Brasília 40°

Frente do Comércio e Serviços faz primeira reunião do ano

O presidente da Unecs e da CNDL, José César da Costa, participou, na manhã desta quarta-feira (27), da primeira reunião da Frente Parlamentar Mista do Comércio, Serviços e Empreendedorismo.

O encontro serviu para, entre outros assuntos, discutir o andamento do PL 178/2021, que trata da simplificação das obrigações acessórias. O projeto, de autoria do deputado Efraim Filho (União Brasil), que é presidente da Frente Parlamentar, unifica cadastros fiscais e padroniza as legislações e sistemas de pagamento de tributos.

Para José César, o projeto significa a modernização e simplificação de um sistema que prejudica especialmente os Micro e Pequenos Empresários. “Esse projeto deve aliviar a situação de quem mais emprega e paga impostos no Brasil. Estamos felizes com o apoio e engajamento dos parlamentares nessa empreitada.”

O deputado Efraim Filho disse que o projeto está tendo grande aceitação entre os parlamentares e acredita que em breve ele entra na pauta prioritária da Câmara.

“O projeto seria uma maneira eficaz para reduzir os custos para as administrações tributárias e para os contribuintes. Se aprovado, o texto deverá reduzir e muito o custo brasil”, disse.

Participaram da reunião o senador senador Izalci Lucas (PSDB-DF) de os deputados Paula Belmonte (Cidadania-DF), Alan Rick (União-AC). Zé Neto (PT-BA), Sanderson (PL-RS) e Rodrigo Coelho (Podemos-SC).

Compartilhe:
Relacionadas
Brasília 40°

Sebrae é festejado pelo setor de comércio e serviços

Sebrae comemora seus 50 anos e é festejado pelo setor de comércio e serviços. Compartilhe:
Brasília 40°

Pelo menos 20 estados anunciaram a redução do ICMS sobre combustíveis

Pelo menos 20 estados já anunciaram a redução do ICMS sobre combustíveis. Os governadores do Ceará e do Amazonas fizeram os anúncios nesta segunda-feira (04). Compartilhe:
Brasília 40°

Câmara aprova MP que amplia beneficiários e margem do crédito consignado

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (29) a medida provisória que aumenta o limite de crédito consignado para a maioria dos assalariados brasileiros e autoriza esta modalidade de empréstimo aos que recebem Benefício de Prestação Continuada (BPC), Renda Mensal Vitalícia (RMC) e Auxílio Brasil. A MP segue agora para o Senado. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.