Integra CNDL

CDL Blumenau retoma o Ciclo de Palestras

Foto: CDL Blumenau

A noite desta terça-feira (21) foi marcada pela retomada do Ciclo de Palestras, realizado pela CDL Blumenau em parceria com a UniSagres. Após mais de dois anos sem edições por conta da pandemia, a reestreia do evento contou com a presença do antropólogo e professor Luiz Marins, que subiu ao palco do auditório Heinz Geyer, no Teatro Carlos Gomes. Mais de 500 pessoas participaram da palestra “A grande retomada: ou somos todos vendedores ou a conta não fecha”.

Para o presidente da CDL Blumenau, Eduardo Soares, a escolha do palestrante foi estratégica e contribuiu para o sucesso de público. “Estamos em um momento que todos, independentemente de cargo ou função, precisam se dedicar para que as empresas façam boas vendas e cresçam. O tema do professor Marins vem ao encontro dessa realidade e, novamente, ele nos deu uma grande aula sobre como fazer isso na prática”, afirmou.

De maneira muito dinâmica, Marins palestrou por quase duas horas. Inicialmente, o professor trouxe dados que mostram porque, cada vez mais, o Brasil é um país propício para investimentos. Entre as informações, estão as vantagens como o tamanho da federação, fronteiras sem guerras, um único idioma, melhor sistema bancário do mundo em termos de eficiência, além de água e luz em abundância.

Marins destacou que tudo isso são vantagens exclusivas do Brasil, comparando até mesmo com outros países grandes, como a Indonésia, onde são quase 30 idiomas, inúmeras moedas, entre outros fatores que dificultam investimentos. “Além disso, o Brasil tem uma população economicamente ativa de 67 milhões de pessoas só na classe média, além das outras classes. O mercado brasileiro continua crescendo e cada vez mais é uma grande oportunidade para investir”, apontou Marins.

O professor trouxe ainda dados de uma pesquisa que mostra o que o cliente realmente quer, o que ele não gosta e ainda como diferenciar a empresa. “A pesquisa aponta que o que mais irrita o cliente no relacionamento com a empresa é o mal atendimento (40%). Em seguida, estão não cumprir o que prometeu, arrogância, falta de qualidade no produto e, em quinto lugar, a demora no atendimento”, explanou.

Mas, afinal de contas, o que o cliente quer? De acordo com o levantamento do professor, o desejo é por um atendimento de excelência. “A pesquisa nos mostra que atendimento de excelência é, em primeiro lugar, falar a verdade em qualquer circunstância, por isso, não queira enganar nunca o cliente para fechar uma venda”, afirmou.

Sobre diferenciar a empresa dos concorrentes, Marins destacou que o segredo está em saber o que de fato tem valor para o cliente. “Não adianta eu investir e fazer uma melhoria por algo que meu cliente não vê valor. Ele não vai pagar a mais por isso e aí se torna um custo”, reforçou.

Para finalizar, Marins falou sobre como surpreender o cliente. “A pergunta não é o que o cliente espera, mas sim o que ele não espera. É preciso fazer o que ele não espera e transformá-lo em um vendedor ativo”, argumentou.

Ao término da palestra, Marins conversou com o público e fez os registros fotográficos, como sempre, com muita atenção com cada participante.

Esta edição do Ciclo de Palestras contou com o patrocínio da Viacredi – Cooperativa Ailos e da Tarpan – Toyota, além do apoio da Gráfica Kasburg.

Fonte: CDL Blumenau

Compartilhe:
Relacionadas
Integra CNDL

Convenção de Comércio e Serviços aborda inovação e tecnologia

Com o tema “Future-se”, especialistas da área irão abordar tópicos como economia, sustentabilidade, transformação digital, vendas, inovação, cenário econômico e sucessão familiar ao longo. Compartilhe:
Integra CNDL

CNDL e FCDL SC reúnem mais de 200 líderes empresariais em Florianópolis

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e a Federação (FCDL SC) realizaram na manhã de hoje (30), em Florianópolis, o segundo… Compartilhe:
Integra CNDL

CDL/BH celebra 62 anos com um objetivo: fazer de BH o melhor lugar para se empreender e viver

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) completa hoje, dia 28 de junho, 62 anos de vida A entidade chega à nova idade com novidades e um propósito: fazer da capital o melhor para se viver e empreender. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.