Fatos e Dados

Pelo menos 20 capitais e o Distrito Federal já flexibilizaram uso de máscaras

Ao menos 20 capitais e o Distrito Federal já tornaram o uso de máscaras facultativo, segundo levantamento da CNN Brasil. Em oito delas, o uso do equipamento deixa de ser obrigatório tanto em ambiente abertos quanto em ambientes fechados. Nas outras 13 cidades, a flexibilização vale somente em espaços abertos.

São Paulo, Rio de Janeiro, Natal, Maceió, Porto Velho, Florianópolis, Porto Alegre e Distrito Federal tornaram o uso de máscaras opcional em qualquer ambiente. Já Belo Horizonte, Cuiabá, São Luís, Boa Vista, Macapá, Campo Grande, Vitória, Teresina, Rio Branco, Manaus, Goiânia, Curitiba e João Pessoa adotaram a flexibilização apenas ao ar livre.

Das seis capitais que mantêm a obrigatoriedade do equipamento de proteção, Fortaleza deve flexibilizar o uso a partir da próxima segunda-feira (21).

A decisão de desobrigar o uso de máscaras ainda não é consenso na comunidade científica. Em boletim divulgado no último dia 11, pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) afirmam que é necessário prudência na adoção de medidas semelhantes.

“Flexibilizar medidas como o distanciamento físico ou o abandono do uso de máscaras de forma irrestrita colabora para um possível aumento de casos, internações e óbitos, e não nos protege de uma nova onda”, afirma o boletim.

Para o infectologista e pesquisador da Fiocruz Julio Croda, em entrevista à CNN, os “indicadores epidemiológicos permitem a flexibilização, mas é bom comunicar adequadamente com a população, e informar, se for necessário. Se tiver impacto sob o serviço de saúde talvez a medida tenha que voltar para preservar os leitos hospitalares”.

Estados
Pelo menos 16 estados tornaram o uso de máscara facultativo, segundo levantamento da CNN. De acordo com os dados, oito estados desobrigaram o uso em lugares abertos e fechados: Rio de Janeiro, Santa Catarina, Mato Grosso, Minas Gerais, Rondônia, Alagoas, Maranhão, São Paulo e o Distrito Federal.

Os outros oito estados tornaram o uso facultativo apenas em lugares abertos: Mato Grosso do Sul, Goiás, Amazonas, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Acre, Paraná e Rio Grande do Sul.

Fonte: CNN Brasil

Compartilhe:
Relacionadas
Fatos e Dados

Universidade Ancar Ivanhoe abre inscrições para cursos gratuitos voltados para varejo

A UAI conta com uma experiência 100% digital de fácil acesso, além de conteúdos interativos desenvolvidos por especialistas do ramo. Compartilhe:
Fatos e Dados

Serviços estão 5,4% acima do nível pré-pandemia, mostra IBGE

A queda de 0,2% no volume de serviços prestados no País em fevereiro ante janeiro fez o setor de serviços funcionar em patamar 5,4% superior ao de fevereiro de 2020, antes do agravamento da crise sanitária no País. Em janeiro, os serviços estavam 5,6% acima do pré-covid. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Compartilhe:
Fatos e Dados

Três a cada cinco brasileiros temem o vazamento de dados em compras on-line

De acordo com levantamento realizado pela PSafe, empresa de segurança digital da América Latina, e divulgado no portal da CNN, três a cada cinco brasileiros têm medo de ter os seus dados vazados ao realizarem compras na internet. Das pessoas consultadas (mais de 8.600), 59% apontaram o vazamento de dados como sendo um medo real nessas transações. Além disso, também foi mencionado como alarmante o roubo de dados bancários (52%) – os respondentes podiam escolher mais de uma opção. Na sequência, estão como principais preocupações ter o cartão clonado (48%) e o não recebimento de produtos (48%). Apenas 4,5% relataram não ter nenhum tipo de receio. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.