Brasília 40°

Deputada Luísa Canziani assume a presidência da Frente Digital

Autoridades premiadas durante a cerimônia de posse da nova mesa diretora da Frente Digital (Foto: Divulgação/Gabinete da Deputada Luísa Canziani)
Deputada Luísa Canziani toma posse como presidente da Frente Digital
Foto: Divulgação

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, foi premiado na noite desta quarta-feira (27), durante a cerimônia de posse da 3ª Mesa Diretora da Frente Parlamentar Mista da Economia e Cidadania Digital (Frente Digital). Lira recebeu o Prêmio Alan Turing 2021, um reconhecimento por sua contribuição com a transformação digital do Brasil.

Arthur Lira destacou missão de conduzir Brasil para ser líder de transformação digital. “A inovação chegou à comunicação, aos transportes por aplicativo, à agricultura, principalmente, uma agricultura totalmente digitalizada”, afirmou Lira.

A Frente Digital é um grupo suprapartidário composto por deputados e senadores comprometidos com a promoção e aprimoramento de medidas voltadas para a economia digital. A presidência do colegiado passa a ser conduzida pela deputada Luísa Canziani (PSD/PR), que tomou posse durante a cerimônia realizada no Salão Nobre da Câmara dos Deputados.

Em seu discurso, Luísa Canziani destacou o compromisso da Frente com o futuro do país, por meio da promoção da economia digital livre e responsável e da cidadania conectada e plena, bem como de um governo digital eficiente, transparente e zeloso com a privacidade dos brasileiros.

“Como garantir que plataformas disruptivas viabilizem serviços e preços mais acessíveis aos usuários e ao mesmo tempo garantir a inclusão dos profissionais de aplicativos nos colchões de segurança social? Não são questões fáceis. Mas estamos aqui justamente porque elas não são fáceis. Nosso papel é dialogar, estar sempre em contato com a sociedade civil, mas também com o setor produtivo, que não pode ser tratado como vilão”, afirmou a presidente da Frente Digital recém-empossada. “Tratar as empresas como vilãs, no fim das contas, é uma saída preguiçosa. Eles (setor produtivo) estão levando investimentos e gerando emprego e inovação”, acrescentou.

Também compõem a 3ª Mesa Diretora da Frente Digital os deputados: Ângela Amin (PP/SC), vice-presidente para Câmara; Paulo Ganime (NOVO/RJ), vice-presidente para Congresso; Rodrigo Coelho (PODEMOS/SC), coordenador-geral; e Vitor Lippi (PSDB/SP), vice-coordenador-geral. O senador Rodrigo Cunha (PSDB/AL) será o vice-presidente para o Senado.

Durante a cerimônia, o deputado Vinícius Poit, que deixa a presidência do colegiado, destacou algumas das ações da frente parlamentar, que considerou como essenciais para o futuro desse país. É o caso da aprovação do GovTech (PL PL 317/2021) e dos marcos de Startups e de Inteligência Artificial (IA).

“Nosso papel como legisladores é abrir o caminho: retirar os obstáculos e gerar oportunidades. (…) A Frente Digital é, por essência, a bancada do futuro. Mas o futuro não nos é dado. Ele é construído diariamente por nós”, lembrou Vinícius Poit.

A profissional de Relações Institucionais e Governamentais (RIG) da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), Karoline Lima, prestigiou a posse da 3ª Mesa Diretora da bancada.

Conquistas e metas
Em três anos de atuação, a Frente Digital conseguiu aprovar o Marco Legal das Startups e o Governo Digital. Lutou pela Telemedicina, a conectividade no agronegócio, o 5G e a internet das escolas. Também faz parte da sua história a defesa do Marco Civil da Internet e da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Com o Projeto de Lei 21/2020, relatado por Luísa Canziani, a Frente colocou o Brasil na vanguarda da IA, aprovando o PL por 413 votos a 15.

É compromisso da Frente Digital continuar em busca da adoção de políticas de ampliação da competitividade, comprometida com o comércio digital aberto, e avançando em direção a um governo cada vez mais digital. Permanecerá como meta da bancada defender o direito do brasileiro de inovar, de ter acesso à internet rápida, de estudar, trabalhar e construir um país de oportunidades criadas pela transformação digital.

Com informações e imagens da assessoria de comunicação a deputada Luísa Canziani e da Agência Câmara.

*Matéria atualizada em 28/10/2021, às 08:37.

Relacionadas
Brasília 40°

Câmara aprova projeto que regulamenta o lobby

O texto define o lobby como representação de interesse a ser exercido por pessoa natural ou pessoa jurídica por meio de interação presencial ou telepresencial com agente público
Brasília 40°

Câmara aprova projeto que prevê regras para negociação de criptomoedas

Proposta pretende coibir crimes de estelionato e lavagem de dinheiro relacionados à transação de ativo virtual.
Brasília 40°

Presidente da CNDL participa de homenagem às MPEs no Senado Federal

A sessão foi de iniciativa da senadora Ivete Appel (MDB/SC) por ocasião do Dia da Micro e Pequena Empresa, comemorado no último dia 5 de outubro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.