Economia e Finanças

Empreendedores negros têm mais crédito negado

Enquanto 57% dos empreendedores brancos que recorrem a um empréstimo conseguem ter uma resposta positiva das instituições financeiras, entre os negros, essa proporção cai para 44%, de acordo com a 11ª edição da Pesquisa de Impacto da Pandemia do Coronavírus nas Micro e Pequenas Empresas, realizada pelo Sebrae em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Essa realidade ocorre, apesar do número de empresários negros que pediram empréstimos ter sido superior ao de empreendedores brancos.

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, destaca que os empreendedores negros também estão um pouco mais endividados que os brancos e que as perdas de faturamento foram igualmente piores entre os negros, o que pode justificar parte dessa recusa dos bancos. “Enquanto 43% dos negros que são donos de pequenos negócios estão com dívidas e empréstimos atrasados, entre os brancos esse percentual cai para 32%. Essa pode ser uma das justificativas para uma maior recusa de crédito para esse público”, pontua o presidente do Sebrae.

A pesquisa ainda detectou que as perdas de faturamento são piores entre os empreendedores negros: 81% deles alegam ter tido perda de faturamento. Já entre os empreendedores brancos, essa proporção cai para 77%, apesar de ambos terem tido um valor de redução de vendas muito próximos a 50%. “Os empreendedores negros têm uma menor escolaridade, estão há menos tempo no empreendedorismo, atuam em atividades que não exigem muita qualificação e preparo e 70% são microempreendedores individuais, o que acaba afetando mais fortemente o desempenho desses pequenos negócios”, observa Melles.

Outro fator que preocupa ainda mais a sobrevivência desse perfil de empreendedores é que 77% dos negros dependem da empresa para sobreviver e o rendimento dos últimos 12 meses não foi suficiente para manter os gastos da família, para 69% dos entrevistados. Entre os brancos, os números são um pouco melhores: 65% estão conseguindo se manter apenas com os recursos recebidos da empresa que possuem. Esse dado explica o fato de que 58% dos empreendedores negros estão aflitos com o futuro da empresa, contra 55% dos brancos.

Compartilhe:
Relacionadas
Economia e Finanças

Pix chega a 73 milhões de transações financeiras em um dia

No dia 6 de maio, uma sexta-feira, o serviço de transferências de dinheiro Pix bateu recorde de transações num único dia: foram 73.198.432 operações em 24 horas, segundo dados do Banco Central. Trata-se de um crescimento aproximado de 10 milhões de transações no comparativo com o recorde anterior, do dia 7 de abril deste ano. Para o especialista em regulação José Luiz Rodrigues, essa é uma certeza de que o Pix está sendo fundamental para que a sociedade evolua cada vez mais para hábitos digitais no cenário financeiro. Compartilhe:
Economia e Finanças

Principais datas do varejo para lojistas e consumidores

Para ajudar no planejamento, tanto dos consumidores, quanto dos varejistas, listamos as principais datas do varejo brasileiro que ainda irão acontecer em 2022. Compartilhe:
Economia e Finanças

Para 83% dos bares e restaurantes, inflação é o maior desafio do setor em 2022

Nem mesmo a melhora dos índices da pandemia e a flexibilização das regras de combate à Covid-19 por estados e municípios em todo o país têm melhorado de maneira consistente o ambiente de negócios de bares, restaurantes, lanchonetes, café e toda a cadeia do food service. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.