Empreendedorismo Jovem

Temos que sair da zona de conforto

Empreendedorismo Jovem

Temos que sair da zona de conforto

Em um dos piores momentos sociais e econômicos que o mundo já passou temos que refletir sobre os rumos que estamos dando para nossos negócios. Existe aquela famosa crença de que em time que está ganhando não se mexe, que nos dá a sensação que está tudo certo e nada deve mudar, mas que não passa de uma justificativa para nos acomodarmos e deixarmos de tomar decisões que nos tiram da zona de conforto.

E, o que estamos vendo agora, é que não existe nada ganho e também nada perdido. O mundo está em constante transformação e existem vários fatores que podem mudar tudo radicalmente, como o Coronavírus tem feito. Não foi a primeira pandemia e está longe de ser a última, por isso a reflexão que iremos fazer a seguir poderá servir de base para que possamos reestruturar os nossos negócios e colocá-los nos trilhos do desenvolvimento sustentável.

Primeiramente, vamos identificar se estamos construindo nossa história na areia ou na rocha, pois muitas pessoas constroem seus negócios assentados em uma megaestrutura, mas não se preocupam com a sustentabilidade do mesmo e acabam entrando na espiral do crescimento a qualquer custo. O resultado dessa engenharia é os empresários não criam relacionamentos saudáveis com seus stakeholders.

Essa pandemia está mostrando o tanto que somos interdependentes e que precisamos pensar uns nos outros. O empreendedor que só pensava no próprio umbigo agora está tendo dificuldades em conseguir ajuda. Mais do que nunca, a economia colaborativa está ganhando força deixando o individualismo para trás. Como exemplo, podemos citar inúmeras startups que criaram um ambiente colaborativo entre si e hoje continuam funcionando a todo vapor, enquanto empresas tradicionais estão fechando as portas.

Um outro ponto de reflexão está ligado à inovação. Quando digo que as empresas têm que inovar, não estou me referindo apenas à tecnologia. Sempre vejo a inovação como tudo aquilo que irá nos tirar da zona de conforto para que possamos mexer justamente no time que está ganhando.

Muitos empreendedores se habituaram com uma forma de realização desenvolvida nos próprios negócios, seja em vendas, seja em compras, seja no financeiro ou administrativo, mas hoje temos muito conteúdo que pode nos ajudar a inovar.

Com o intuito de fomentar a disseminação de conteúdos e ferramentas que irão servir ao varejista no momento de dar o salto inovador, a Coordenação Nacional da CDL Jovem desenvolveu o portal “Inova Varejo” que irá captar, digerir e entregar as melhores práticas de inovação do Brasil e do Mundo para os pequenos e médios varejistas.

Queremos muito que o varejo brasileiro cresça e seja mais sustentável e, assim, por meio de uma educação empreendedora ousada iremos estar mais preparados para as adversidades e as oportunidades que o mundo globalizado nos traz.

Vamos juntos superar este momento difícil. Que possamos continuar acreditando e trabalhando por dias melhores em nossa nação. Grande abraço!

Lucas Pitta

Coordenador Nacional da CDL Jovem

Compartilhe:
Relacionadas
Empreendedorismo Jovem

Coordenadores das CDLs Jovem se reúnem em Brasília

A reunião contou a presença de 35 coordenadores nacional e estaduais e membros de CDLs Jovens nos municípios e ocorreu junto com o V Fórum Nacional do Comércio. Compartilhe:
Empreendedorismo Jovem

Pequenos negócios podem aumentar as vendas com as Lives de Comércio

Segundo dados da empresa Green Proposition FZE, somente através do Live Commerce, a China fechou o ano de 2020 com um faturamento total de 220 milhões de dólares, um crescimento de 19% em relação a 2019. Compartilhe:
Empreendedorismo Jovem

12 mil lojistas participaram do Dia Livre de Impostos 2021

Em 2021, o DLI contou com a adesão de 12 mil lojas em 22 estados e o Distrito Federal. Mais de 15 mil pessoas assinaram ao manifesto online, pedindo pela redução da carga e da complexidade tributária. O site da campanha teve 1 milhão de acessos só ontem (27), dia nacional da mobilização, mas ao longo de maio, quase 2 milhões de pessoas (35% entre 25 e 34 anos) visitaram a webpage para conhecer os produtos livres de impostos. Ao todo, foram cadastrados na plataforma 1672 produtos em mais de 15 categorias. Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.