UNECS pede mais prazo para cumprir os Ajustes Sinief 21/2020 e 22/2020

As medidas entraram em vigor ontem (5/4), instituindo a obrigatoriedade da identificação do número do CPF ou CNPJ do intermediador ou agenciador da transação comercial nas NF-e e NFCe

A União Nacional de Entidades de Comércio e Serviço (UNECS) solicitou, nesta terça-feira (6/4), a prorrogação para 2022 do prazo para o cumprimento dos Ajustes Sinief 21/2020 e 22/2020, do Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ). As medidas entraram em vigor ontem (5/4) e instituíram a obrigatoriedade da identificação do número do CPF ou CNPJ do intermediador ou agenciador da transação comercial tanto para NF-e quanto para NFCe.

No documento, assinado pelo presidente da UNECS e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), José César da Costa, foi lembrado que a crise sanitária e econômica é um fator que dificulta a adoção das medidas neste momento. “Muitos estados se encontram novamente em lockdown ou com medidas restritivas de abertura do comércio, o que inviabiliza às empresas que se adaptem ou que realizem treinamentos das equipes”.

Para as entidades, a hora é de cautela e de considerar as dificuldades enfrentadas pelo setor empreendedor. “Diante dos desafios enfrentados pelo setor de comércio e serviços, já tão impactado pela pandemia, é fundamental que a referida obrigatoriedade seja postergada para abril de 2022”.

A UNECS e as entidades que a compõem reivindicaram ainda a adoção, urgente, de medidas de suporte e socorro ao setor, responsável por 73% do PIB do país e por 27 milhões de empregos diretos.

Relacionadas
Economia e Finanças

Peac Maquininhas liberou R$ 3,19 bilhões em 2020

Programa foi única fonte de crédito para 18% dos microempreendedores COMPARTILHAR:FacebookTwitterWhatsAppLinkedIn
Economia e Finanças

Projeto da LDO prevê crescimento de 2,5% para o próximo ano

Inflação deve cair para 3,5% em 2022, depois de alcançar 4,4% em 2021 COMPARTILHAR:FacebookTwitterWhatsAppLinkedIn
Economia e Finanças

Receita adia para 31/5 o prazo de entrega do Imposto de Renda

Em razão do adiamento, o contribuinte que deseja pagar o imposto via débito automático desde a primeira cota deverá fazer a solicitação até o dia 10 de maio. COMPARTILHAR:FacebookTwitterWhatsAppLinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.