Sem Categoria

O Natal do otimismo

Sem Categoria

O Natal do otimismo

Com a recuperação gradual da economia, o consumidor vai às compras no fim do ano e deverá redimir o resultado tímido do varejo em 2017

A recuperação da economia brasileira vem ocorrendo lenta e gradualmente, desde o primeiro trimestre de 2017. Embora a recessão tenha ficado para trás, ainda há um longo caminho a ser percorrido para um completo restabelecimento. Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, a atividade econômica teria de crescer 4,3% a partir de 2019 para retornar ao nível de 2014, quando o ciclo recessivo começou. No entanto, varejistas e consumidores parecem tomados pelo otimismo típico do clima das festas de fim de ano.

 

O ano de 2017 chega ao fim com uma alta expectativa no aumento das vendas. Segundo pesquisa recente do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), depois de três anos com vendas em queda, 39% dos comerciantes brasileiros esperam que a situação reverta-se no fim deste ano.

 

Só as compras de Natal devem movimentar R$ 51,2 bilhões, um aumento de 2,4% em comparação com o mesmo período de 2016. Há também a expectativa de que o faturamento cresça cerca de 1% em relação ao mesmo período do ano passado. O estudo ainda aponta que 110,8 milhões de consumidores pretendem presentear em dezembro, contra 107,6 milhões em 2016.

 

Presentes mais baratos

 

Apesar do otimismo, o brasileiro deve manter os pés no chão. A pesquisa evidencia que, neste Natal, a prioridade será dada a produtos mais baratos. Em média, o consumidor deverá comprar entre quatro e cinco presentes e o valor médio de cada item será de R$ 104 – cifra ligeiramente inferior a 2016, quando era de R$ 110.

 

Assim como em anos anteriores, as roupas estão no topo do ranking dos produtos mais visados (56%), seguidas por brinquedos (43%), perfumes e cosméticos (32%), calçados (31%) e acessórios (24%).

 

Internet: aliada do consumidor

 

Além de gastar menos, em 2017, o consumidor parece mais disposto a pesquisar preços antes de gastar e sua principal aliada será a internet. Oitenta e três por cento dos compradores ouvidos pela pesquisa afirmam que vão comparar valores antes de fechar negócio e a internet, citada por 76%, será a principal aliada nessa tarefa.

 

As lojas on-line também se destacam, aparecendo pela primeira vez desde que a pesquisa começou a ser realizada. Elas, inclusive, ultrapassam os shopping centers como local de maior concentração das compras de Natal – segundo o estudo, quatro em cada dez compras serão feitas pela web.

 

SPC Brasil: aliado do lojista e do consumidor

Os dados da pesquisa demonstram que, desde 2014, o Natal nunca pareceu tão promissor – além de um resultado positivo para o comércio, parece trazer consigo a esperança de um 2018 com a economia mais aquecida. Para o lojista, este é o momento de contornar o resultado tímido observado ao longo do ano.

Para tanto, conte com as soluções de análise de crédito do SPC Brasil. Com elas, você faz consultas ricas, que permitem conhecer em detalhes a situação atual do seu cliente, vender mais e receber com segurança. Com a Renda Presumida, por exemplo, é possível realizar um cálculo aproximado dos rendimentos do consumidor e, com o Score de Crédito, o lojista pode prever se seu cliente pode vir a ficar inadimplente no futuro.

Para saber mais e adquirir as soluções de análise de crédito do SPC Brasil – e conhecer outros produtos, que englobam todas as fases do ciclo de negócios –, é preciso se associar ao Sistema CNDL por meio de uma das entidades espalhadas por todo o país, como as Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDLs) ou demais representações locais. Para tanto, acesse o site do SPC Brasil: www.spcbrasil.org.br/associados/seja-um-associado

Relacionadas
Sem Categoria

Teste de postagem site Varejo S.A

A grande maioria dos consumidores (78%) pretende pagar o presente à vista, principalmente no PIX (29%), dinheiro (25%), no cartão de débito…
Sem Categoria

Hoje é o Dia Internacional da Proteção de Dados

*Cristiane Manzueto e Rodrigo Leal Embora privacidade e proteção de dados estejam, atualmente, no centro das atenções por conta do avanço das…
Sem Categoria

Hauly e José César discutem a Reforma Tributária

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) promoverá, nesta quarta-feira (2), às 16h, uma conversa entre o consultor tributário e economista, Luiz…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.