Tendências e Inovação

Inovação, atendimento e sustentabilidade faz empresa crescer na pandemia

O sócio-diretor da Boulle revela que entre os fatores essenciais para o resultado estão boa vontade, boas ideias e a sede de conhecimento sobre o mercado

“Graças à inovação nossa empresa cresceu mais de 50%, mesmo com a pandemia”, a constatação é do sócio diretor e design da Boulle, Rodolpho Guttierrez. A empresa comemora os resultados positivos, após realizar uma série de inovações, desde o atendimento até os produtos, passando pela destinação correta dos resíduos. A Boulle é um negócio familiar, com mais de 21 anos de história, tendo começado com os pais e os irmãos de Gutierrez. Originalmente, a inovação já morava nos produtos da Boulle, que trabalha com móveis exclusivos feitos de madeiras tropicais brasileiras, incluindo peças de mobiliário e decoração.

Quem já imaginou a raiz ou o tronco de uma árvore se transformando numa mesa de altíssima qualidade? Pois é exatamente com esse tipo de material que a Boulle trabalha. “Um dos grandes diferenciais inovadores é a exclusividade de muitas de nossas peças. Nós fugimos do acabamento rústico e misturamos madeiras com materiais como vidro e couro, o que eleva bastante o padrão das produções”, revela Rodolpho.

Guttierrez chegou na Boulle há cerca de dez anos, após passar um tempo morando fora do país. “Percebi que minha família tocava o negócio, que já ia bem, de forma bem intuitiva, sem fazer uma pesquisa de mercado, por exemplo. Então comecei a inovar dessa forma, entendendo melhor o que nossos clientes desejavam”, relembra. Depois que o design embarcou na empresa, a Boulle trabalha não só com mobiliários, mas também faz projetos completos, de acordo com a demanda do cliente, inaugurou novos canais de venda, mudou-se para um endereço mais estratégico na cidade e já alcançou níveis de exportação. “Temos representantes comerciais nos Estados Unidos, Canadá, Portugal e Itália”, enumera.

O foco na sustentabilidade foi um dos pontos inovadores que transformaram os resultados da Boulle. A empresa que antes descartava pedaços menores de madeira, hoje emprega artesãos locais para fazerem produtos menores, tais como tábuas, carregadores, rolos, prateleiras e outros objetos. “Se você pensar que além de transformar nosso ‘lixo’, nós ainda geramos mais postos de emprego e fomentamos o mercado local… Isso é sensacional! Toda empresa deve pensar no que faz com o seu lixo”, recomenda o sócio-diretor.

Segredo da inovação
A Boulle já venceu o Prêmio Nacional de Inovação, iniciativa realizada pelo Sebrae em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), e tem em sua gestão líderes comprometidos com o conhecimento e a sede de inovar. Empretec, Agente Local de Inovação (ALI), rodadas de negócios e eventos sobre o tema fazem parte da rotina dos empresários. Quando questionado sobre o segredo para acumular o crescimento de mais de 50%, mesmo com a pandemia, Rodolpho diz que é o conjunto de vários fatores, mas lembra que não pode faltar “boas ideias, boa vontade e muita pesquisa de mercado. Passamos três meses sem vender nada no ano passado. Recuperamos e conseguimos crescer graças a pequenos ajustes e ao conhecimento acumulado”, afirma.

Oportunidade
No próximo dia 20 de outubro, Rodolpho já está com a programação agendada. Ele vai participar, como expectador, do lançamento do 9º Congresso de Inovação. O evento gratuito irá reunir grandes líderes que são referências em inovação, como o cofundador da Apple, Steve Wozniak, além de apresentar as principais perspectivas para a inovação no contexto pós-pandemia. “Eventos como esse são uma oportunidade para entender como as empresas estão inovando, fazer network, conhecer a concorrência”, destaca Guttierrez.

No rol de especialistas que estarão presentes estão o presidente do Sebrae, Carlos Melles, e o presidente da CNI, Robson Andrade, que farão a recepção do público. Na sequência, os painéis “O Brasil que compete globalmente” e “Inovação que une o mundo: perspectivas de cada continente”, trarão lideranças do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Embraer-X, Grupo Ultra, Klabin, Natura, Aya Tech, União Africana, Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e Cooperação Econômica Ásia-Pacífico.

Saiba mais sobre o Congresso de Inovação no site: https://www.congressodeinovacao.com.br/

Compartilhe:
Relacionadas
Tendências e Inovação

APAS Show: IoT e soluções conectadas diminuem perdas e melhoram experiência do shoppper

Dar inteligência aos dispositivos é a proposta da Inwave para revolucionar o setor trazendo mais segurança e atuando diretamente na redução de perdas e melhora da experiência do consumidor Compartilhe:
Tendências e Inovação

Índice de competitividade: importância e desafios do frete

A velocidade de entrega é um benefício percebido pelos clientes e, por causa disso, deve ser explorada ao máximo para maximizar os resultados. Compartilhe:
Tendências e Inovação

Indústrias relacionadas ao metaverso devem movimentar R$ 4 tri até 2024

Muito além do conceito, as indústrias que se formaram em torno do metaverso já movimentam números expressivos. De acordo com dados da Bloomberg Inteligence, segmentos como RV (Realidade Virtual) e de RA (Realidade Aumentada), games, cloud e outros, devem movimentar mais de R$ 4 trilhões até 2024. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.