Economia e Finanças

Desembolso no Pronampe bate recorde no 1º dia, com R$ 2,5 bi em operações, diz BB

Em 2021, o maior desembolso diário fora de R$ 2,1 bilhões, afirma o banco

Na segunda-feira (25), primeiro dia de liberação dos empréstimos da nova rodada do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), o Banco do Brasil bateu recorde e liberou R$ 2,5 bilhões em empréstimos através do programa, segundo informou a instituição ao Estadão/Broadcast.

Segundo o BB, foram 23.516 operações com micro e pequenas empresas clientes do banco através da linha BB Capital de Giro Pronampe MPE. Em 2021, o maior desembolso diário fora de R$ 2,1 bilhões, afirma o banco. Até então, esse era o recorde histórico de desembolsos do BB via Pronampe.

Os bancos começaram a oferecer recursos através da nova rodada do programa do governo federal nesta segunda-feira. A expectativa é de que sejam concedidos de R$ 30 bilhões a R$ 40 bilhões pelo Pronampe até o final deste ano.

O vice-presidente de negócios de varejo do BB, Carlos Motta, destaca que a instituição tem disponibilizado os empréstimos tanto nas agências quanto no autoatendimento na internet. Com isso, segundo o banco público, o crédito na conta acontece em alguns minutos.

“A participação do Banco do Brasil no programa reforça nossa parceria com as micro e pequenas empresas e auxilia no desenvolvimento e fortalecimento dos negócios no País”, diz Motta. Entre 2020 e 2021, o BB liberou R$ 15,2 bilhões em recursos via Pronampe para 186 mil empresas, o que deu ao banco uma participação de 24% no programa.

O Pronampe foi criado em 2020, para apoiar as micro e pequenas empresas diante do impacto econômico causado pela pandemia da covid-19. O programa depois foi estendido. Neste ano, os empréstimos têm taxa de Selic mais 6% ao ano, com oferta de até R$ 150 mil por tomador. Estão enquadradas na modalidade empresas com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões.

Os empréstimos do Pronampe contam com garantia do Fundo Garantidor de Operações (FGO). O BB oferece 11 meses de carência – o prazo total é de 48 meses.

O banco público afirma ainda que desde o começo da pandemia, apoiou com crédito a 754 mil empresas, com desembolsos de mais de R$ 200 bilhões. Em junho, o banco informa ter ultrapassado R$ 7 bilhões em desembolso, o maior volume mensal dos últimos anos. A base de clientes MPE do BB tem 2,8 milhões de clientes.

Fonte: CNN Brasil

Relacionadas
Economia e Finanças

Consumo nos Lares Brasileiros encerra o ano em alta de 3,89%

Resultado é o maior dos últimos 15 meses e foi puxado pelo pagamento de benefícios sociais AbrasMercado: carne bovina, açúcar, óleo de soja, leite longa vida registram deflação no período.
Economia e Finanças

61% dos donos de MPEs recorreram a empréstimos pessoais para financiar a própria empresa

Segundo levantamento do Sebrae, o porte do empreendimento e o nível de escolaridade do empresário são fatores que influenciam na hora de solicitar crédito aos bancos.
Economia e Finanças

Compras online atingem quase R$ 170 bilhões no Brasil em 2022

Pesquisa da ABComm confirma previsão de crescimento de 5% em relação a 2021 e atribui o equilíbrio ao retorno dos consumidores às ruas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.