Opinião

Nas paredes da memória

[sc name=”legenda-foto-nome” nome=”Bráulio Bessa” texto=”Empreendedor Cultural”]
[sc name=”img-post-app” caminho=”http://revistavarejosa.com.br/wp-content/uploads/2016/10/2-coluna-braulio.jpg” ]

As paredes de uma casa nordestina nunca estão vazias. Mais do que servir à separação dos vãos da casa, uma parede nordestina é lugar para exibir e afirmar a cultura da gente do Nordeste.

Dentre os tantos objetos que se afixam nessa parede da memória, não pode faltar uma fotografia trabalhada e pincelada pelas mãos de um retratista. Muitas vezes, porém, o que se vê no retrato nem sempre é o que se vê na realidade e no cotidiano. Na pintura do retratista, as mãos calejadas do agricultor e suas vestes sertanejas dão lugar ao terno e à gravata de gente grã-fina. Júlio Santos, retratista do interior do Ceará, explica que, ao encomendar uma foto ao retratista, o sertanejo deseja ver-se melhorado.

Melhorar, aliás, é a essência da arte dos retratistas. Por vezes, a foto que lhe serve de parâmetro para a produção da fotopintura vem corroída, desbotada e desgastada por aquele que é especialista em envelhecer tudo e todos: o tempo.

[blockquote author=”” link=”” target=”_blank”]Ao encomendar uma foto ao retratista, o sertanejo deseja ver-se melhorado.[/blockquote]

O retratista é um algoz do tempo. Combate contra sua força. É uma peleja longa, que perdura por muitas semanas: pinta-se aqui, corrige-se acolá, refaz-se um queixo, inventa-se um olho, revigora-se a cor da pele…

Quando o retrato fica pronto e chega, lá nos rincões desse imenso sertão, à mão do nordestino, seu coração se enche de orgulho ao pendurá-lo na parede de sua casa.

[sc name=”img-post-app” caminho=”http://revistavarejosa.com.br/wp-content/uploads/2016/10/2-coluna-braulio_retratista.jpg” ]

Relacionadas
Opinião

A importância de canais efetivos de atendimento

Para aproximar os consumidores de sua loja, é preciso encontrar estratégias que estabeleçam um vínculo com o comprador e o levem a “voltar sempre”, da mesma maneira que costumam fazer no comércio tradicional. Uma delas é ter um Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC).
Opinião

Como o Banking as a Service pode impulsionar ainda mais o varejo?

Empresas de diferentes setores estão acoplando e oferecendo serviços financeiros a seus clientes. Não é um movimento recente, mas está se consolidando em diversos segmentos – a começar pelo varejo.
Opinião

Emissão de nota fiscal pelo Portal do Simples: facilitação ou amarração?

O que parece ser uma facilidade, pode se transformar em problema, pois o procedimento a ser adotado, a partir de janeiro próximo, será mais uma forma de cruzamento de dados, juntamente com a e-Financeira, obrigação acessória dos bancos que fornecem dados da movimentação financeira total dos correntistas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.