Brasília 40°

UNECS realiza primeira AGO do instituto

Parcerias com o governo federal, como o Plano Progredir e a divulgação dos saques do PIS/PASEP, foram tratadas na assembleia

Por Cinara Lima

Dez_Brasilia40graus_Unecs
Criada com o intuito de fortalecer e dar voz aos pleitos do setor de comércio e serviços, a União Nacional das Entidades de Comércio e Serviços (UNECS) realizou, no dia 21 de novembro, a primeira Assembleia Geral Ordinária (AGO) do Instituto UNECS, em São Paulo, na sede da Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

A reunião, comandada pelo presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e coordenador da UNECS, Honório Pinheiro, contou com a participação dos presidentes das entidades que compõem a entidade, Emerson Destro (Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores de Produtos Industrializados – ABAD), João Sanzovo Neto (Abras), Paulo Solmucci (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes – Abrasel), Nabil Sahyoun (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping – Alshop) Cláudio Elias Conz (Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção – Anamaco) e George Pinheiro (Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil – CACB).

Além de discutir a previsão orçamentária para 2018 e a atualização estatutária, foram tratadas as parcerias com o governo federal, como o Plano Progredir e a divulgação dos saques das cotas do Fundo PIS/PASEP.

“Essa reunião dá encaminhamentos importantes para a UNECS, que foi responsável por tantas conquistas neste ano de 2017, como a Lei de Diferenciação de Preços, a Lei da Reforma Trabalhista, além da assinatura de protocolo de intenções do Plano Progredir. Precisamos continuar avançando”, ressaltou Pinheiro.

Plano Progredir

Desde a assinatura do protocolo de intenções entre UNECS, Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), no dia 26 de setembro, muitos avanços aconteceram.

Segundo o presidente da Abras, o programa contribuirá para o desenvolvimento do Brasil como um todo. “Usamos a capilaridade das entidades, com seus conhecimentos e logísticas, para, por meio das informações, viabilizar o acesso ao emprego para as classes mais carentes”, mencionou Sanzovo Neto.

Para atingir a meta de gerar empregos para famílias de baixa renda inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, uma ampla divulgação está sendo empreendida. Um kit de comunicação, com manual, apresentação e release, foi disponibilizado para as entidades, assim como a produção de um vídeo com depoimento de todos os presidentes integrantes da UNECS e do ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, para ser amplamente divulgado.

“Estamos fazendo uma força-tarefa, mobilizando as 27 afiliadas da ABAD Brasil afora, para que, quando da contratação dessa mão de obra, seja dada preferência às pessoas que fazem parte desses programas sociais”, observou Destro, presidente dessa associação.

Fundo PIS/PASEP

Com o objetivo de movimentar a economia com as vendas de fim de ano, a UNECS estabeleceu uma estratégia com o Departamento de Assuntos Financeiros da Secretaria de Planejamento e Assuntos Econômicos do Ministério do Planejamento, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil, para a divulgação, junto ao setor varejista, de detalhes sobre os saques do Fundo PIS/PASEP.

Muitos ainda desconhecem, mas funcionários públicos e empregados formais da iniciativa privada que trabalharam até outubro de 1988 e receberam cotas do Fundo PIS/PASEP podem ter direito ao saque.

Pessoas com 70 anos ou mais já podem sacar as cotas, assim como os aposentados. Mulheres a partir de 62 anos e homens a partir de 65 anos poderão realizar o saque a partir de 14 de dezembro. Os herdeiros também têm direito ao saque, bastando verificar se mãe, pai, avó ou avô falecido possuía cotas. O direito de saque, no caso de falecimento do cotista, passa aos herdeiros.

São informações como estas que estão sendo divulgadas para o setor em todo o Brasil por meio de peças publicitárias e informações disponibilizadas nos canais das entidades.

Relacionadas
Brasília 40°

Senado aprova MP 1108 e altera regras para o teletrabalho

Projeto de Lei também regulamenta as regras para o vale-alimentação. Texto segue para a sanção presidencial
Brasília 40°

MEI poderá emitir nota fiscal de serviço no Portal do Simples Nacional

A partir do dia 1º de janeiro de 2023, os Microempreendedores Individuais (MEI) prestadores de serviços poderão emitir a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) no Portal do Simples Nacional.
Brasília 40°

José César da Costa: "SIM Digital é chance de desenvolvimento"

Texto aprovado no Senado autoriza o uso de recursos do FGTS para garantir empréstimos aos microempreendedores “O Congresso Nacional deu aos pequenos…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.