Tendências e Inovação

Saiba como escolher a sua plataforma no metaverso

Por Tatiany Melecchi*

Vivemos mudanças significativas na forma como trabalhamos nos últimos dois anos. Alguns de nós se acostumaram a trabalhar em casa – desenvolvendo um melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal, experimentando novos layouts de monitores, encontrando os sapatos perfeitos para ficar sentados diante de nossas mesas o dia todo, na companhia do seu cãozinho, assistindo vídeos do TikTok entre as reuniões, almoçando com a esposa ou o marido, tendo tempo de pegar e levar os filhos na escola.

Outros têm trabalhado mais horas, demolindo qualquer equilíbrio entre vida profissional e pessoal que pensavam existir, estão estressados, exaustos e alguns não aguentaram a solidão das suas casas e toda carga de trabalho e por isso decidiram buscar alternativas de trabalho ou vida.

Independentemente de como você vivenciou o trabalho ultimamente, definitivamente ainda não está preparado para o que está por vir: colocar um fone de ouvido, óculos, sensores e trabalhar em um ambiente de realidade virtual.

A maioria ainda está atrasada e não realizará reuniões obrigatórias no metaverso de Mark Zuckerburg, mas os espaços de trabalho de realidade virtual podem estar prestes a se tornar mais comuns. Embora a ideia de passar ainda mais tempo conectado a uma tela pareça um pouco distópica, existem, sim, algumas vantagens.

Há excelentes espaços de trabalho virtuais que trazem um pouco mais de personalidade às reuniões do que o Zoom e novas ferramentas que permitem que você pense fora da caixa com um pouco mais de frequência.

Esteja você entusiasmado, com a chamada próxima plataforma de computação, ou apenas procurando aprimorar seu trabalho com algumas ferramentas digitais elegantes, existem algumas experiências de realidade virtual que vão te surpreender.

E, para facilitar a sua entrada de vez neste universo promisso, separei algumas plataformas que já estão parcialmente prontas e esperando pelo seu acesso. São elas:

Horizon Woorkroons
Horizon Workrooms (beta) é o espaço na realidade virtual para as equipes se conectarem, colaborarem e desenvolverem ideias. Permite que colegas se reúnam em uma sala virtual mesmo estando em outro lugar do mundo.

Plataformas disponíveis: Meta Quest 2.

MeetinVR
Contempla diversos espaços de trabalho. Há salas disponíveis para pequenas reuniões de equipe, teleconferências maiores e até apresentações para toda a empresa. O desempenho parece um pouco mais instável do que as visualizações do Horizon Workroom. Um detalhe importante desta versão: você só tem a visualização dos ombros para cima e a visão das mãos de cada participante, mas ainda atende às expectativas de produtividade e conexão remota.

Os recursos básicos do MeetinVR estão disponíveis gratuitamente e existem alguns planos pagos para 10 participantes por 35 euros e outras opções para organizações maiores.

Plataformas disponíveis: Meta Quest 2, Meta Quest, Pico Neo 2, Pico Neo 3 Pro, Oculus Rift e SteamVR.

Immersed
Com suporte avançado para desktop virtual, salas de trabalho personalizáveis e opções detalhadas de fluxo de trabalho, o Immersed manterá até mesmo as equipes mais dispersas juntas e no caminho certo. A imersão não funciona tão bem para equipes maiores, porque o número máximo de colaboradores na associação de nível superior é de apenas 12 usuários, mas é um ótimo recurso para pequenas empresas e até usuários individuais.

Novos recursos estão sendo lançados o tempo todo no Immersed e os preços provavelmente flutuarão a cada atualização, mas você pode garantir uma taxa mensal em torno de US$ 14.00 para sua equipe e se beneficiar de atualizações mais tarde sem o aumento de preço.

Plataformas disponíveis: Meta Quest 2 e Meta Quest

Virtual Desktop
O Virtual Desktop simultaneamente evita que você olhe para a mesma tela cansativa todos os dias e seja distraído por colegas de trabalho, ou outras distrações comuns. Construir uma área de trabalho virtual anima seu espaço de trabalho com planos de fundo de galáxias ou bases de espionagem subterrâneas, enquanto elimina distrações mais mundanas e cotidianas.

Um contraponto para as empresas é que o Virtual Desktop também é uma ótima opção para quem quer assistir seus programas favoritos da Netflix ou, simplesmente, navegar na Internet sem pensar.

Plataformas disponíveis: Meta Quest 2, Meta Quest, Óculos Go, Gear VR, Óculos Rift, Óculos Rift S, HTC Vive, Vive Pro, Vive Cosmos, Valve Index e Windows Mixed Reality.

Noda
Se sua equipe está constantemente saindo de longas sessões de brainstorming com ideias fantásticas, mas logo as esquece em poucos dias, talvez o Noda possa mantê-la organizada. Um exercício clássico de mapeamento mental transformado em 3D, o Noda oferece um espaço virtual para anotar todas as ideias e salvá-las para mais tarde visualizá-las.

Navegar pela teia de ideias de sua equipe pode demorar um pouco até acostumar, mas é muito fácil quando você descobre todas as ferramentas e pratica um pouco.

Plataformas disponíveis: Meta Quest 2, Meta Quest, Oculus Rift, HTC Vive, Valve Index e Windows Mixed Reality.

*Tatiany Melecchi é mestre em Marketing pela Massey University, Nova Zelândia. Top performer em Vendas na indústria farmacêutica no Brasil e Nova Zelândia, reúne mais de 20 anos de experiência nas áreas de vendas, marketing e treinamento e desenvolvimento de times comerciais em empresas globais com resultados expressivos no Brasil, Nova Zelândia e Estados Unidos.

Compartilhe:
Relacionadas
Tendências e Inovação

Os segredos para ser um líder de sucesso

Para entender as habilidades que um líder precisa para realizar uma boa gestão, a Revista Varejo S.A. conversou com Caio Cunha. Compartilhe:
Tendências e Inovação

Três aplicações eficientes e modernas que podem melhorar a competitividade do varejo

A tecnologia é capaz de tornar o modelo de varejo mais competitivo e lucrativo, além de garantir que os negócios se atualizem e não sejam excluídos do mercado por falta de inovação. Não à toa, sua aplicação em torno da automação de processos em busca de mais eficiência foi batizada como Quarta Revolução Industrial. E, após tantos avanços, ainda há o que ela pode contribuir para melhorar a competitividade das empresas que compõem o ecossistema do consumo e, também, o setor como um todo. Compartilhe:
Tendências e Inovação

Brasileiros querem comprar mais do comércio local

Levantamento da Plataforma Gente, da Globo, aponta que 71% dos consumidores brasileiros pretendem comprar mais de negócios locais porque querem que eles permaneçam abertos. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.