Integra CNDL

CDLs de Minas aderem à Campanha Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica

Equipe da CDL Curvelo
Palestra sobre a campanha na CDL Divinópolis

No mês em que se celebra o Dia Internacional da Mulher, a Campanha Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica reforça ainda mais a importância de estimular ações que possam coibir essa triste realidade vivenciada por milhares de mulheres em todo o país.
Criada em 2020, durante a pandemia de coronavírus, a Campanha consiste em alertar as mulheres de que elas podem denunciar casos de violência doméstica, de forma silenciosa, desenhando um X na cor vermelha na palma da mão, e mostrar o desenho em estabelecimentos comerciais. A partir do sinal, o funcionário do estabelecimento solicita os dados da vítima e os repassa para as autoridades policiais.

Em novembro de 2021, a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de Minas Gerais (FCDL-MG) e a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em parceria com Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), assinaram um Termo de Cooperação Técnica e apoio à Sinal Vermelho no Estado.

A adesão da FCDL-MG veio para somar forças, uma vez que a entidade representa 206 CDLs em Minas Gerais, com mais de 70 mil associados. A meta da Federação é alcançar todas as entidades. “Tenho certeza de que as CDLs e os comerciantes de todo o estado irão abraçar a ideia e fazer sua parte para ajudar milhares de mulheres a romperem com o ciclo de violência”, ressalta o presidente da FCDL-MG, Frank Sinatra.

Entidade pioneira na adesão à Campanha, a CDL/BH assinou o Termo de Cooperação em outubro de 2021. “Assim como temos feito em Belo Horizonte, cada CDL em Minas terá papel fundamental de também fazer a diferença para diminuir essa triste estatística em seus municípios”, destaca o presidente Marcelo de Souza e Silva.

Adesões
Aproveitando as comemorações do Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, quatro entidades aderiram à Campanha na última semana: Divinópolis, Carmo do Paranaíba, Curvelo e Arcos.

Na opinião do presidente da CDL Divinópolis, Heider Vitor de Freitas, fomentar a campanha entre os associados e todo comércio de Divinópolis é importante para que os lojistas e colaboradores saibam como proceder ao receber o sinal vermelho de uma vítima de violência doméstica. “Nesse mês de março faremos um trabalho junto com o nosso associado focado na campanha. Mas essa atenção deve ser constante”, afirma.

O presidente da CDL Curvelo, Ivan Fontes, ressaltou que a mulher deve ser respeitada todos os dias, e não apenas em uma data, por isso, aderir à Campanha se faz tão necessário. “Muitas vezes as mulheres vítimas de violência doméstica possuem convívio social com os comerciantes e isso facilita para que elas possam denunciar o agressor de forma mais segura e discreta”, analisa.

As CDLs de Juiz de Fora, Montes Claros, Três Marias, Bom Despacho e Itajubá anunciaram que devem oficializar as adesões nos próximos dias. Além delas, cerca de mais 50 CDLs mineiras já iniciaram as tratativas para ingressarem na Campanha ainda neste mês.

A chefe do Departamento de Investigação, Orientação e Proteção à Família, delegada-geral Carolina Bechelany, destaca: “Vamos orientar e dar todo suporte aos lojistas que aderirem à campanha. Nas delegacias temos profissionais habilitados para acolher e proceder com os trabalhos de polícia judiciária em relação a esta vítima”.

A Campanha Sinal Vermelho
Instituída pela Lei n. 14.188/2021, a campanha consiste em incentivar as mulheres a romper o ciclo de violência e, para isso, propõe que a mulher que esteja sofrendo algum tipo de violência e esteja impossibilitada de procurar uma unidade policial, possa apresentar um sinal (X) na palma da mão, preferencialmente na cor vermelha, para um funcionário ou atendente de estabelecimentos comerciais para que este acione a polícia.

Dados da Polícia Civil de Minas Gerais mostram que, só em 2020, 145 mil mulheres mineiras foram vítimas de violência doméstica. Entre 2019 e 2021, foram registrados 411 feminicídios.

Dados no Brasil: Em meio ao isolamento social, os canais Disque 100 e Ligue 180, do Governo Federal, registraram 105.821 denúncias de violência contra mulher, em 2020. O número corresponde a aproximadamente 12 denúncias por hora. Desse total, 72% se referem à violência doméstica e familiar, incluindo ação ou omissão que causem morte, lesão, sofrimento físico, abuso sexual ou psicológico. Cabe acrescentar, que danos morais e patrimoniais também estão na lista. No mesmo ano, foram contabilizados 1.350 casos de feminicídi0 — um a cada seis horas e meia, segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O número é 0,7% maior comparado ao total de 2019. Os casos de homicídio motivado por questões de gênero subiram em 14 das 27 unidades federativas, de acordo com o relatório.

Embora a Lei nº. 11.340/2002, denominada popularmente “Lei Maria da Penha”, seja reconhecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) como a terceira melhor lei do mundo na questão da violência doméstica e familiar, o Brasil é o 5º país mais violento em crimes contra as mulheres, conforme o Mapa de Violência – Homicídios 2015.

Canais para denúncia
Aplicativo MG Mulher;
• Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher;
• Em qualquer Delegacia de Polícia Civil de Minas Gerais;
• Delegacia Virtual https://delegaciavirtual.sids.mg.gov.br;
• Em qualquer unidade da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG);
• Disque 180.

Conheça o site oficial da campanha.

Relacionadas
Integra CNDL

CDL SCS marca presença na primeira edição do StartupON ABC Valley 2022

No último sábado (23), Alexandre Damasio, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de São Caetano do Sul, participou da primeira edição do StartupON ABC Valley, realizada presencialmente no Senai São Caetano do Sul. O evento recebeu cerca de 170 convidados e proporcionou networking espontâneo entre os participantes, além de ressaltar a importância da união de todas as instituições presentes para o melhor desenvolvimento da região.
Integra CNDL

NME promove mais um Evento Conexão

Quebrando paradigmas da relação feminina com segmentos automotivos, a sócia-proprietária da Bellenzier Pneus, Nilva Bellenzier, fará uma palestra com o tema “Vencer desafios, transpor dificuldades: o segredo para vencer”, na quarta-feira, 10 de agosto, a partir das 19h, na loja em Novo Hamburgo, localizada na Avenida Frederico Linck, 375, Centro.
Integra CNDL

Cadastro Positivo faz 3 anos beneficiando 22 milhões de brasileiros

Associação Nacional dos Bureaus de Crédito (ANBC) reuniu nesta terça-feira (2/08), em Brasília, representantes do Governo, Gestores de Banco de Dados e parlamentares para avaliar os três anos do Cadastro Positivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.