Tendências e Inovação

ESG possibilita rentabilidade para pequenos negócios inovadores

No Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria, que aconteceu até esta quinta-feira (10), Sebrae discutiu como pequenos negócios podem inovar para aproveitar tendência e ganhar mais competitividade

O primeiro dia da 9ª edição do Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria discutiu como os pequenos negócios podem inovar no segmento de energia e aproveitar as oportunidades do mercado. Um painel no Lounge Sebrae apresentou as oportunidades do mercado de óleo e gás onshore para as micro e pequenas empresas (MPE) que desejam inovar e atender às demandas tecnológicas do segmento. O congresso acontece em São Paulo, em formato híbrido, e é realizado pelo Sebrae e pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

De acordo com a analista do Sebrae Nacional Juliana Borges, as grandes empresas do setor estão buscando soluções que levem segurança para suas operações, amenizando, principalmente, preocupações em torno dos impactos ambientais, sociais e de governança, considerados premissas ESG. A sigla originada do inglês (Environmental, Social e Governance) tornou-se tendência global no mundo dos negócios nos últimos anos.

“Os pequenos negócios têm potencial para desenvolver soluções tecnológicas de forma a responder às demandas do mercado de energia, mas, para isso, precisam ter uma estrutura capaz não apenas de prever os problemas já conhecidos, como também estarem preparados para propor soluções rápidas e responsáveis para os problemas que ainda vão surgir”, explicou a analista.

O Sebrae tem atuado no mercado de óleo e gás onshore por meio do Polo de Referência Nacional, que funciona como um hub de soluções. Com o objetivo de otimizar o atendimento, inicialmente está presente em oitos estados brasileiros, principalmente no Norte e Nordeste do país. Além de mapear as questões das operadoras, o Sebrae também identifica oportunidades para as micro e pequenas empresas (MPE). Atua ainda para o desenvolvimento de políticas específicas de financiamento e apoio de todo o ecossistema de inovação para o segmento onshore, considerando as principais barreiras para os pequenos negócios que desejam atuar como fornecedores de produtos e serviços nessa área.

“O mercado de óleo e gás onshore passou por mudanças significativas nos últimos anos com a nova política de atuação da Petrobras que deixou de operar no segmento. A abertura do mercado para a iniciativa privada mudou a dinâmica do mercado onshore no país, com possiblidade para que os pequenos negócios possam inovar para atuar em diversos níveis desta cadeia produtiva”, comentou Juliana.

Iniciativas ESG como estratégia para pequenos negócios
O Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria também traz pequenos negócios inovadores, como startups, para discutir inovação e sustentabilidade. Nessa quarta-feira (9), o CEO da startup mineira Vertown, Guiarruda, foi um dos palestrantes do painel “A inovação como principal estratégia de Sustentabilidade”. Há cinco anos, a empresa tem ajudado grandes indústrias na gestão de resíduos por meio de uma plataforma que utiliza dados e inteligência artificial.

“Considero que nosso negócio é ESG raiz. No início, nos questionamos se estávamos muito à frente, mas hoje percebemos que estamos no caminho certo. O mundo está mudando e as empresas que não tiverem a consciência deste momento não terão espaço no mercado, pois a própria sociedade tem demonstrado que prefere negócios que aplicam ESG. Se uma pequena empresa quer crescer, ela terá que se adaptar também”, avaliou o CEO.

Como tendência global, a ESG também tem chamado atenção de pequenos negócios que querem fazer a diferença e gerar diferencial competitivo. A startup gaúcha Trash In, que atua na gestão de resíduos e logística reversa 360º, atende muitos pequenos negócios em todo o Brasil, além de grandes clientes como P&G, Havaianas, Parque Ibirapuera, entre outros.

“Quando falamos de ESG, estamos falando de redução de riscos e relacionamento com o entorno, seja a sociedade, o poder público, ou fornecedores. Então, para os pequenos negócios, são práticas que ajudam a reduzir custos e atrair mão de obra qualificada que se identifica com o propósito, aumentando a credibilidade da marca”, analisou o CEO da TrashIn, Sérgio Finger.

No segundo dia do evento, o empreendedor é convidado do painel “Visualize seus projetos de inovação aberta”, no Lounge do Sebrae, a partir das 15h, ao lado de representantes da Beta-i e Natura Cosméticos. Segundo ele, com passos simples e pouco custo é possível que pequenos negócios, como restaurantes ou escritórios de contabilidade, por exemplo, possam avançar na aplicação da ESG. “A empresa vai ter a redução de risco de uma multa ambiental, impacto positivo na sociedade e mostrar que colabora com a geração de renda de cooperativas, adquirindo autoridade para se diferenciar da concorrência”, enumerou.

Fonte: Agência Sebrae

Compartilhe:
Relacionadas
Tendências e Inovação

Os segredos para ser um líder de sucesso

Para entender as habilidades que um líder precisa para realizar uma boa gestão, a Revista Varejo S.A. conversou com Caio Cunha. Compartilhe:
Tendências e Inovação

Três aplicações eficientes e modernas que podem melhorar a competitividade do varejo

A tecnologia é capaz de tornar o modelo de varejo mais competitivo e lucrativo, além de garantir que os negócios se atualizem e não sejam excluídos do mercado por falta de inovação. Não à toa, sua aplicação em torno da automação de processos em busca de mais eficiência foi batizada como Quarta Revolução Industrial. E, após tantos avanços, ainda há o que ela pode contribuir para melhorar a competitividade das empresas que compõem o ecossistema do consumo e, também, o setor como um todo. Compartilhe:
Tendências e Inovação

Brasileiros querem comprar mais do comércio local

Levantamento da Plataforma Gente, da Globo, aponta que 71% dos consumidores brasileiros pretendem comprar mais de negócios locais porque querem que eles permaneçam abertos. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.