Movimento Varejo

Humanizar o atendimento ao cliente é a chave para a qualidade

A seleção do atendente, o treinamento e o atendimento são etapas fundamentais que dependem da valorização do ser humano

humanizar_tag

Que o atendimento ao cliente é um dos pilares para o sucesso nas vendas, todos sabem. Mais importante do que isso, o cliente que se sente respeitado e bem atendido acaba voltando sempre ao estabelecimento e tem o poder de atrair novos consumidores indiretamente. Mas, na prática, o que significa atender bem e como fazer isso? Conversei com alguns especialistas que disseram que um bom atendimento é aquele humanizado e, para que isso aconteça, devem ser tomados cuidados desde a seleção do atendente até o atendimento direto na loja. Confira as dicas:

 

  1. Um bom atendimento começa na seleção do atendente

É importante entender que todo atendimento de qualidade tem início no processo de seleção do atendente. A primeira coisa levada em consideração é que, para lidar com o público, deve ser designado alguém que goste disso. É importante que o atendente seja comunicativo, educado, gentil, simpático, entre outras características relacionadas a essa atividade.

 

  1. Somente um profissional bem qualificado será um bom atendente

“Varejo é feito por gente atendendo gente e treinamento não é adestramento, não pode formar robôs”, destaca Fernando Lucena, sócio-diretor e consultor da GS&Friedman. Depois de selecionado o perfil adequado para a função, deve-se iniciar o treinamento, com base em um roteiro predefinido que contenha informações completas sobre a loja, operações, produtos e clientes. O ideal é fazer com que o atendente torne-se um especialista no assunto, para que se habilite a tirar todas as dúvidas que poderão surgir por parte dos clientes. Para auxiliar em um treinamento com foco em seu negócio, é interessante contratar consultores especializados.

 

  1. Humanizar o atendimento é dever de pequenos e grandes lojistas

Com um treinamento adequado e já conhecendo as técnicas de vendas, o atendente está preparado para atender às necessidades do cliente de maneira personalizada. Nesse momento, as habilidades adquiridas no treinamento são postas à prova e o papel do atendente é auxiliar aquele consumidor, que não deve ser visto somente como alguém que irá comprar o produto, sendo tratado com educação e respeito, acima de tudo. Atitudes simples, como levar até a porta e agradecer pela compra, fazem a diferença. Buscar sempre encantar o cliente faz com que ele queira voltar à sua loja, resultando na fidelização.

Fernando Lucena lembra que essas boas práticas são acessíveis também aos varejistas menores e devem ser adotadas independentemente do tamanho da empresa. “Principalmente os pequenos devem buscar o diferencial por meio do bom atendimento, para se tornarem especiais para os clientes. Por outro lado, os grandes não podem se deixar levar pelo tamanho e desprezar a importância da atenção a cada cliente”, orienta.

Relacionadas
Movimento Varejo

Phygital transforma experiência do cliente e impacta vendas no varejo

Você sabia que 60% dos consumidores gostam de combinar a compra online com a compra física? O dado, divulgado pelo relatório O Amanhecer do Consumidor Phygital, da MindTree, traz à tona a importância da estratégia phygital no cenário comercial pós-pandemia e na implementação de ações que coloquem o consumidor como o centro do empreendedorismo.
Movimento Varejo

A relevância da tecnologia na precificação das vendas de supermercados on-line

Conhelça soluções capazes de monitorar em tempo real centenas de milhares de preços de diversos concorrentes, simultaneamente.
Movimento Varejo

Seminário na Cidade das Artes vai debater as tendências para o varejo

Evento, promovido pela ASSERJ, terá especialistas que vão falar sobre as inciativas que estão movimentando o setor de supermercados, food service e varejo em geral

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.