Amazon entra na venda de remédio com receita

A Amazon lançou um serviço on-line de entregas de medicamentos vendidos com apresentação de receita médica nos Estados Unidos. A empresa oferece grandes descontos, em um esforço de desestabilizar o setor farmacêutico e de desafiar varejistas como a Walgreens e a CVS Health.

A divisão, batizada de Amazon Pharmacy, vai oferecer descontos de até 80% na compra de medicamentos genéricos aos assinantes da Amazon Prime que pagam por meio de seu site ou nas mais de 50 mil farmácias físicas em todo o país, disse ontem a Amazon. A maior varejista on-line do mundo também está oferecendo descontos de até 40% na compra de remédios de marca.

A empresa de comércio eletrônico se aventurou no setor farmacêutico em 2018, quando pagou cerca de US$ 1 bilhão para comprar a PillPack, uma farmácia de vencia por catálogo que embala e entrega comprimidos pelo correio. A mais recente iniciativa representa uma intensificação significativa desses esforços.

As ações dos concorrentes registraram abalos com o anúncio. Os papéis da Walgreens Boots AIliance despencaram 11,8% ontem no pregão eletrônico anterior à abertura oficial da bolsa, enquanto os da CVS Health, a maior operadora de farmácias nos EUA, caíram 9,5%, e as da Ri-te Aid perderam 12,3% de seu valor. As ações da Amazon subiram 2,7%.

A criação da unidade durante a pandemia poderá ajudar a Amazon, uma vez que as vendas on-line de outros produtos, como alimentos, cresceram rapidamente com as pessoas imobilizadas em casa. Embora os medicamentos vendidos sob receita médica tenham ficado para trás em relação a outros produtos nas vendas on-line, os consumidores poderão ficar tentados pela praticidade de fazer um pedido para a Amazon, e pelos descontos oferecidos.

“Entendemos a importância do acesso à medicação financeiramente acessível, e acreditamos que os membros da Prime descobrirão grandes vantagens com o novo benefício de economia para remédios comercializados com apresentação de receita Amazon Prime”, disse Jamil Ghani, vice-presidente da Amazon Prime.

Os serviços da PillPack continuarão a operar paralelamente à Amazon Pharmacy.

Fonte: Valor Econômico

Relacionadas
Tendências e Inovação

Brasil é o segundo país que mais fala sobre Black Friday no Twitter

Dados do Twitter mostram que Brasil é o segundo país que mais Tweeta sobre Black Friday no mundo, atrás apenas dos Estados… COMPARTILHAR:FacebookTwitterWhatsAppLinkedIn
Tendências e Inovação

Dark kitchens impulsionam vendas no Food Service

* Por Rodrigo Andrade Pedir uma pizza em casa no domingo à noite já era quase uma tradição brasileira. Antes da pandemia… COMPARTILHAR:FacebookTwitterWhatsAppLinkedIn
Tendências e Inovação

Bill Gates: As 7 grandes mudanças provocadas pela pandemia

Na semana passada, Bill Gates, o fundador da Microsoft, estreou seu podcast. Ao lado da atriz e ativista Rashida Jones, o empresário dedica… COMPARTILHAR:FacebookTwitterWhatsAppLinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.