24 maio, 2024
0 ° C

Supermercados e restaurantes registram alta no consumo no primeiro bimestre

Número de vendas com vale-alimentação cresceu mais de 10% no período, restaurantes fecharam janeiro e fevereiro com alta de 0,5%

Shutterstock
Supermercados e restaurantes registram alta

Boa notícia! No primeiro bimestre de 2024, os supermercados e restaurantes registram alta de vendas, segundo a pesquisa Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), em parceria com a Alelo, especialista em benefícios, gestão de despesas corporativas e incentivos.

O Índice de Consumo em Supermercados (ICS) registrou o maior número de vendas (+10,9%) e valor transacionado (+15%) em janeiro e fevereiro deste ano. Para os restaurantes, o Índice de Consumo em Restaurantes (ICR) mostra que o número de transações cresceu 0,5%. Analisando o desempenho entre os períodos em 2022 e 2023, o valor médio por transação aumentou 7,1%.

Nos últimos 12 meses, os supermercados registraram expansão do número de vendas (+9,6%) e valor transacionado (+16%), tendo valor médio por transação com o aumento de 5,9%. Porém, os bares e restaurantes mostram contraste de dados, com queda no número de transações com benefício refeição (2,3%) e o aumento no valor transacionado (4%).

Supermercados e restaurantes registram alta no consumo em fevereiro, segundo índices

O consumo em supermercados (com o vale alimentação) também teve alta no mês de fevereiro. Segundo o ICR, o número de transações tiveram aumento de 1,5% e 3,1% no valor transacionado. Os restaurantes também foram impactados e fecharam o mês com dados positivos no número de transação (1,4%) e valor transacionado (2,6%).

Observando o desempenho de consumo em restaurantes, o número de transações também cresceu, embora menos que supermercados (+1,7%), assim como o valor transacionado (+9,5%). O valor médio por transação, por outro lado, cresceu mais entre restaurantes (+7,6%) em relação aos supermercados.

Frequência de uso dos benefícios no primeiro bimestre

Com o objetivo de trazer melhorias da situação nutricional, as empresas buscam oferecer benefícios de alimentação e refeição aos colaboradores. E, entre os grupos de atuação no mercado, o setor de Serviços é o que mais utiliza tanto o vale-alimentação quanto o vale-refeição.

A instituição observou que, entre fevereiro de 2023 e janeiro de 2024, foram feitas em média 664 transações por minuto no vale-alimentação, com picos no sábado e no domingo, entre 9h e 12h. Entre os usuários do benefício refeição, a média é de 400 transações por minuto, com picos na terça-feira e quarta-feira, entre 12h e 15h. O dia da semana com mais transações é na sexta-feira.