14 jul, 2024
0 ° C

PMEs online faturam R$ 2 bilhões no primeiro semestre de 2024

Aproximadamente 32 milhões de produtos foram vendidos no e-commerce no período

Shutterstock
PMEs online faturam R$ 2 bilhões no primeiro semestre de 2024

De acordo com levantamento realizado pela Nuvemshop, plataforma de e-commerce, nos primeiros seis meses do ano, as pequenas e médias empresas do varejo online movimentaram R$ 2 bilhões no Brasil, um montante 33% superior ao total registrado em 2023 (R$ 1,5 bilhão).

De janeiro a junho de 2024, foram vendidos 31,8 milhões de produtos, volume que representa um crescimento de quase 26% em relação ao ano passado. Os segmentos que apresentaram maior faturamento foram: Moda (R$ 680,3 milhões), Saúde & Beleza (R$ 187,3 milhões) e Acessórios (R$ 133 milhões).

“Apesar de as vendas online já fazerem parte do comportamento do consumidor no Brasil, é visível o potencial desse mercado frente a outros negócios para empreendedores de todos os segmentos. O e-commerce é e continuará sendo uma das melhores oportunidades para pequenos e médios varejistas que desejam iniciar ou mesmo expandir suas vendas”, comenta Daniela Spinardi, diretora de Pequenas e Médias Empresas na Nuvemshop.

Já em relação aos meios de pagamento, o cartão de crédito segue sendo a opção mais utilizada, representando 45% de todos os pedidos pagos no e-commerce. No ano passado, o Pix representava 35% do montante e em 2024 esse total atingiu 44,5%, sendo o segundo meio de pagamento mais escolhido para as compras online. O ticket médio nacional foi de R$ 244,20.

O ranking de estados que mais faturaram no primeiro semestre é liderado por São Paulo (R$ 976,5 milhões). Minas Gerais (R$ 193,6 milhões), Santa Catarina (R$ 149,4 milhões), Rio de Janeiro (R$ 149,3 milhões) e Paraná (R$ 106 milhões) completam o top 5.

Para a análise, foram consideradas as vendas realizadas de 1º de janeiro a 30 de junho de 2023 e 2024 da base de lojistas brasileiros da Nuvemshop.