Integra CNDL

Saúde da economia local: comércio forte, município próspero!

O desenvolvimento do comércio de um município é o indicativo de que ele está caminhando para a prosperidade. Esta é a afirmação de vários estudiosos do desenvolvimento econômico ao defenderem que “se o comércio vai bem, o município vai bem”. O comércio tem a capacidade de fomentar o consumo e a produção de bens e serviços, porque circula nele os recursos advindos dessa movimentação comercial.

São inúmeros os benefícios que o fortalecimento do comércio local proporciona através da sua complexa cadeia produtiva. Por intermédio da aquisição de produtos, matérias-primas e serviços, fornecedores locais impulsionam a dinâmica econômica e os ganhos são percebidos por todos, especialmente pela população, em todas as localidades. Nessa equação o resultado é que todos saem ganhando! Vejamos:

As primeiras consequências ao se investir no comércio local estão relacionadas com a geração de emprego e o aumento de renda da população. Trata-se de uma reação em cadeia e uma via de mão-dupla. O consumo crescente em lojas locais impulsiona a abertura de novas empresas – sejam elas filiais ou em outros ramos de atividade – ou mesmo na expansão das consolidadas. Consequentemente novos postos de trabalho são gerados, resultando numa equação de curva ascendente.

O surgimento de empreendimentos que demandam a contratação de novos empregados colocam no mercado profissionais que estavam desempregados, assegurando-lhe um ganho mensal que contribui para sua sustentabilidade, bem como de seus familiares. Um ganho subjetivo dessa ação muitas vezes não é percebido. Trata-se do fator psicológico do indivíduo que, ao ser contratado por uma empresa, sente-se capaz, produtivo e com a sua dignidade resgatada. Em contrapartida, ao fazer suas compras no comércio local, esse indivíduo devolve parte dos seus ganhos, fomentando o varejo, criando um círculo virtuoso de desenvolvimento.

Todos precisamos ampliar a nossa percepção de que é um importante investimento para o município comprar nos empreendimentos locais. Se cada profissional liberal, seja advogado, psicólogo, médico, engenheiro, arquiteto, administrador etc., ou empregado da iniciativa privada, ou autônomo ou servidor público, se conscientizarem de que comprando no comércio de sua cidade estará gerando, para si e para suas famílias, muitos benefícios como o fortalecimento econômico, a ampliação e a diversificação da oferta de produtos e serviços, o aumento da arrecadação, enfim, conscientes disso todos se esforçariam para consumir no varejo local.

De acordo com dados do Sebrae, as micro e pequenas empresas empregam em torno de 60% da população que tem carteira assinada. Boa parte dos brasileiros começam suas carreiras nos pequenos negócios e, se você coloca seu dinheiro nelas, está ajudando a manter os empregos e gerar ainda mais possibilidades para quem está começando. É uma forma de incentivar tanto o empreendedor como os funcionários.

Ou seja, comprar do pequeno negócio também faz o dinheiro circular pelo seu bairro, que incentiva a movimentação econômica local, ajuda na melhoria da vizinhança e faz seu bairro crescer para ficar cada vez melhor.

Existe o consumidor tradicionalista que ao planejar as compras de alguns produtos, entende que a sua presença física no ato da compra é necessária. Ele opta por visitar os estabelecimentos locais, pois entende que também conhecer a loja, ver os produtos, a garantia, o pós venda e o contato humano, trazem mais segurança na negociação e são nestas oportunidades em que os colaboradores das organizações precisam entregar o melhor atendimento, compreender as necessidades desse cliente e oferecer as opções que atendam às suas demandas. Também é uma oportunidade para despertar o desejo do consumidor para adquirir outros bens e/ou serviços que não estavam na sua lista de prioridade, mas que podem ser percebidos como necessários, a partir do convencimento e persuasão da equipe de vendas. É claro que tudo isso demanda treinamento e capacitação do time que atua no front-office. Neste sentido, a sua CDL tem as soluções para seu empreendimento.

Assim sendo, é muito importante ações que gere uma responsabilidade social, é preciso ampliar o nosso olhar acerca do processo de compra, o que fazemos de forma rotineira e constante, torna-se relevante para assegurar ganhos em elevadas proporções para a cidade. O pensamento de um comércio forte que garante mais oportunidades de empregos é realidade. Todos os que gostam de viver em uma comunidade desejam ter mais oportunidades e segurança para se desenvolverem.

Diante do exposto, a CDL Montes Claros através do seu presidente, Ernandes Ferreira, juntamente com sua Diretoria e equipe de colaboradores, tem massificado a campanha de Valorização do Comércio Local. Por meio de seus canais de comunicação e também do site “compreemmoc.com.br”, oferece uma vitrine de negócios dos associados da entidade, para que as pessoas de uma forma geral compreendam a importância de comprar em estabelecimentos comerciais de nosso município, condição que pode ajudar na resolução de problemas sociais que atinge a maioria dos municípios brasileiros, como o desemprego, por exemplo. Enfim, valorize o comércio local, porque comércio forte, município próspero!

Fonte: WebTerra

Compartilhe:
Relacionadas
Integra CNDL

Convenção de Comércio e Serviços aborda inovação e tecnologia

Com o tema “Future-se”, especialistas da área irão abordar tópicos como economia, sustentabilidade, transformação digital, vendas, inovação, cenário econômico e sucessão familiar ao longo. Compartilhe:
Integra CNDL

CNDL e FCDL SC reúnem mais de 200 líderes empresariais em Florianópolis

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e a Federação (FCDL SC) realizaram na manhã de hoje (30), em Florianópolis, o segundo… Compartilhe:
Integra CNDL

CDL/BH celebra 62 anos com um objetivo: fazer de BH o melhor lugar para se empreender e viver

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) completa hoje, dia 28 de junho, 62 anos de vida A entidade chega à nova idade com novidades e um propósito: fazer da capital o melhor para se viver e empreender. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.