Como comparadores de preços podem aumentar as vendas

Serviços de comparação de preços facilitam jornada de compra do consumidor e podem ser usados a favor das lojas virtuais

Cada vez mais os brasileiros estão comprando produtos em lojas virtuais e, ao mesmo tempo, o número de negócios que migram para o meio digital tem aumentado de maneira exponencial. Com o novo hábito de consumo, a internet virou uma grande aliada para os lojistas que buscam ganhar espaço, fidelizar e atrair novos clientes.

Com tantas opções de lojas, buscar táticas para se destacar no mercado torna-se ainda mais urgente. E entre as estratégias de marketing de performance que é possível utilizar, está o uso de sites de comparação de preços: ferramentas que pesquisam e exibem em um só lugar os valores de um produto em diversas lojas virtuais.

Em pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em parceria com a Offer Wise, 51% dos consumidores afirmaram utilizar sites de comparação como uma das principais fontes de pesquisa de preços. O levantamento mostra ainda que 47% deles são influenciados pelo preço na hora de escolher o local de compra.

Assim, saber como funciona um comparador de preços para e-commerce pode ajudar a sua loja a ganhar espaço no mercado. Aqui, explicaremos quais são as vantagens dessas ferramentas para a sua loja virtual. Confira!

Quais as vantagens para o e-commerce?

Ao acessar o serviço de comparação, o consumidor já está bem próximo de concluir a sua jornada de compra. Esse é o momento em que ele irá buscar a loja que apresenta o melhor custo-benefício. Sendo assim, esses sites são um ótimo canal de vendas caso os seus preços sejam competitivos.

Se precisa trabalhar a visibilidade da sua loja e prospectar novos clientes, essas ferramentas são essenciais. Ao escolher onde comprar, o consumidor será redirecionado para a página da loja virtual podendo finalizar a compra ou navegar pelo site e encontrar outros produtos que o interesse. As lojas presentes nos comparadores de preço transmitem também mais credibilidade para o consumidor, já que é possível ver comentários e avaliações de outros usuários.

Como diferenciar o seu negócio?

Após cadastrar a sua loja virtual no site de comparação é imprescindível que você coloque em prática algumas estratégias que o diferenciem das demais marcas. Como já dissemos, o número de lojas no meio digital tem aumentado cada vez mais e será necessário otimizar a sua presença digital.

De olho na concorrência

Fique atento aos concorrentes e monitore os valores que estão sendo trabalhados. Neste momento é preciso agilidade para fazer alterações de preços que tornem o seu produto ainda mais competitivo. Contudo, nada de diminuir drasticamente os seus preços! Coloque na ponta do lápis o custo-benefício dessa ação, afinal, de nada serve reduzir valores se, no final das contas, vai ter prejuízo.

Abuse das informações

O consumidor que busca um serviço de comparação de preços está à procura de facilidade no consumo, e quanto mais informações ele encontrar no seu anúncio, melhor. Abuse dos detalhes para que todas as dúvidas sobre o produto sejam sanadas de uma só vez.

Atualização constante

Já aconteceu de você encontrar um produto com um bom preço e quando acessa a loja para efetuar a compra o valor está mais alto do que o anunciado? Pois é, não há nada mais frustrante para o consumidor do que não encontrar a mercadoria no valor prometido. Por isso, atenção à atualização das informações para que os valores sejam sempre iguais no comparador e na sua loja virtual. Cative a confiança do seu cliente!

Identifique o seu diferencial

Quais outros diferenciais você pode oferecer ao consumidor? Pense em como tornar viável um frete grátis, promoções, descontos ou até brindes. Não seja só mais um na multidão de lojas virtuais! Dê uma boa razão para que comprar na sua loja seja mais vantajoso do que na concorrência.

Quais os cuidados que devem ser tomados?

Assim como em qualquer outra mídia digital, os produtos apresentados não podem focar apenas em preço. O consumidor está cada vez mais exigente e leva sempre em consideração diversos outros fatores na hora da compra. Assim, cuide para que sua campanha tenha fotos de qualidade, uma boa descrição do item e uma ótima avaliação dos usuários.

Ao anunciar um produto nos serviços de comparação de preços, é preciso também acompanhar de perto os resultados para ter certeza de que estão gerando as vendas esperadas. Lembre-se: a maioria dos comparadores são pagos – a cobrança pode ser por clique (CPC) ou por ação (CPA). Caso os resultados não sejam aquilo que você esperava, analise a possibilidade de suspender o anúncio e aumentar o investimento naquilo que realmente dá retorno.

Principais comparadores de preço no Brasil

Buscapé

JáCotei

Zoom

Google Shopping

Uol Shopping

Bondfaro

Gostou do nosso texto? Deixe um comentário com a sua opinião sobre o assunto!

Relacionadas
Tendências e Inovação

Sebrae quer fazer de outubro o mês da inovação

A instituição deve mobilizar cerca de 300 palestrantes oferecendo mais de 250h de conteúdo especializado e gratuito sobre inovação O Sebrae promove… COMPARTILHAR:FacebookTwitterWhatsAppLinkedIn
Tendências e Inovação

Influenciar é o que interessa

Se há uma coisa que ficou clara durante o período de pandemia foi que a forma de divulgação de produtos e marcas… COMPARTILHAR:FacebookTwitterWhatsAppLinkedIn
Tendências e Inovação

Tecnologia para descentralizar as operações

*Por Thiago Guimarães Ainda encontramos nas empresas um ponto em comum: a utilização de papéis e planilhas na execução de processos de… COMPARTILHAR:FacebookTwitterWhatsAppLinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.