Economia e Finanças

5 Dicas de educação financeira para empreendedores

No Brasil, existem cerca de 6,4 milhões de empresas. Dessas, 99% são PMEs e detêm 52% dos empregos com carteira assinada do setor privado, segundo dados da Serasa Experian.

Apesar de muitos empreendedores encontrarem o sucesso, muitos sentem que não têm conhecimento sobre finanças. Problemas de fluxo de caixa, por exemplo, podem levar o negócio à falência. Por isso, um bom plano financeiro deve ser um dos pilares da empresa, desde o início de sua operação.

Lorelay Lopes, head de Negócios do UP Consórcios, fintech da Embracon, separou cinco dicas de Educação Financeira que vão ajudar os empreendedores a estruturar o negócio e crescer de modo sustentável.

1. Crie um orçamento e cumpra-o
É importante criar um orçamento para evitar que uma empresa se afunda em dívidas. Isso o ajudará a diferenciar os “obrigatórios” dos “desejos” em todas as facetas de suas operações. Mas se precisar de dinheiro para expandir os negócios, escolha o consórcio, pois não cobra juros.

2. Economize para um dia chuvoso
Certifique-se de estar pronto para quaisquer flutuações sazonais ou desacelerações no mercado, economizando para um fundo de emergência. Isso também dá tranquilidade se surgirem contratempos e obstáculos. Não é se você experimenta um revés ou não, é sobre como você está preparado para enfrentar a tempestade quando ela chegar.

3. Reinvestir no negócio
Quando sua empresa experimentar um rápido crescimento e aumento de lucro, comemore as vitórias. Mas não perca de vista seus objetivos de longo prazo. Certifique-se de reinvestir o capital de volta na empresa para que ela continue em uma trajetória de crescimento. Recompense a si mesmo e sua equipe pelo trabalho duro, mas não exagere. Em vez disso, contrate mais pessoas, invista em mais marketing ou procure novas plataformas ou tecnologias para ajudar sua empresa a ter sucesso e manter o ritmo.

4. Não ignore suas finanças pessoais
Ser empreendedor exige muito trabalho e dedicação, por isso pode ser fácil para os proprietários de pequenas empresas ficarem tão envolvidos no crescimento de sua marca que esqueçam de suas finanças pessoais. Então certifique-se de que está economizando dinheiro para seu próprio fundo pessoal tanto para dias chuvosos como para a sua aposentadoria. Lembre-se: Você precisa ter uma renda também.

5. Busque orientação
Ninguém é obrigado a saber sobre tudo, mas para ter um negócio de sucesso é preciso buscar conhecimento e capacitação nas áreas que não domina. Hoje é possível encontrar muitos conteúdos gratuitos que podem ajudar a compreender melhor o mercado e o seu ramo de atuação, e dentre as principais vantagens de obter esse conhecimento é poder encarar as dificuldades com mais preparação, ter um olhar diferenciado para solucionar problemas, conhecer com mais precisão os seus concorrentes, descobrir alternativas para estruturar o seu negócio e sair na frente com criatividade e êxito.

Fonte: Difundir

Relacionadas
Economia e Finanças

Bares e restaurantes devem criar 100 mil vagas de emprego no 2º semestre

Uma pesquisa divulgada pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) mostra que 35% dos empresários do setor pretendem fazer contratações neste segundo semestre.
Economia e Finanças

Pequenos negócios geram 72% das vagas de emprego no primeiro semestre

Micro e pequenas empresas criam 961 mil postos no período no país
Economia e Finanças

Faturamento de lojas físicas no Brasil cresce 22% no primeiro semestre, diz estudo

O faturamento das lojas físicas do país cresceu 22% no primeiro semestre deste ano em comparação com o mesmo período de 2021, de acordo com o levantamento de Índices de Performance do Varejo, organizado pela HiPartners Capital & Work em parceria com a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.