Empreendedorismo Jovem

Pequenos negócios podem aumentar as vendas com as Lives de Comércio

Por Eberth Motta*

As relações pessoais passaram por transformações nos últimos anos. Pessoas optam cada vez mais por comprar através de sites e aplicativos, de forma simples e rápida, sem o contato humano. Mas será mesmo, que elas querem comprar sem ter contato com outra pessoa? Ou o ideal seria proporcionar a experiência tradicional, de ser recebido por um vendedor na loja, com a facilidade do digital, onde podemos consumir rapidamente e de qualquer lugar?

A China é o país que vem liderando o comércio mundial e parece já ter descoberto uma estratégia para associar tecnologia com a humanização das relações. As lives de comércio começaram a acontecer no país em 2017. Segundo dados da empresa Green Proposition FZE, somente através desta estratégia de venda o país fechou o ano de 2020 com um faturamento total de 220 milhões de dólares, um crescimento de 19% em relação a 2019.

As lives de comércio são transmissões ao vivo, feitas por empresas onde mostram seus produtos e enquanto isso fazem ofertas para o público, que pode interagir e tirar suas dúvidas. O comum é que durante a live uma pessoa apresente e até experimente o produto. Muitas vezes famosos ou influenciadores digitais são convidados para apresentar, trazendo o toque de pessoalidade à venda.

No Brasil, marcas famosas como Riachuelo, Americanas, Arezzo, Chilli Beans e Rappi já iniciaram testes e realizaram Lives com sucesso de vendas. Pode-se dizer, que ainda estamos em versão beta, o mercado brasileiro está em testes e encontrando as melhores formas de aplicar essa estratégia de venda, que está tão consolidada no mercado Chinês.

Um ponto chave para a grande adesão a esse formato de venda é que ele é totalmente aplicável para micro, pequenas e médias empresas. Existem diversas plataformas gratuitas como Instagram, Facebook e Youtube onde as marcas podem realizar suas Lives de Comércio. Ou podem ir além, já existem plataformas de transmissão, as quais o cliente consegue realizar a compra ali mesmo, sem ter que ser direcionado para outro site ou atendimento por Whatsapp, por exemplo.

Segundo uma pesquisa da empresa App Annie, o brasileiro é a nacionalidade que mais passa tempo no seu smartphone no mundo. Logo, as empresas têm que se adaptar ao comportamento do consumidor e usar os canais de venda onde o seu cliente está.

Dessa forma, as Lives de comércios se mostram como uma tendência que veio para ficar e que será amplamente aplicada em nosso país.

*Eberth Motta é especialista em Gestão Comercial, pela Fundação Getúlio Vargas, e estrategista de negócios digitais e possui formação em times inovadores pelo MIT.

Compartilhe:
Relacionadas
Empreendedorismo Jovem

Dia Livre de Impostos acontece dia 2 de junho em todo o país

Brasil é o 2º país que mais cobra imposto das empresas no mundo, segundo levantamento da plataforma CupomVálido. Compartilhe:
Empreendedorismo Jovem

CNDL e CDL Jovem lançam novo site do DLI

O lançamento ocorreu em evento online, que deu início à campanha da 16ª edição do Dia Livre de Impostos (DLI), que este acontece no dia 02/06. Compartilhe:
Empreendedorismo Jovem

Remarcada a live de lançamento do novo site do DLI

A live de apresentação do novo site do Dia Livre de Impostos (DLI) foi remarcada para a próxima segunda-feira (18), às 16h, no canal da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) no Youtube. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.