Comércio projeta aumento de vendas para a Páscoa

Marcelo Camargo/Agência Brasil

A maioria do comércio catarinense está otimista para a Páscoa deste ano. Segundo levantamento realizado pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC), 40,9% dos entrevistados acreditam que as vendas para a data serão superiores às registradas no mesmo período do ano passado. Outros 32,2% avaliam que deve ser igual.

“O cenário ainda é desafiador por conta da pandemia, mas com o fluxo da vacinação aumentando cada vez mais, cresce também a esperança de, aos poucos, retomarmos a normalidade. E temos quase um mês antes da Páscoa, que neste ano será celebrada no início de abril”, avalia o presidente da FCDL/SC, Ivan Roberto Tauffer.

Mesmo com os impactos da pandemia, 42,2% dos entrevistados que apontam aumento na data avaliam que o crescimento do volume de vendas será de até 3%, não considerando nesta estimativa uma eventual situação de lockdown. O levantamento da FCDL/SC foi realizado com 400 empresas associadas que atuam no varejo em 20 cidades com maior potencial de consumo – IPC.

Também foi identificado que 56,1% disseram que não haverá aumento no estoque, 37% estão programando alguma promoção e 32,6% estimam um tíquete médio entre R$ 51 e R$ 100. Sobre o meio de pagamento, 49,6%, apontaram o cartão de crédito e 20% o crediário. E quanto à forma de atendimento, 54,3% estão operando tanto de forma física quanto on-line, 44,3% somente em loja física e 1,3% apenas on-line.

Compartilhe:
Relacionadas
Fatos e Dados

Covid-19: Câmara aprova PL que amplia categorias prioritárias na vacinação

Bancários, entregadores de aplicativos e domésticas estão entre as novas prioridades que agora serão votadas pelo Senado Compartilhe:
Fatos e Dados

Três em cada 10 MEI fecham as portas em até 5 anos de atividade

Os microempreendedores individuais (MEI) são os que apresentam a maior taxa de mortalidade em até cinco anos. De acordo com a pesquisa Sobrevivência de Empresas (2020), realizada pelo Sebrae com base em dados da Receita Federal e com pesquisa de campo, a taxa de mortalidade desse porte de negócio é de 29%. Já as microempresas têm uma taxa de mortalidade, após cinco anos, de 21,6% e as de pequeno porte, 17%. Compartilhe:
Fatos e Dados

CNDL lança relatório Panorama do Comércio

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) lança hoje (10/6) a primeira edição do Panorama do Comércio, relatório mensal dirigido à sua base de representação, às autoridades políticas e aos formadores de opinião. A publicação compila os principais dados econômicos e sociais relacionados ao comércio. Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.