16 jul, 2024
0 ° C

No Dia Livre de Impostos, Happy Hour da CDL Jovem Caxias tratará dos desafios da tributação no Brasil

Evento gratuito e aberto ao público ocorre em 6 de junho (quinta-feira), às 19h, no Rocca Garden

Crédito: Silvia Zambianco Riva da Costa
Happy Hour CDL Jovem - crédito Silvia Zambianco Riva da Costa

Em 2024, cada brasileiro precisou trabalhar os primeiros cinco meses do ano para pagar toda a carga tributária existente no Brasil. Para tratar do excesso de impostos pagos pelo comércio, serviços e indústria, além da burocracia tributária que atrapalha o ambiente de negócios, a CDL Jovem Caxias abordará o tema na segunda edição do ano do Happy Hour. A data escolhida é justamente o 6 de junho (quinta-feira), quando marca a mobilização nacional do Dia Livre de Impostos (DLI).

Com vagas limitadas, o evento gratuito ocorrerá às 19h, no Rocca Garden, em Caxias do Sul. Cada participante inscrito no site oficial terá direito a uma taça de espumante, bebida que possui tributação de 59,49%, de acordo com o Impostômetro, do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT).

Com o tema “Imposto: um mal necessário”, o evento contará com a presença de três convidados, especialistas na área tributária: Willian Furlan, contador e presidente do Sescon Jovem; Mauricio de Costa Almeida, sócio do escritório Santos & Almeida Advogados e integrantes da CDL Jovem; e Iuri Von Brock, advogado tributarista na Assecont Serviços Contábeis.

Katiane Danielle Paim, coordenadora de Eventos da CDL Jovem Caxias, destaca que ações como a DLI são imprescindíveis para a conscientização e servem ainda como forma de protesto contra a alta carga tributária e o baixo retorno das taxas arrecadadas pelas autoridades.

A jovem empresária cita exemplos de impostos excessivos cobrados em alguns produtos, de acordo com o IBPT, como joias (50,44%), peixes (34,48%), ração para cães e gatos (41,26%), caipirinha (76,66%), panelas (45,77%), gasolina (61,95%), jogos de videogame (72,18%), micro-ondas (59,37%) e caneta (49,95%). De acordo com o instituto, o Brasil está entre os 15 países com maiores cargas tributárias do mundo.

“No ano passado, a carga tributária das três instâncias governamentais – federal, estaduais e municipais -, atingiu R$ 3,52 trilhões. Em 2024, a expectativa é de que ela será ainda maior, podendo chegar a quase R$ 4,8 trilhões até o final do ano. Apenas de janeiro a abril, o poder público já arrecadou R$ 1,2 trilhão. Precisamos estar atentos ao alto índice que pagamos e o quanto disso é retornado à população. Nosso evento do DLI busca levar informação e ainda será espaço para discussão sobre a urgente reforma tributária no país”, observa a coordenadora da CDL Jovem.

Empresas podem aderir ao DLI até o dia 5

Além do Happy Hour alusivo ao DLI, a CDL Jovem está incentivando empreendimentos do comércio, dos serviços e da indústria de Caxias do Sul a aderirem à campanha nacional por meio da venda de produtos e serviços com descontos proporcionais ao imposto de cada item. Para aderir, não é preciso ser associado da CDL Caxias do Sul.

Estabelecimentos que tenham interesse em participar devem fazer o cadastro da sua promoção até as 22h do dia 5 de junho. A inscrição é gratuita e deve ser feita, exclusivamente, pelo www.dialivredeimpostos.com.br. As marcas e os itens registrados poderão ser consultados pelos consumidores no site. Caso os empreendedores tenham dúvida para realizar o cadastro, é possível enviar email para ana.maria@cdlcaxias.com.br e solicitar apoio.

“Não é necessário que o empresário coloque à venda todos os itens com desconto. Porém, nos produtos ou serviços que ele escolher é obrigatório dar a redução proporcional do valor do respectivo tributo à nível nacional. O desconto referente ao encargo é apenas para o consumidor, para demonstrar a ele o percentual de imposto sobre o produto ou serviço. A ação visa conscientizar o cliente do alto índice de taxação”, reitera Katiane Danielle Paim, coordenadora de Eventos da CDL Jovem Caxias.

Desde 2003, o DLI é promovido pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), por meio das CDL Jovem de todo o Brasil. Em Caxias do Sul, a mobilização ocorre há seis anos consecutivos.

SOBRE OS PAINELISTAS

Mauricio de Costa Almeida

Graduado em Direito pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), já atuou em escritórios de advocacia nacional e internacional, nas áreas empresarial, tributária, cível e de recuperação de créditos. Possui especializações em Direito Tributário, Planejamento Patrimonial e Sucessório e Holding, Direito Multidisciplinar Intensivo e Extensivo. É sócio do escritório Santos & Almeida Advogados.

William Furlan

Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), possui MBA em Controladoria. Atualmente, atua como coordenador do departamento jovem do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas da Região Serrana do Rio Grande do Sul (Sescon) e membro do Conselho Deliberativo da Câmara da Indústria e Comércio de Caxias do Sul (CIC). Atua em diversas áreas na Assecont Serviços Contábeis.

Iuri Von Brock

É graduado em Direito pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), especialista em Direito Tributário pelo Instituto Brasileiro de Estudos Tributários (IBET).

SERVIÇO

O que: Happy Hour CDL Jovem Caxias – Especial Dia Livre de Impostos (DLI)
Tema: “Imposto: um mal necessário”
Quando: 6 de junho (quinta-feira), a partir das 19h
Onde: Rocca Garden (Rua Dep. Luiz Carlos Festugatto, 2.784, em frente a rótula dos Pavilhões da Festa da Uva)
Valor: gratuito, com vagas limitadas. A chegada pontual do participante garante uma taça de espumante
Inscrições: https://bit.ly/happyhour-imposto
Realização: CDL Jovem e CDL Caxias do Sul
Patrocínio: Sicredi
Apoio: Rocca Garden Bar e Boccati