Integra CNDL

Ricardo Almeida está em lista tríplice para o Conselho Nacional de Proteção de Dados

O Conselho Diretor da ANPD divulgou nesta quarta (5/5) as listas tríplices com os indicados para o CNPD

O diretor de Segurança da Informação e Proteção de Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), Ricardo Almeida, foi indicado para compor a lista tríplice de uma das duas vagas destinadas às entidades representativas do setor empresarial, no Conselho Nacional de Proteção de Dados Pessoais e da Privacidade (CNPD). O Conselho Diretor da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) divulgou, nesta quarta-feira (5/5), os nomes dos especialistas selecionados para compor 13 listas tríplices. A indicação embasará a decisão do presidente da República, Jair Bolsonaro, para nomeação ao conselho.

Em março deste ano, o Sistema CNDL apoiou a candidatura de Ricardo Almeida ao CNPD. José César da Costa, presidente da União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços (UNECS) e da CNDL, comemorou a notícia.

“A inclusão do nosso diretor de Proteção de Dados na lista tríplice é um importante reconhecimento da representatividade do setor de comércio e serviços e do empreendedorismo, em especial, das micro e pequenas empresas. Ainda reafirma a qualificação do setor para colaborar para a implementação e adequação à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)”, destaca o presidente da CNDL.

No Brasil, o setor de comércio e serviços como um todo representa 73% do PIB e é responsável por cerca de 27 milhões de empregos e 80% das empresas ativas no país. José César da Costa explica que, agora, seguirão trabalhando para que Ricardo Almeida seja um dos nomeados pelo presidente da República para o CNPD.

“Ricardo Almeida é um especialista em governança de banco de dados premiado, conhece o Brasil de norte a sul e passou por empresas multinacionais e nacionais em diversos segmentos, principalmente na indústria e serviços. Com toda a certeza, tem a formação e experiência necessárias para integrar o CNPD. E o Sistema CNDL tem a capilaridade e representatividade para contribuir com ações que considerem a realidade das empresas, de diversos segmentos e portes, que fazem tratamento de dados pessoais e têm a preocupação com a proteção desses dados e seus titulares”, diz o presidente da CNDL.

Ricardo Almeida tem mais de 30 anos de experiência no setor de Tecnologia da Informação (TI), sendo reconhecido inclusive por esse segmento: premiado duas vezes por seu perfil inovador (Prêmio 100+ Inovadoras no Uso de TI, 2018 e 2019). Neste período, contribuiu com o fortalecimento da economia brasileira, através do desenvolvimento e governança de bancos de dados, como o do SPC Brasil, o maior da América Lática com informações de mais de 180 milhões de pessoas (PF/PJ). Os seus projetos de tecnologia possibilitaram a centralização das informações relevantes para uma maior confiança nas relações creditícias, garantindo segurança para quem vende e para quem compra.

É o responsável pela adequação contínua do Sistema CNDL/SPC Brasil à LGPD. Também realiza, em todas as regiões do Brasil, treinamentos sobre a Lei Geral de Proteção de Dados e sua implementação em mais de 2 mil entidades do Sistema CNDL e para seus associados, em sua maioria microempresas e empresas de pequeno porte. Além de vários cursos de especialização em TI e nas novas normas regulatórias, como a GDPR e LGPD, em busca de inovação e tecnologia, tem como referência e esteve nos principais centros de inovação no mundo, passando por San Francisco (EUA), Londres (Reino Unido) e Singapura (Ásia).

CNPD
O Conselho Nacional de Proteção de Dados Pessoais e da Privacidade é um órgão consultivo, integrante da estrutura da ANPD, composto por membros da sociedade e do poder público. Tem a função de, entre outras coisas, propor diretrizes estratégicas e fornecer subsídios para a elaboração da Política Nacional de Proteção de Dados Pessoais e da Privacidade e para a atuação da ANPD; e elaborar estudos e realizar debates e audiências públicas sobre a proteção de dados pessoais e da privacidade. A participação no CNPD é considerada prestação de serviço público relevante e não é remunerada.

O conselho é composto por vinte e três membros titulares e suplentes, com mandato de dois anos, designados pelo Presidente da República. Os membros do conselho são representantes de órgãos do Governo Federal, Legislativo, Judiciário; organizações da sociedade civil com atuação comprovada em proteção de dados pessoais; instituições científicas, tecnológicas e de inovação; confederações sindicais representativas das categorias econômicas do setor produtivo; entidades representativas do setor empresarial relacionado à área de tratamento de dados pessoais; e entidades representativas do setor laboral.

Nesta ocasião, a ANPD definiu as listas tríplices para o preenchimento de 13 assentos: organizações da sociedade civil, que tem direito a 3 vagas; instituições científicas, com 3 vagas; confederações sindicais, com 3 vagas; entidades do setor empresarial, com 2 vagas; e entidades do setor laboral, com 2 vagas. A decisão foi unânime pelo Conselho Diretor, o que confere maior legitimidade à deliberação.

As listas, organizadas por ordem alfabética, serão encaminhadas para a presidência da República que escolherá, de cada uma delas, um titular e um suplente.

Relacionadas
Integra CNDL

A CDL Balneário Camboriú realizará evento para comemorar os seus 45 anos

Os 45 anos da CDL BC vão entrar para a história: Piangers e Bráulio Bessa juntos para falar de inovação, conexão e humanização nas empresas.
Integra CNDL

CDL Jovem de Novo Hamburgo convida para seu primeiro evento

Café da manhã com palestra será o primeiro evento promovido pela CDL Jovem da Câmara de Dirigentes Lojistas de Novo Hamburgo (CDL-NH). O convidado é o diretor executivo da Sicredi Pioneira, Solon Stahl, com o tema “Negócios conscientes: como gerar prosperidade de forma humanizada”.
Integra CNDL

CDL SCS marca presença na primeira edição do StartupON ABC Valley 2022

No último sábado (23), Alexandre Damasio, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de São Caetano do Sul, participou da primeira edição do StartupON ABC Valley, realizada presencialmente no Senai São Caetano do Sul. O evento recebeu cerca de 170 convidados e proporcionou networking espontâneo entre os participantes, além de ressaltar a importância da união de todas as instituições presentes para o melhor desenvolvimento da região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.