Pesquisas

53% dos consumidores pretendem usar roupa nova no Réveillon

LLevantamento realizado em parceria com a Offer Wise Pesquisas mostra que média de gastos com a virada do ano deverá ser de R$ 292.

A virada do ano é um momento bastante aguardado pelas pessoas. Passado o período de Natal, o comércio se prepara para atender os consumidores que pretendem manter a tradição de passar a virada do ano com alguma peça de roupa nova. Um levantamento feito em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offer Wise Pesquisas, revela que mais da metade (53%) dos consumidores pretende comprar alguma peça de roupa, sapatos ou acessórios para festejar a chegada de 2021, o gasto médio com estes itens será de R$ 242.

Para os supersticiosos, a cor da roupa também é um detalhe que será levado em consideração nas comemorações da virada. 42% dos entrevistados pretendem usar branco no réveillon. O amarelo, que para muitos simboliza dinheiro, será opção de 6% das pessoas, seguido pelo azul (5%), vermelho (3%) e preto (3%).

As simpatias de Ano Novo também não ficaram de fora para 33% dos entrevistados, principalmente para ganhar mais dinheiro (14%), conseguir um emprego (7%) e encontrar ou manter um amor (6%).

O levantamento aponta ainda que 38% dos entrevistados pretendem festejar em casa, um aumento de 10 pontos percentuais em relação ao ano passado, enquanto 10% pretendem viajar, (especialmente as classes A/B), e 10% planejam passar a virada na casa dos pais. Os gastos com as compras e celebrações do Réveillon, como viagens ou ceia, deverão ser, em média, de R$ 292. “Mesmo com a pandemia, o brasileiro vai comemorar a passagem de ano e manter a tradição de passar a virada com uma peça de roupa nova. Os dias seguintes ao Natal são um período em que muitos consumidores realizam a troca de presentes e o comércio aproveita o momento para atrair novas vendas”, explica o presidente da CNDL, José César da Costa.

Compartilhe:
Relacionadas
Pesquisas

Agilidade e comodidade são as principais razões para os brasileiros utilizarem o carro

Entre aqueles que utilizam os transportes particulares com mais frequência no dia a dia, o principal motivo mencionado foi a agilidade, citada por 42%. Percentual parecido mencionou ainda a comodidade (40%). Compartilhe:
Pesquisas

População dos grandes centros perde em média 21 dias do ano no trânsito

Levantamento aponta que moradores de grandes centros utilizam em média 2,5 conduções diariamente. Tarifa, segurança e conforto são os itens com pior avaliação. 43% afirmam ter medo de usar o transporte público após a pandemia. Compartilhe:
Pesquisas

92 milhões de brasileiros devem presentear no Dia dos Namorados 2022

Data tem potencial de movimentar R$ 18,06 bi no comércio. Esposos (as) são maioria no ranking dos presenteados. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.