Movimento Varejo

Como será Dia dos Namorados com a pandemia?

O Dia dos Namorados, comemorado em 12 de junho, será diferente este ano, mas não menos emocionante. A data típica do calendário comercial brasileiro vai obrigar os comerciantes a se adaptarem ao cenário causado pelo novo coronavírus, assim como os consumidores irão fazer uso de novas formas de compras.

A data, que movimentou mais de R$ 2,2 bilhões no ano passado, deve seguir a tendência de crescimento do e-commerce brasileiro registrada nos últimos meses. A tendência é confirmada pela pesquisa realizada pela ShopFully, que entrevistou 1.508 pessoas de todas as regiões do Brasil entre os dias 15 e 17 de maio.

A explicação é óbvia e repetida por especialistas: as lojas que possuem canais digitais já saem na frente na busca do consumidor durante a pandemia, e o cliente vai querer mais do que preço e agilidade na entrega.

De acordo com o levantamento, 57,2% das pessoas pretendem comprar um presente para o namorado (a) ou cônjuge. 48% dos entrevistados afirmaram que já estavam realizando pesquisas com o intuito de verificar promoções, comparar preços e encontrar as melhores ofertas. Os dados ainda revelam que 51% das pesquisas de presentes são realizadas por meio de sites ou aplicativos de ofertas, seguido pelas redes sociais (32%) e comparadores de preços (15%).

O Consultor de Varejo Marco Quintarelli separou algumas dicas para o consumidor encontrar presentes com preços acessíveis, e para o comércio como aumentar o faturamento neste período, utilizando, principalmente, as ferramentas online como estratégia de vendas.

PARA O COMÉRCIO

Vendas online como diferenciais

As lojas que possuem canal virtual saem na frente na busca do consumidor durante a pandemia. Incluir condições diferenciadas de pagamentos será importante para aumentar as vendas, como por exemplo: frete grátis, entrega rápida, personalização do presente e parcelamento das compras.

Jantar em casa

Os tradicionais jantares românticos fora de casa também não poderão ocorrer devido à pandemia. O serviço de entrega (delivery) de alimentos teve um boom desde o início da quarentena, e a alta procura vai continuar. Uma dica para cativar o cliente é ir além da entrega. Leve a experiência do restaurante para a casa das pessoas com um brinde especial ou uma carta.

Parcerias

Uma dica é fazer parcerias de negócios para a data. Um restaurante pode se unir a uma floricultura ou uma empresa de decoração de eventos, por exemplo, para caprichar no clima de romance.

PARA OS CONSUMIDORES

Pesquise preços

Pesquise bem os presentes que deseja comprar em mais de um site, pois a diferença de preço pode ser bem alta. Há sites, inclusive, que servem justamente para comparar preço.

Saiba quanto pode gastar

Esse é o primeiro passo para não sair endividado. Organize os gastos fixos do mês, e veja o que irá sobrar. Você precisa estabelecer um valor máximo que será destinado às compras.

Saiba onde está comprando

Nem tudo é só preço. A segurança precisa vir em primeiro lugar. Antes de comprar, verifique a reputação da loja que está anunciando o produto. A dica é pesquisar redes sociais oficiais, comentários de antigos clientes e até a reputação da loja em sites específicos de reclamação. Veja se ela está na lista do Procon de sites fraudulentos. Além disso, busque pelo certificado digital de segurança e só compre se tiver certeza de que não se trata de um golpe.

Compartilhe:
Relacionadas
Movimento Varejo

Como manter as vendas do e-commerce em alta após a volta do varejo presencial?

Depois de vivenciar um grande crescimento durante a pandemia, o amadurecimento do e-commerce acelerou e hoje está em um estágio muito mais avançado do que o esperado. Compartilhe:
Movimento Varejo

Chegada do frio abre oportunidade para turismo de inverno no país

Entre os segmentos que podem se beneficiar da estação, o turismo se destaca na temporada, beneficiando várias atividades econômicas da cadeia produtiva. O período, que também é marcado pelas férias escolares de julho, é um momento propício para famílias e casais que desejam viajar. Os destinos mais procurados são as cidades mais frias do Sul e Sudeste do país, que exploram atrativos locais para atrair turistas de outras cidades, mas também moradores das próprias localidades. Compartilhe:
Movimento Varejo

Nove em cada dez shoppings adotam ambientes pet friendly

O setor de shopping centers aderiu a tendência pet friendly e promoveu inúmeras ações e serviços com o objetivo de tornar os seus espaços cada vez mais adequados e harmônicos aos animais domésticos. Segundo o Boletim Tendências e Oportunidades, da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), 9 em cada 10 shoppings os pets são permitidos e podem passear na companhia dos seus melhores amigos. Compartilhe:

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.