Movimento Varejo

Sebrae faz campanha para continuidade dos protocolos de segurança

Foto: Agência Brasil

O Sebrae iniciou, nesta semana, a campanha Cuidados de mobilização dos donos de pequenos negócios e clientes para que eles continuem atentos às medidas de segurança e higiene para a prevenção da Covid-19. A ideia é reforçar a importância da adoção dos protocolos de saúde e segurança para que não haja um retrocesso no enfrentamento da pandemia e, consequentemente, prejuízos para o funcionamento das micro e pequenas empresas.

Para o presidente do Sebrae, Carlos Melles, embora muitos pequenos negócios já estejam funcionando, observa-se que ainda não houve uma recuperação total da demanda. “Manter a atividade funcionando é vital para a pequena empresa, então é preciso uma conscientização de que não podemos retroceder neste movimento e que a retomada consistente das atividades também depende disso”, explica.

Desde o início da pandemia, o Sebrae tem reforçado que quanto mais cuidado houver na prevenção da Covid-19 menos ondas de contágio haverá e mais rápida será a retomada das atividades econômicas. “Percebemos que muitos empresários adotaram os protocolos e sabemos que muitas medidas podem causar um certo incômodo no atendimento, como o uso de máscaras e o distanciamento social. Mas não podemos correr o risco de sofrer revezes. Isso acabaria sufocando a economia, principalmente nos municípios que dependem muito da atividade dos pequenos negócios”, alerta.

No ano passado, as micro e pequenas empresas foram responsáveis por manter o saldo positivo dos empregos no país. Segundo levantamento do Sebrae, a partir de dados do Ministério da Economia, os pequenos negócios geraram 293,2 mil novos empregos, enquanto as médias e grandes empresas foram na contramão, extinguindo 193,6 mil postos de trabalho. No cálculo geral, as pequenas empresas foram as grandes responsáveis pelo saldo final de 142,7 mil empregos gerados no Brasil durante o ano, evitando que o desemprego atingisse um número ainda maior de trabalhadores.

Para Melles, ainda que a vacinação contra a Covid-19 já tenha começado, os cuidados devem continuar sendo responsabilidade de todos, sejam empreendedores, colaboradores, clientes ou poder público. “Também contamos com o apoio das novas administrações municipais para que ajudem na adoção dos protocolos e ofereçam serviços e orientações para que as empresas e os cidadãos tenham conhecimento e adotem os protocolos de segurança”, complementa.

No Portal Sebrae, o empresário encontra uma página exclusiva com conteúdos personalizados por segmento, vídeos orientativos, infográficos, modelos de materiais de sinalização para download, além de acesso aos e-books dos protocolos de retomada segura de 36 atividades econômicas no setor de alimentação, automotivo, varejo, serviços educacionais, economia criativa, logística e transporte, indústria, turismo, artesanato, construção civil, saúde e bem-estar, beleza, moda, negócios pet. Todo material está disponível. Clique aqui para conhecer

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

Compartilhe:
Relacionadas
Movimento Varejo

Como manter as vendas do e-commerce em alta após a volta do varejo presencial?

Depois de vivenciar um grande crescimento durante a pandemia, o amadurecimento do e-commerce acelerou e hoje está em um estágio muito mais avançado do que o esperado. Compartilhe:
Movimento Varejo

Chegada do frio abre oportunidade para turismo de inverno no país

Entre os segmentos que podem se beneficiar da estação, o turismo se destaca na temporada, beneficiando várias atividades econômicas da cadeia produtiva. O período, que também é marcado pelas férias escolares de julho, é um momento propício para famílias e casais que desejam viajar. Os destinos mais procurados são as cidades mais frias do Sul e Sudeste do país, que exploram atrativos locais para atrair turistas de outras cidades, mas também moradores das próprias localidades. Compartilhe:
Movimento Varejo

Nove em cada dez shoppings adotam ambientes pet friendly

O setor de shopping centers aderiu a tendência pet friendly e promoveu inúmeras ações e serviços com o objetivo de tornar os seus espaços cada vez mais adequados e harmônicos aos animais domésticos. Segundo o Boletim Tendências e Oportunidades, da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), 9 em cada 10 shoppings os pets são permitidos e podem passear na companhia dos seus melhores amigos. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.