Movimento Varejo

5 dicas para seu negócio alcançar a maturidade digital

A pesquisa ‘The Fast Track to Digital Marketing Maturity’, realizada no ano passado pelo Boston Consulting Group em parceria com o Google, mostra que empresas que estão mais avançadas no processo de digitalização tiveram uma receita 18% maior, economizaram 29% dos custos e puderam duplicar sua participação no mercado.

“Não se engane, toda empresa hoje é uma empresa de tecnologia. Não dá para ignorar a tecnologia, é essencial abraçá-la e estar entusiasmado com ela. Se você não acompanhar a tecnologia, poderá ficar para trás”, ressalta Lital Marom, estrategista em inovação digital, em artigo para o Think With Google.

Apesar da importância do universo digital, o levantamento aponta que apenas 2% das empresas brasileiras estão no último estágio da maturidade digital: o multimomento. Nesta etapa, os negócios são capazes de oferecer jornadas de compra dinâmicas e unificadas nos diferentes canais, ou seja, entrega conteúdo relevante aos consumidores em todos os pontos da jornada de compra.

Mas como um empreendimento pode se tornar mais maduro digitalmente? Segundo Fernanda Doria, Head de Vendas de Google Customer Solutions, existe uma receita para a empresa se transformar digitalmente. “Apesar de ser o caminho mais certeiro, atingir a maturidade digital é uma tarefa complexa”, alerta em artigo do Think With Google.

Confira 5 insights sobre como construir a maturidade e fluência digital do negócio:

1. Pessoas
Para conquistar a maturidade digital é fundamental, antes de mais nada, ter um time qualificado para transformar dados e informações em insights, ou seja, precisa enxergar a tecnologia de forma estratégica.

2. Cultura
O erro e o risco precisam ter espaço dentro da cultura do time, para que as pessoas possam experimentar e crescer. A tentativa e erro estão na base dos processos de inovação. Além disso, as equipes precisam trabalhar juntas com o objetivo de gerar mais eficiência para a empresa e mais valor para os clientes.

É necessário também acompanhar o ritmo dos negócios e a crescente demanda por parte dos consumidores. Por isso, o negócio deve investir em uma estrutura ágil de análise do cenário e tomada de decisão.

Por último, como o processo de maturidade digital é longo, conectar-se com outros players do setor, parceiros de tecnologia e fornecedores pode ajudar a levar ainda mais valor para os consumidores.

3. Dados
A maneira como a empresa vê, trata e utiliza os dados dos clientes para moldar estratégias, produtos e serviços é determinante neste processo. A empresa precisa dos dados corretos para gerar insights que vão ajudá-la a fornecer melhores produtos e serviços a seus clientes.

4. Mensuração
É preciso analisar e pesar o papel que cada estratégia de marketing no processo de decisão de compra. A empresa que não mede o que está fazendo, corre grandes riscos de não estar baseado em fatos. Além disso, quando o negócio consegue distinguir o que gerou mais impacto na conversão de clientes, está mais perto de alcançar a maturidade digital.

5. O cliente no centro
As decisões da empresa devem ser pensadas para solucionar os problemas que os clientes experienciam, além de agregar mais valor para a vida deles.

Hoje, os clientes querem uma experiência digital instantânea, personalizada, relevante, humana e potencialmente sem contato. Os serviços precisam ser cada vez mais rápidos e os consumidores querem ter a disponibilidade de um atendimento 24 horas por dia, 7 dias por semana, seja por um ser humano ou chatbot, o importante é conseguir ajuda.

Com informações do Think With Google.

Compartilhe:
Relacionadas
Movimento Varejo

Chegada do frio abre oportunidade para turismo de inverno no país

Entre os segmentos que podem se beneficiar da estação, o turismo se destaca na temporada, beneficiando várias atividades econômicas da cadeia produtiva. O período, que também é marcado pelas férias escolares de julho, é um momento propício para famílias e casais que desejam viajar. Os destinos mais procurados são as cidades mais frias do Sul e Sudeste do país, que exploram atrativos locais para atrair turistas de outras cidades, mas também moradores das próprias localidades. Compartilhe:
Movimento Varejo

Nove em cada dez shoppings adotam ambientes pet friendly

O setor de shopping centers aderiu a tendência pet friendly e promoveu inúmeras ações e serviços com o objetivo de tornar os seus espaços cada vez mais adequados e harmônicos aos animais domésticos. Segundo o Boletim Tendências e Oportunidades, da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), 9 em cada 10 shoppings os pets são permitidos e podem passear na companhia dos seus melhores amigos. Compartilhe:
Movimento Varejo

AmPm aposta em novo conceito de loja e atendimento omnichannel

Com lojas mais eficientes e com um novo mix de produtos, a rede de lojas de conveniência AmPm está apostando no conceito de alimentação completa, com padaria, adega, minimercado e beer cave. A nova unidade foi lançada no bairro de Moema, zona sul de São Paulo. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.