Integra CNDL

Convenção Nacional do Comércio Lojista debateu novos rumos para o varejo

[sc name=”img-post-app” caminho=”http://revistavarejosa.com.br/wp-content/uploads/2016/10/2-integra-foto_1.jpg” ]

De 1º a 4 de setembro, a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado da Bahia (FCDL/BA) e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Salvador (CDL Salvador) realizaram a 55ª Convenção Nacional do Comércio Lojista. O evento, na Praia do Forte, Bahia, reuniu, aproximadamente, 2.300 dirigentes lojistas e empresários de todo o Brasil.

Na ocasião, os participantes trocaram experiências sobre boas práticas adotadas e conheceram também ideias inovadoras para fomentar seus negócios. Para o presidente da CNDL, Honório Pinheiro, o encontro foi produtivo e importante para nortear as ações no setor do varejo. “Todos os temas debatidos durante a Convenção abraçaram bem o que nós precisamos fazer não só no dia a dia das nossas lojas, mas também no dia a dia das nossas entidades. O Sistema CNDL está preocupado em construir um novo rumo. Construir algo que possa nos dar uma longevidade bem maior do que a que obtivemos até aqui”, destacou Pinheiro.

A finalidade da Convenção Nacional do Comércio Lojista é proporcionar mudanças culturais aos participantes, promovendo o crescimento da classe, o aumento do conhecimento e o desenvolvimento de novos negócios, além do convívio e da troca de experiências. Este ano, o tema do evento foi Educar e Construir Novos Rumos.

“Muitos lojistas alcançam o sucesso, mas as vezes falta uma parte da educação no sentido de buscar alternativas para o seu negócio, ou seja, se atualizar com novas ferramentas. Aqui, conhecemos novas e importantes tecnologias para o ramo do comércio”, afirmou Frutos Gonzalez Dias Neto, presidente da CDL Salvador.

[sc name=”titulo-secao-app” titulo=”Inovação” cor=”#4527A0″ ]

[sc name=”img-post-app” caminho=”http://revistavarejosa.com.br/wp-content/uploads/2016/10/2-integra-foto_2.jpg” ]

Um dos assuntos debatidos durante o evento foi a modernização do setor lojista. Segundo a CEO da GS1 Brasil, Virginia Vaamonde, é preciso que empresários adotem procedimentos para aprimorar os negócios. “A gente trouxe a proposta sobre a questão do código de barras, que já está em todos os produtos, não importa o setor, e como ele pode simplificar a vida de um lojista. Ele pode dar mais controle e visibilidade ao estoque, reduzindo erros e custos, e gerando mais controle e mais agilidade no acesso à informação”, destacou.

O palestrante Clóvis de Barros Filho alertou para a necessidade dos empresários se manterem atualizados: “O mundo nunca mudou tão rápido. A inovação é sempre uma atitude e uma decisão do homem para se adaptar da maneira mais eficaz possível às transformações alucinadamente rápidas que o mundo nos impõe”.

Compartilhe:
Relacionadas
Integra CNDL

Entidades do setor produtivo da capital se unem para ajudar vítimas das chuvas em MG

Quinze entidades, entre elas a CDL BH, vão somar forças para ajudar na arrecadação de donativos que serão direcionados às cidades e às pessoas afetadas pelas chuvas. Compartilhe:
Integra CNDL

CDL arrecada doações para vítimas da enchente na região

A entidade está recebendo doações de água mineral, produtos de limpeza, higiene pessoal e alimentos não perecíveis. Compartilhe:
Integra CNDL

Sistema CNDL socorre às vítimas das chuvas em BA e MG

As FCDLs e as CDLs se estão disponibilizando espaço físico e serviço de logística para agilizar o recebimento e distribuição de toneladas de mantimentos, material de higiene, água e cobertores e colchões. Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.