cláudia, localizada no norte de Mato Grosso, há cerca de 565 km da capital do estado, já conta com uma Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), apesar de ter sido criada em 1989, quando ocorreu a sua emancipação política e administrativa. Até então, era vinculada ao município de Sinop. Segundo Higor Reinaldo Pontes, presidente da CDL Cláudia, a entidade é parte importante da história da cidade. “A CDL é bem parceira do município. Desde a nossa fundação, em 1991, cidade e entidade têm trabalhado para crescer juntas”, afirma.

Vivem no município 12 mil habitantes, que têm o desafio de elaborar projetos que promovam o desenvolvimento local. Para o dirigente, o fato de a cidade ser nova e pequena interfere na definição de estratégias de crescimento mais ousadas e, inclusive, no aproveitamento de oportunidades. Por não ser tão conhecida entre pessoas fora de sua vizinhança, o turismo é mal explorado, de acordo com Pontes. “A gente tem muita coisa para mostrar: nossa vegetação, as árvores, toda a área florestal e os rios que envolvem a cidade. Temos tudo isso, e não exploramos bem. Podemos fazer mais”, acredita o presidente.

Paroquia Nossa Senhora da Glória
Foto: Prefeitura de Cláudia – MT

CDL
Hoje, apenas 60 empreendedores aproveitam os produtos e serviços ofertados pela CDL Cláudia. “O primeiro passo é trazer o associado. Estamos buscando parcerias para isso: conseguimos desconto de 20% com a empresa de energia há seis meses e o associado tem abatimento no valor do plano de saúde dos funcionários na Unimed e conta com taxas menores no Sicredi”, explica o presidente da CDL Cláudia. “Com parcerias boas para a entidade e a cidade e buscando aumentar a fração de comerciantes associados, conseguiremos condições financeiras para crescer”, acrescenta Higor Pontes.

O presidente afirma que a próxima ação é trazer a certificação digital para a CDL da cidade. A ideia é usar o retorno financeiro do serviço para voltar a realizar cursos, promovidos pela entidade até o início da pandemia. “Os cursos aconteciam nos finais de semana, em salas de aula. O município ajuda bastante com isso”, conta o dirigente lojista.

O presidente da CDL Cláudia também almeja uma sede própria para a instituição, o que facilitaria a execução de outros projetos, entre eles, o Jovem Aprendiz.

Foto: Prefeitura de Cláudia – MT

Pandemia
Em Cláudia, o governo municipal conseguiu manter o comércio em funcionamento durante toda a pandemia com as devidas restrições, diminuindo o impacto para os principais movimentadores econômicos locais. “A cidade, que vive da madeira, da pecuária e da agricultura, está retomando bem após este período. Não foi fácil, nós tivemos perdas, mas todos nos unimos pelo bem de nosso município”, lembra Higor Pontes.

Com isso, a retomada tem sido tranquila para quase toda a cidade. A exceção fica para os bares e restaurantes locais. Para estes, os impactos da pandemia foram maiores.


Reportagem: Luís Adolfo Barbosa
Edição: Fernanda Peregrino