Varejo em tempos de Covid

Um espaço para manter o varejista informado sobre os dados do varejo, a movimentação dos players do mercado e as grandes decisões que influenciam um dos setores mais importantes da economia.

HSM Expo NOW oferece trilha de capacitação online
O próximo encontro da HSM Expo NOW! acontece entre os dias 9, 10 e 11 de novembro. A iniciativa com curadoria de Daniel Castanho, presidente do Conselho da Ânima Educação e um dos idealizadores do Movimento #NãoDemita, que tem como objetivo apoiar profissionais, pequenas e médias empresas e empreendedores no projeto de reconstrução do Brasil.

A programação reunirá masterclasses, workshops, sessões de aprendizados e estudo de cases com temas focados, entre outros assuntos, em tecnologia, inovação, LGPD, segurança de dados, gestão de pessoas, produtividade, gestão de tempo, metodologia ágil e inovação.

Para acompanhar a programação basta se inscrever gratuitamente no link: HSMNow. As atividades têm vagas limitadas. https://www.hsmexponow.com.br

Luiz Fux estará na Semana Virtual da ABF
Com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento do setor de franchising e fomentar ideias do Judiciário Brasileiro em relação ao sistema de franquias nacional, a Associação Brasileira de Franchising Seccional Rio de Janeiro (ABF Rio) realiza a Semana Virtual Jurídica e de Gestão Empresarial. O evento online contará com palestra magna do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Luiz Fux, e outros diversos palestrantes.

O presidente Fux irá palestrar no dia 9 (segunda-feira), às 10h. Os debates irão tratar de aspectos legais e empresariais das franquias da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), a da nova Lei de Franquias.

A Semana Virtual Jurídica e de Gestão Empresarial acontecerá de 9 a 13 de novembro, será 100% online e com transmissão pelo canal do YouTube da ABF Rio. Os interessados podem acessar o link do YouTube e acompanhar gratuitamente no link: http://bit.ly/2PwpBB2

Arezzo fecha parceria com Reserva
A Arezzo&Co, grupo que reúne as marcas Arezzo, Schutz, Anacapri, Alexandre Birman, Fiever, Alme e Vans, anunciou combinação de negócios com a Reserva, companhia carioca fundada em 2004 pelos empresários Rony Meisler e Fernando Sigal.

A transação, que contempla as seis marcas do grupo – a própria Reserva, Reserva Mini, Oficina Reserva, Reserva Go, EVA e INK, depois de concluída, ampliará o portfólio da Arezzo&Co para 13 marcas e consolidará a estratégia da companhia de se tornar uma house of brands.

Além de calçados e bolsas, a Arezzo&Co passará a comercializar itens de moda masculina, feminina e infantil, incluindo roupas e acessórios. A movimentação também possibilitará uma ampliação de 3,5 vezes o mercado endereçável da companhia, já que a empresa expandirá seu público alvo e passará a vender o “look completo” aos seus clientes, ao melhor conceito dos “pés à cabeça”.

Uso de bicicletas para delivery cresce 50% durante a pandemia
Com o aumento considerável do uso do delivery durante os meses de pandemia, muitas pessoas encontraram na atividade uma forma de atravessar a crise. Com um número considerável das entregas feitas por motos, a utilização de um meio mais simples cresceu nesse período. Um levantamento criado pela Box Delivery, startup de entregas colaborativas, registrou um salto de 50% no número de entregadores que utilizam bicicletas no seu dia a dia. A empresa que hoje conta com mais de 32 mil entregadores, relatou que o número atual de parceiros é de mais de 10mil em todos o brasil, frente a cerca de 5 mil em janeiro de 2020.

A plataforma fundada em 2016, na cidade de Santos, atravessa um momento positivo, onde havia faturado cerca de R$4 milhões de reais em 2019, e estima agora alcançar a cifra de R$20 milhões até o final de 2020. Atualmente a Box Delivery atua em 129 cidades do território Brasileiro. Em seu portfólio de clientes estão grandes empresas como: McDonalds, Madero, Mundo Verde, Swift, Croasonho, Subway, Pet Camp e China in Box.

Rejeição nos canais digitais
Comprar mantimentos por aplicativos e sites se tornou ainda mais comum com o isolamento social e, com essa tendência, veio também a necessidade de mais investimentos na experiência de compra nas plataformas. Um levantamento realizado pela SoluCX, empresa especializada em pesquisa de satisfação e NPS, mostrou que o índice de maior rejeição pelo público é, justamente, a jornada em canais digitais, com 27,5% de desaprovação.

Além dessa característica, o público também avaliou com likes e dislikes, método utilizado para mapear o índice de aprovação dos serviços,  o sistema de entrega, que quase empatou com a jornada digital em índice de rejeição (27,4%), promoções e programas de fidelidade (25,3%), custo benefício (22,8%), atendimento e agilidade (14,5%), variedade e disponibilidade de produtos (12,5%) e instalações da loja (11,7%).

Segundo Tiago Serrano, CEO e cofundador da SoluCX, muitos supermercadistas não estavam preparados para essa realidade e isso faz com que a percepção do público seja negativa. “Em março, quando grande parte da população começou a migrar suas rotinas para dentro de casa, a demanda de compras digitais explodiu antes que alguns segmentos conseguissem se adaptar e oferecer uma logística mais otimizada e isso está diretamente ligado aos resultados do levantamento”, comenta Serrano.

MPEs do turismo terão crédito de R$ 2 bilhões

O Ministério do Turismo liberou R$ 2 bilhões em crédito para empreendedores do setor, principalmente micro e pequenas empresas. Com isso, foram preservados mais de 26 mil empregos na área. O valor, já autorizado pela pasta às instituições financeiras participantes do Fundo Geral do Turismo (Fungetur), representam aumento de 602% em relação ao total ofertado em 2018 (R$ 286,4 milhões).

Ao todo, desde o ano passado, considerando os recursos do Fungetur e de outras linhas de crédito liberadas por bancos públicos, mais de R$ 20 bilhões foram assegurados pelo governo federal para apoiar e impulsionar o setor do turismo. Destes recursos, 80% já estão na conta dos empreendedores, e o restante continua disponível para atender o setor de turismo no país.

Relacionadas
Fatos e Dados

Trabalho presencial: 5 em cada 10 empresas possuem plano de retorno

Uma pesquisa nacional encomendada pela VR Benefícios, empresa que é sinônimo de categoria em vale-alimentação e vale-refeição, mostra como a gestão dos… COMPARTILHAR:FacebookTwitterWhatsAppLinkedIn
Fatos e Dados

6 em cada 10 brasileiros têm 'vaga ideia' do que é a LGPD

Nos anos recentes, as discussões em torno da regulamentação da proteção de dados pessoais se tornaram prioridade em diversas partes do mundo. No… COMPARTILHAR:FacebookTwitterWhatsAppLinkedIn
Fatos e Dados

Para brasileiros, combate ao desemprego e vacinação devem ser prioridades do governo

De acordo com levantamento realizado em parceria com a Offer Wise Pesquisas, para 50% dos entrevistados economia ainda não retomou crescimento Um… COMPARTILHAR:FacebookTwitterWhatsAppLinkedIn

1 Comentário

  • Pingback: CDL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.