Integra CNDL

Em Guanambi, o comércio moderno colabora para o crescimento da cidade

No CDL em Todo lugar desta semana, você conhece a CDL Guanambi (BA), entidade que atua em defesa do varejo

Sede da CDL Guanambi, que conta com 230 associados
Foto: divulgação/CDL Guanambi

Guanambi, na Bahia, é uma cidade que gira em torno do comércio. O município conta com estabelecimentos modernos, organizados e arrojados, afirma Alvisa Prates Mendes, presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Guanambi e terceira vice-presidente da Federação da Câmara de Dirigentes Lojistas da Bahia (FCDL-BA). De acordo com ela, as lojas são muito bem-acabadas, devido ao bom gosto e ao refinamento da população.

“As lojas de Guanambi não perdem em nada para lojas de shoppings de grandes cidades que já visitei”, conta a presidente da CDL Guanambi.

A entidade tem um papel importante para manter o comércio local moderno, trazendo soluções apresentadas, anualmente, na Retail’s Big Show, evento realizado pela National Retail Federation (NRF) em Nova Iorque, nos Estados Unidos, e em outras feiras ao redor do mundo. Segundo Alvisa Mendes, que esteve na 56ª Convenção Nacional do Comércio Lojista (CNCL), realizada pela Confederação de Dirigentes Lojistas (CNDL) em maio deste ano em Campos do Jordão, as CNCLs também são essenciais para trazer inovação para o comércio local.

“Participei de todas as convenções nacionais e estaduais nos meus 23 anos como parte do Sistema CNDL, e acompanhar estes eventos faz toda a diferença para uma mentalidade conectada com o que há de mais moderno no mercado”, destaca a presidente da CDL Guanambi.

A entidade também tem parceria com o Sebrae e o Senai a fim de proporcionar aos 230 associados cursos e palestras. As qualificações acontecem na sede da CDL Guanambi, um espaço novo com ambiente para reuniões, salas para os parceiros e auditório para os eventos.

“Fizemos essa sede, um espaço moderno, para cobrir todas as necessidades que uma instituição como a CDL requer”, diz Alvisa Mendes.

Vista aérea da cidade de Guanambi, no interior da Bahia
Foto: divulgação/CDL Guanambi

São João
O grande assunto do momento em Guanambi é a festa de São João, e os comerciantes já se prepararam para faturar com o evento. Estima-se que as vendas para a festividade deste ano já ultrapassaram em 60% à movimentação dos dois últimos anos, no período, que viu os negócios encolherem devido às restrições da pandemia.

Com as festividades de São João, ganha força a comercialização de vestuário e acessórios e de comidas típicas, o que gera uma boa fonte de receita para os varejistas. No fim de semana da festa, Guanambi recebe visitantes de várias cidades vizinhas para as celebrações, aumentando as vendas e o faturamento dos negócios guanambienses.

“O povo é muito festeiro. A gente está na Bahia, e quando bate a tampa do tambor, vira uma grande festa. Após dois anos de pandemia, parece que é o último São João que vai acontecer. Estão todos muito animados”, conta a presidente da CDL.

Economia local
Nos anos recentes, a cidade tem registrado crescimento, o que beneficia o comércio. E Alguns fatores colaboram para o desenvolvimento local: a presença de três faculdades (UniFG, Uneb e Fip) atrai novos moradores para a cidade; e Guanambi passou a ser abastecida pelo Rio São Francisco, localizado a 100km do município.

“O Rio São Francisco melhorou muito a vida local. A nossa barragem já não atendia a demanda da população, e precisávamos ficar com racionamento durante todo o dia. Isso acabou”, conta a dirigente lojista, lembrando ainda que a dificuldade de abastecimento e a falta de chuvas derrubou dois importantes setores para a economia local: agricultura e pecuária.

“Já fomos conhecidos como a capital do Ouro Branco, porque produzíamos muito algodão, mas a infestação de uma praga destruiu tudo. Já a pecuária foi bastante afetada pela questão das chuvas e do pouco incentivo aos produtores rurais”, explica Alvisa Mendes.

No momento, o intuito da CDL Guanambi é fortalecer o lojista local e conscientizá-los sobre a necessidade de planejar e investir para depois colher os frutos.

“As pessoas não gostam de coisas morosas e questões burocráticas. A gente tenta mostrar que tendo um objetivo e sabendo esperar, planejar e buscar, os resultados vêm, e vêm melhores”, pondera a dirigente lojista.

Compartilhe:
Relacionadas
Integra CNDL

Convenção de Comércio e Serviços aborda inovação e tecnologia

Com o tema “Future-se”, especialistas da área irão abordar tópicos como economia, sustentabilidade, transformação digital, vendas, inovação, cenário econômico e sucessão familiar ao longo. Compartilhe:
Integra CNDL

CNDL e FCDL SC reúnem mais de 200 líderes empresariais em Florianópolis

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e a Federação (FCDL SC) realizaram na manhã de hoje (30), em Florianópolis, o segundo… Compartilhe:
Integra CNDL

CDL/BH celebra 62 anos com um objetivo: fazer de BH o melhor lugar para se empreender e viver

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) completa hoje, dia 28 de junho, 62 anos de vida A entidade chega à nova idade com novidades e um propósito: fazer da capital o melhor para se viver e empreender. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.