Movimento Varejo

Cinco dicas para dar um propósito ao seu negócio

Empresas podem e devem buscar na atuação socialmente responsável um diferencial de mercado

Um dos temas mais comentados na NRF 2020 foi a importância de as empresas encontrarem e trabalharem o propósito de suas marcas. O propósito é uma expressão que indica o quanto uma organização está comprometida com causas sociais, estando relacionada com a ética e a transparência na gestão dos negócios e devendo ser refletida nas decisões do dia a dia que podem causar impactos na sociedade, no meio ambiente e no futuro de uma empresa.

As micro e pequenas empresas podem buscar na atuação socialmente responsável um diferencial de mercado, que, entre outros benefícios, as credencia a ser fornecedoras de grandes empresas que adotam essa forma de gestão como critério de seleção. Além disso, práticas empresariais socialmente responsáveis dão credibilidade à gestão do negócio e facilitam na obtenção de crédito.

Considerando que empresas com propósito podem e devem fazer parte da estratégia de qualquer tipo de negócio, conheça cinco dicas que podem ajudá-lo a inserir condutas e ações de responsabilidade social em sua organização. As orientações são dicas do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

1 – Prefira contratar mão de obra local

A prática de contratar colaboradores da sua comunidade ajuda no desenvolvimento local por meio da geração de emprego e renda e é bem vista por todos, estimulando o bom relacionamento com a comunidade. Além disso, ao trabalhar perto de casa, os colaboradores geralmente faltam menos e chegam menos cansados ao local de trabalho, tornando-se mais produtivos. Os custos com deslocamentos também diminuem por causa da proximidade.

2 – Prefira contratar fornecedores da sua comunidade

A sugestão anterior vale também para os fornecedores. Ao contratar fornecedores locais, você gasta menos com transporte de matérias-primas e insumos e ganha na agilidade das entregas, além de estimular o desenvolvimento de outros pequenos negócios localizados na sua região. Se você possui uma pequena fábrica de bolsas, por exemplo, pode adquirir os arremates feitos por uma cooperativa de costureiras local.

3 – Cumprimento das leis trabalhistas

Pode parecer óbvio, mas respeitar as leis trabalhistas é uma postura de responsabilidade social da empresa, pois demonstra que o empresário valoriza seus empregados e colaboradores. Tenha em mente que empresas que valorizam seus funcionários valorizam, na verdade, a si mesmas. Ao estabelecer uma relação saudável dentro da organização, você consegue ter uma gestão mais tranquila do seu negócio e mantém seu empregado estimulado e motivado no ambiente de trabalho.

4 – Faça uma boa gestão de resíduos

As questões que envolvem o meio ambiente são recorrentes em muitos negócios e, por isso, devem ser consideradas fundamentais para uma boa prática de responsabilidade social e empresarial. Ao minimizar os impactos negativos que sua empresa provoca na sociedade, você colabora positivamente para a conservação do meio ambiente e ainda conquista a simpatia do seu cliente. Uma boa gestão de resíduos também permite economia, pois a empresa acaba desperdiçando menos matéria-prima e insumos.

5 – Divulgue suas ações de responsabilidade social

Na hora de planejar as ações de marketing e divulgação da sua empresa, não deixe de fora o que tem feito para se tornar uma empresa socialmente responsável. Mostre que sua organização não se preocupa apenas em gerar lucro e que investe em ações sustentáveis. Dessa forma, é possível atrair novas oportunidades de negócio com clientes que compartilham dos mesmos valores.

Compartilhe:
Relacionadas
Movimento Varejo

Como manter as vendas do e-commerce em alta após a volta do varejo presencial?

Depois de vivenciar um grande crescimento durante a pandemia, o amadurecimento do e-commerce acelerou e hoje está em um estágio muito mais avançado do que o esperado. Compartilhe:
Movimento Varejo

Chegada do frio abre oportunidade para turismo de inverno no país

Entre os segmentos que podem se beneficiar da estação, o turismo se destaca na temporada, beneficiando várias atividades econômicas da cadeia produtiva. O período, que também é marcado pelas férias escolares de julho, é um momento propício para famílias e casais que desejam viajar. Os destinos mais procurados são as cidades mais frias do Sul e Sudeste do país, que exploram atrativos locais para atrair turistas de outras cidades, mas também moradores das próprias localidades. Compartilhe:
Movimento Varejo

Nove em cada dez shoppings adotam ambientes pet friendly

O setor de shopping centers aderiu a tendência pet friendly e promoveu inúmeras ações e serviços com o objetivo de tornar os seus espaços cada vez mais adequados e harmônicos aos animais domésticos. Segundo o Boletim Tendências e Oportunidades, da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), 9 em cada 10 shoppings os pets são permitidos e podem passear na companhia dos seus melhores amigos. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.