Brasília 40°

Hora de atualizar o sistema

A certificação digital no Brasil foi criada pela Medida Provisória (MP) 2.002-2/2001 para garantir a autenticidade, integridade e validade jurídica de documentos em forma eletrônica. No entanto, desde que foi aprovada, a norma nunca passou por uma atualização.

O deputado Edio Lopes (PR-RR) é relator do Projeto de Lei (PL) nº 7.316/2002, que busca trazer nova regulação ao tema. A revista Varejo s.a. conversou com o parlamentar para entender o teor do projeto. Confira!

Como está o Brasil no campo da certificação digital?

O Brasil possui uma Infraestrutura de Chaves Públicas (ICP), que é considerada uma das mais seguras e confiáveis do mundo. No entanto, ela está um pouco atrasada em relação aos aspectos técnicos.

Qual é a importância de discutir a certificação digital neste momento?

A certificação digital torna as relações nos setores públicos e privados mais céleres, confiáveis e baratas. O governo caminha nesse sentido e esse é o momento certo para fomentar a desburocratização e agilizar os processos.

Qual novidade o PL nº 7.316/2002 traz para o atual cenário de certificação digital?
A legislação brasileira de assinatura eletrônica precisa se adequar a termos como internet das coisas, inteligência artificial, blockchain e até computação quântica, que estarão cada vez mais presentes no nosso mundo. Esse é o principal sentido do PL.

Outro aspecto é o ajuste da nossa legislação à europeia, asiática e do Mercosul, o que vai facilitar tratados e transações de comércio exterior.

Qual será o impacto do PL para o cidadão comum?

A segurança de dados, a desburocratização e a digitalização dos serviços públicos e privados. O cidadão não perderá mais tempo com serviços físicos do balcão.

Como o PL trata da questão da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)?

A lei que iremos propor será a única totalmente adequada ao texto atual da LGPD. Ela entrega ao cidadão o controle exclusivo dos seus dados. Isso vem do próprio uso da tecnologia de certificação. Só o titular de um certificado terá o controle exclusivo do seu dispositivo.

Compartilhe:
Relacionadas
Brasília 40°

Câmara aprova MP que amplia beneficiários e margem do crédito consignado

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (29) a medida provisória que aumenta o limite de crédito consignado para a maioria dos assalariados brasileiros e autoriza esta modalidade de empréstimo aos que recebem Benefício de Prestação Continuada (BPC), Renda Mensal Vitalícia (RMC) e Auxílio Brasil. A MP segue agora para o Senado. Compartilhe:
Brasília 40°

Bolsonaro sanciona lei que limita ICMS de combustíveis, mas veta compensação a estados

O presidente Jair Bolsonaro sancionou o projeto de lei que limita a aplicação de alíquotas de ICMS para combustíveis, gás natural, energia elétrica, comunicações e transporte coletivo. A proposta classifica esses setores como essenciais e indispensáveis. Compartilhe:
Brasília 40°

Promulgada lei que ajusta regras de cobrança de PIS/Pasep e Cofins sobre etanol

Nova lei é oriunda da Medida Provisória 1100/22, publicada pelo Executivo em fevereiro e aprovada pelo Congresso neste mês. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.