Tendências e Inovação

NRF 2022: As tecnologias que prometem revolucionar o varejo

Regiane Romano, fundadora da Vip-Systems, apresenta tecnologias expostas na NRF 2022 (Foto: Aiana Freitas/Mercado&Consumo)

Tecnologias que facilitam o pagamento para o consumidor ao mesmo tempo em que permitem que o varejista faça um controle de estoque em tempo real são alguns dos destaques da parte expositiva do Retail’s Big Show, o maior evento de varejo do mundo. A Mercado&Consumo acompanhou uma visita guiada aos estandes da feira com Regiane Romano, fundadora da Vip-Systems, para conhecer o que promete revolucionar o consumo. “As tecnologias que estão expostas já estavam por aqui os outros anos, mas agora são mais ‘pé no chão’”, comenta Regiane.

A Mercado&Consumo embarcou para Nova York, nos Estados Unidos, junto com a delegação da Gouvêa Experience para a NRF 2022, e faz uma cobertura especial do evento.

A Glory leva à feira uma série de soluções de automação de caixas. Uma delas é o self-checkout que aceita dinheiro como meio de pagamento. “Hoje, 99% dos self-checkouts funcionam com cartão porque existe a dificuldade de se oferecer troco. Um self-checkout que aceita dinheiro é interessante para regiões como o Nordeste do Brasil, por exemplo.”

O Grupo Digi/Teraoka expõe impressoras, balanças, sistemas POS, soluções de checkout móvel e etiquetas eletrônicas, entre outras tecnologias. Um dos destaques da empresa na NRF de 2022 é uma máquina que facilita a compra de produtos a granel, que podem ser coletados e pesados pelo próprio cliente.

Outro equipamento tem câmeras que identificam o tipo de fruta, verdura ou legume escolhido pelo consumidor, faz a pesagem e imprime a etiqueta com o preço. O pagamento também pode ser feito no mesmo local. “Quanto menos atrito, melhor. As pessoas não aguentam mais esperar na fila”, destaca Regiane Romano.

A Mainetti expõe na NRF de 2022 suas tecnologias relacionadas às etiquetas de identificação por radiofrequência (RFID), como pequenos leitores que ajudam os lojistas a controlar o estoque. No estande da sul-coreana Rainus, estão sensores que medem a temperatura e a umidade do ambiente e indicam se existe uma geladeira aberta ou se o ar-condicionado está ligado, por exemplo.

Robô monitora estoque e limpa o chão
Uma grande atração da feira é o grande robô autônomo da Brain Corp. Ao mesmo tempo em percorre a loja fazendo um inventário do estoque por meio de câmeras embarcadas, ele promove uma limpeza geral do piso. É o uso da tecnologia para facilitar a vida dos varejistas em vários aspectos e ao mesmo tempo.

Telas da Nec também são usados para monitoramento de estoque e do posicionamento do produto na prateleira. “Dessa forma, é possível fazer o planograma da loja. Os computadores mostram, até, movimentos como o de consumidores que pegaram o produto na mão e devolveram, permitindo uma série de ‘imputs’ de dados que vão para o BI e depois vão suportar a tomada de decisão”, analisa Regiane.

No estande da Jabil, uma versão moderna e gigante de vending machine agrega vários serviços. De um lado, existe uma tela que analisa o comportamento e o perfil do consumidor; do outro, ele pode fazer a compra em si, escolhendo o produto e provando-o virtualmente. Finalmente, outra parte da máquina tem dispenser de produtos – que pode ser usado tanto por quem fez a compra na loja naquele momento quanto por quem comprou online e optou por buscar na máquina depois.

A Opticon apresenta tecnologias de leitura de código de barras, sinalização digital e rotulagem eletrônica de prateleira (ESL). O sistema de ESL da empresa possui telas baseadas em papel eletrônico e é altamente personalizável e escalável, pois possui administração centralizada de todos os dispositivos.

Regiane Romano destaca um equipamento que possibilita que, com um só cartão, ou com o próprio celular, o consumidor selecione os produtos que vai comprar e faça o pagamento – tudo por aproximação, por causa da tecnologia NFD (Near Field Communication), e depois receba tudo em casa. Máquinas como essas, destaca ela, podem ser colocadas em locais de grande passagem, como estações de trem e terminais de ônibus.

Fonte: Mercado&Consumo

Relacionadas
Tendências e Inovação

Guru das megatendências aponta as 5 tendências para o varejo nos próximos anos

Rohit Bhargava fala sobre como as mudanças de comportamento trazidas pela pandemia continuarão impactando as empresas.
Tendências e Inovação

Robôs e diversificação de cadeia são tendências para o setor de logística

O levantamento foi feito pela DHL e divulgado para auxiliar na jornada de transformação dos negócios.
Tendências e Inovação

Com o Google Cloud, Pernambucanas aprimora a recomendação de produtos

Tecnologias do Google Cloud possibilitaram à Pernambucanas obter maior governança sobre seus servidores e maior controle de gastos sobre cada aplicação de TI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.