Empreendedorismo Jovem

Eberth Motta da CDL Jovem: “Pare de tentar vender!”

Fundador de Ecommerce e sócio de uma agência de marketing digital fala sobre como se posicionar na internet para gerar vendas em 2020

* Eberth Motta

Nós últimos anos, os portais de notícias de negócios e feiras de varejo vêm nos alertando sobre as novas tendências de consumo. Deixando claro a necessidade de ter presença digital, deixando claro que ignorar esse movimento pode ser o caminho para afundar o seu negócio.

Acontece que na batalha de empreender em um cenário instável, muitas marcas e empresas ainda não tinham a vivência da digitalização dos seus negócios. Ou por falta de tempo ou até mesmo por não saber como se posicionar na internet.


O ano de 2020 pegou o mundo inteiro de surpresa e, em poucos meses, empresas tiveram que implementar projetos que estavam guardados para daqui alguns anos. Outros empreendimentos tiveram que criar projetos do zero para se adaptar às mudanças.

Se em 2019 a palavra do ano para o marketing era “personalização”, a palavra do ano para 2020 é “adaptação”.  Tereza Carlson, vice-presidente da Amazon Web Services disse que a empresa evoluiu três anos em três meses e cita que nunca viu nada parecido em sua vida. Uma pesquisa feita pela plataforma Nuvemshop e apresentada no evento Potencialize E-commerce, mostra que as vendas do primeiro semestre de 2020 cresceram 145%.

Se você não faz parte de uma dessas empresas, está se perguntando se deveria ter começado a se preparar no passado? A resposta é sim, deveria. Mas a pergunta mais importante é se ainda dá tempo de começar? E a resposta é um grande SIM. Desde o início da pandemia mais de 125 mil lojas aderiram às vendas pelo e-commerce. Os dados são da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico.

Mas como vou fazer isso? A resposta é: pare de tentar vender. Os consumidores estão cada vez mais seletivos e cansados de empresas que só querem vender, sem criar valor em suas vidas e gerar relacionamento. O primeiro passo da transformação é ter presença online. Publique conteúdos interessantes que expliquem por que seu produto é valioso e como você pode gerar valor na vida das pessoas e na sua comunidade. Criou um conteúdo de valor? Agora pague para que as pessoas vejam esse conteúdo.

A principal reclamação que recebemos das empresas nas redes sociais é “eu tenho muitos mil seguidores, mas as redes só estão entregando meu conteúdo para uma porcentagem muito baixa dos meus clientes”. As redes sociais são gratuitas, elas não têm um contrato com sua empresa dizendo que vão mostrar seu conteúdo para todos. As plataformas digitais estão preocupadas com a Experiência do consumidor e em lucrar, pois são empresas como as nossas.

Isso significa que seu negócio vai ter que comprar mídia, pagar para ser visto. Exatamente da mesma forma que você investe em panfletos, adesivos, rádio ou até mesmo em televisão. Isso mesmo! Fazer anúncios pagos dentro das redes sociais que forem mais estratégicas para o seu negócio para alcançar cada vez mais pessoas, e se o seu conteúdo for interessante impactar e gerar relacionamento.

É importante entender aqui que a atenção do cliente vale ouro. Eu estava assistindo o vídeo de uma empresa no youtube que me ensinava a escolher o melhor óculos para o formato do meu rosto. Dediquei seis minutos do meu tempo ao conteúdo. Um tempo que eu poderia estar assistido a um telejornal ou um programa de TV qualquer. Então sim, o varejista está competindo com a globo e outros concorrentes pela atenção do cliente.

Dedicar tempo para gerar relacionamento com clientes é essencial. Gerar valor para as pessoas que consomem os seus produtos é vital. Dessa forma, quando você parar de tentar vender e ter como objetivo principal a solucionar problemas do cliente, a venda virá como uma etapa natural do processo.

Eberth Motta é diretor da CDL Jovem de Goiânia

Compartilhe:
Relacionadas
Empreendedorismo Jovem

Coordenadores das CDLs Jovem se reúnem em Brasília

A reunião contou a presença de 35 coordenadores nacional e estaduais e membros de CDLs Jovens nos municípios e ocorreu junto com o V Fórum Nacional do Comércio. Compartilhe:
Empreendedorismo Jovem

Pequenos negócios podem aumentar as vendas com as Lives de Comércio

Segundo dados da empresa Green Proposition FZE, somente através do Live Commerce, a China fechou o ano de 2020 com um faturamento total de 220 milhões de dólares, um crescimento de 19% em relação a 2019. Compartilhe:
Empreendedorismo Jovem

12 mil lojistas participaram do Dia Livre de Impostos 2021

Em 2021, o DLI contou com a adesão de 12 mil lojas em 22 estados e o Distrito Federal. Mais de 15 mil pessoas assinaram ao manifesto online, pedindo pela redução da carga e da complexidade tributária. O site da campanha teve 1 milhão de acessos só ontem (27), dia nacional da mobilização, mas ao longo de maio, quase 2 milhões de pessoas (35% entre 25 e 34 anos) visitaram a webpage para conhecer os produtos livres de impostos. Ao todo, foram cadastrados na plataforma 1672 produtos em mais de 15 categorias. Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.