Economia e Finanças

Confiança dos serviços atinge maior patamar desde 2013

Com a alta, a confiança dos serviços atingiu 100,9 pontos – pontuações acima de 100 indicam otimismo, e abaixo, pessimismo.

A confiança do setor de serviços cresceu pelo quinto mês seguido em julho, levando o indicador ao maior patamar desde setembro de 2013, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (28) pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

Com a alta, a confiança atingiu 100,9 pontos – pontuações acima de 100 indicam otimismo, e abaixo, pessimismo.

“O resultado favorável foi influenciado tanto pela percepção de melhora da demanda corrente quanto das expectativas para os próximos meses”, apontou em nota Rodolpho Tobler, economista do FGV IBRE.

O indicador de situação atual subiu de 98,1 para 100,8 pontos. Já o índice de expectativas passou de 99,3 para 100,9 pontos.

Tobler ressaltou, no entanto, que o período eleitoral pode aumentar os níveis de incerteza econômica, embora as medidas de estímulo adotadas pelo governo recentemente devam “manter a atividade do setor aquecida e resultar em um terceiro trimestre mais positivo do que inicialmente esperado”.

Confiança do comércio
Depois de dois meses de recuperação, a confiança do comércio voltou a recuar em julho, passando de 97,9 para 95,1 pontos, se mantendo na faixa considerada pessimista.

Houve piora tanto na percepção sobre a situação atual dos negócios quanto nas expectativas para os próximos meses. O índice de situação atual, no entanto, se manteve acima dos 100 pontos, na faixa otimista, ao recuar de 108,5 para 105,6 pontos. Já o índice de expectativas passou de 87,5 para 84,8 pontos.

“É possível que as medidas recentes de estímulo adotadas pelo governo ainda sustentem o nível presente da demanda por mais alguns meses. Mas a inflação e juros em patamares elevados e os baixos níveis de confiança do consumidor devem segurar uma retomada mais consistente do setor”, avaliou Rodolpho Tobler.

Fonte: G1

Relacionadas
Economia e Finanças

Câmara aprova texto-base do novo marco fiscal

Proposta foi aprovada por 372 votos a 108 e seguirá para o Senado.
Economia e Finanças

Mercado reduz previsão da inflação de 6,03% para 5,8% este ano

Projeção do crescimento da economia em 2023 subiu para 1,2%.
Economia e Finanças

MEIs já podem emitir notas fiscais pelo celular

Receita Federal desenvolve app de emissão de notas fiscais para MEIs prestadores de serviço. O uso do sistema será obrigatório a partir de setembro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.