Movimento Varejo

INC ABRAS registra alta de 7,06% no primeiro trimestre

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O Índice Nacional de Consumo nos Lares Brasileiros (INC), da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), registrou 7,06% de crescimento real (deflacionado pelo IPCA-IBGE) no primeiro trimestre, na comparação com o mesmo período do ano anterior, de acordo com o Departamento de Economia e Pesquisa da entidade nacional de supermercados.

No mês de março, o INC apresentou alta de 11,11% em relação a fevereiro. Na comparação com março de 2020 o crescimento registrado foi de 4,31%.

“O resultado deste primeiro trimestre reflete o cenário pandêmico consolidado com o fim da MP 936 e a volta ao normal da suspensão de trabalho e redução da jornada, e maior consumo dentro dos lares devido ao avanço da pandemia, com novas restrições de funcionamento de diversos estabelecimentos comerciais e maior isolamento social. O crescimento de março em relação ao mês de fevereiro foi impactado pelo efeito calendário, com três dias a mais de consumo”, declara o vice-presidente Institucional de Administrativo da ABRAS, Marcio Milan.

Abrasmercado
Em março, o indicador *Abrasmercado, cesta dos 35 produtos de largo consumo nos supermercados, apurado em parceria com a GfK, registrou alta de 0,70% na comparação com fevereiro, passando de R$ 633,38 para R$ 637,82. No acumulado dos 12 meses o valor da cesta subiu 22,75%.

As maiores quedas nos preços da cesta de março foram registradas nos produtos: batata, – 11,75%; tomate, – 11,36%; queijo muçarela, -3,23%; queijo prato, -2,26%. As maiores altas foram nos itens: ovo, 6,64%; arroz, 4,30%; carne dianteiro, 3,25%; feijão e farinha de mandioca, 2,60%.

Regiões
As regiões Sudeste e Centro-Oeste foram as únicas que registraram queda no valor da cesta Abrasmercado, -1,00% e -0,13%, respectivamente. A cesta do Sudeste passou de R$ 614,72 para R$ 608,55 e a do Centro-Oeste de R$ 597,75 para R$ 596,98.

*A cesta Abrasmercado não é a cesta básica, mas, sim, uma cesta composta por 35 produtos mais vendidos nos supermercados: alimentos, incluindo cerveja e refrigerante, higiene, beleza e limpeza doméstica.

Fonte: Abras

Compartilhe:
Relacionadas
Movimento Varejo

Vendas do comércio varejistas crescem 1,2% e indicam retomada

Segundo a edição de setembro do Panorama do Comércio, depois do recuo observado em junho de 2021, o varejo voltou a registrar um resultado positivo no mês de julho. Compartilhe:
Movimento Varejo

Brasileiros querem fazer turismo nacional

Segundo a pesquisa Tomorrow’s Consumer, divulgada no primeiro dia de Latam Retail Show 2021, quase 60% dos brasileiros entre 60 e 80 anos desejam viajar pelo país Compartilhe:
Movimento Varejo

Abertura da Semana de Alimentação Fora do Lar tem clima de retomada com novidades

Diante de lideranças do setor e do poder público, Abrasel anunciou o Open Delivery, plataforma para facilitar a integração de pedidos que chegam por diversos sistemas. Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.