21 jul, 2024
0 ° C

CDL Licínio de Almeida: soluções para o comércio local

No CDL em Todo Lugar desta semana, você conhece a CDL Licínio de Almeida (BA), na Bahia No centro-sul baiano, a 745 km de Salvador […]

No CDL em Todo Lugar desta semana, você conhece a CDL Licínio de Almeida (BA), na Bahia

No centro-sul baiano, a 745 km de Salvador (BA), a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Licínio de Almeida ganha destaque entre os empreendedores da cidade. Os serviços de proteção ao crédito, que auxiliam os lojistas com as questões de cobrança e inadimplência, são o carro-chefe, mas a entidade trabalha também para oferecer outros produtos e serviços, sempre buscando fomentar o varejo local. Hoje, a Câmara faz certificados digitais e oferece cursos em parceria com o Sebrae.

“A CDL surgiu com o intuito de unir o comércio local. Conseguimos atrair os comerciantes devido a boa parceria que temos com o SPC, mas integrar a CDL traz várias outras vantagens para os empreendedores”, explica a presidente da CDL Licínio de Almeida, Suzygley Gomes Baleeiro Bitencourt.

“Ainda estamos começando. Queremos realizar mais cursos e trazer cada vez mais especialistas do setor para capacitar os comerciantes locais”, planeja a dirigente lojista.

Licínio de Almeida é uma cidade relativamente nova. Celebrou seu aniversário de 60 anos na última terça-feira (12). O município se mantém graças a renda dos aposentados, dos funcionários públicos e de algumas empresas. A agricultura de subsistência também é forte na região.

A CDL da cidade também é recente – tem apenas sete anos de fundação –, o que aumenta os desafios da entidade. Atualmente, a entidade conta com 40 associados – não perdeu nenhum em razão da pandemia – e atende os empreendedores em uma sala cedida pela prefeitura local.

“Nunca achei que fosse uma missão fácil. Licínio de Almeida é uma cidade pequena, com pouco mais de 12.000 habitantes, com dificuldades econômicas e muita afastada de Salvador, o que dificulta ainda mais”, avalia a presidente da CDL baiana. “O nosso sonho é, quando a situação melhorar, construir a sede da CDL com toda a estrutura desejada”, garante.

*Estagiário sob supervisão de Fernanda Peregrino, editora da Varejo S.A.