Tendências e Inovação

6 dicas para o seu negócio fazer sucesso com o TikTok

A rede social TikTok tem feito barulho no Brasil e no mundo. Para se ter ideia, foi o aplicativo (app) mais baixado em 2020: dois bilhões de downloads só no primeiro trimestre do ano passado, segundo levantamento da consultoria Sensor Tower. Ainda de acordo com o estudo, foi o app que mais ganhou dinheiro na App Store. A receita da rede social na loja da Apple cresceu 600% e chegou a US$ 1,2 bilhão.

Por aqui, são mais de 70 milhões de usuários ativos em um mês, a maioria com 18 a 24 anos (35%), seguida daqueles com 25 a 34 anos (28%). Cada pessoa passa 64 minutos por dia dentro do app. “O TikTok veio de uma forma avassaladora. Está batendo recorde atrás de recorde de pessoas que usam o app e passam muito tempo lá dentro, e a população mais velha está começando a entrar. Hoje, 23% dos usuários têm 35 anos ou mais”, afirma Michelle Massaro, diretora de Operações de Mídia e Marketing da agência Raccoon, de São Carlos (SP).

Michelle Massaro é uma entusiasta do aplicativo. Segundo ela, estar dentro da plataforma é um bom negócio para as empresas atraírem e fidelizarem clientela. “Atualmente, se não está no digital, não é reconhecido. Eu diria que se não está no TikTok, perde uma grande oportunidade de fazer o negócio bombar”, diz a jovem empreendedora, que é formada em Estatística pela Universidade Federal de São Carlos e lidera um time com 130 pessoas.

Criado pela chinesa ByteDance, o TikTok permite o compartilhamento de vídeos de curta duração – entre 15 e 30 segundos –, que podem ser editados com músicas, efeitos especiais, filtros e outros recursos exclusivos. Parece ser a receita perfeita para quem está buscando uma forma de distrair a mente e ocupar o tempo. “É realmente viciante. Quando a gente usa, assiste aos vídeos, vai dando risada, e quando vê já passou duas horas da sua vida dentro do aplicativo”, destaca a especialista em mídia paga.

Entre as vantagens de estar no app chinês, os vídeos são melhor distribuídos para os usuários, se comparado a outras redes sociais, pois não depende tanto do engajamento. “É uma plataforma bem democrática. O seu algoritmo funciona diferente do Instagram, por exemplo. O TikTok mostra aquilo que você assiste. Se assisto a vídeos de gatinhos, o app vai me entregar vídeos similares. Já o Instagram, mostra os conteúdos mais curtidos e com mais comentários e compartilhamentos”, diz Michelle Massaro, que complementa: “se seu vídeo é legal, bate vários views mesmo sendo novo na plataforma. É bem focado no conteúdo”.

Para Massaro, o TikTok uniu o melhor do humor e do compartilhamento de conteúdo. “Eu adoro o Youtube (Ytb), e consumo alguns vídeos lá. Mas às vezes eu penso: ‘algumas coisas que eu iria aprender em um vídeo de 5/10 minutos do Ytb, no TikTok, com 30 segundos, eu já aprendi’”, avalia.

“O TikTok é uma plataforma bem democrática”, diz Michelle Massaro, diretora da Raccoon
Foto: Vinicius Magalhães/Divulgação

A equipe da Varejo SA conversou com Michelle Massaro e pegou 6 dicas para ajudar os micros e pequenos negócios a usarem o app do momento, criando engajamento e vendas.

Confira as dicas de como usar o TikTok para fazer negócio:

1 – Anúncio pago
É uma boa plataforma para os anunciantes, que podem aproveitar este momento o qual está todo mundo entrando na plataforma social e ficando muito tempo dentro dela.

Desde julho do ano passado, o TikTok também tem a opção de anúncio pago, por meio do qual pode investir dinheiro e fazer vários formatos de anúncios, que podem ser segmentados por idade, interesse etc.

“Tem um modelo de anúncio que impacta todos os usuários que abrem o app naquele dia. Pega 100% daquela população indicada no anúncio. Outra opção é a publicidade que vai ali no feed e tem ainda a que aparece na busca de hashtag. Dá até para fazer uma coisa mais orgânica com a marca. São várias opções para um impacto bem positivo”, diz Michelle.

2 – Sucesso orgânico
Para alcançar seguidores de forma orgânica, invista em:

  • Vídeos rápidos, de 15 a 30 segundos, e chamativos;
  • Conteúdos sobre curiosidade, humor e conhecimento;
  • Dicas sobre questões que tem a ver com o negócio, como abrir e gerir a empresa ou como tirar fotos que valorizem os produtos etc.;
  • Mostrar coisas corriqueiras e que não são de conhecimento geral, explorando a curiosidade da audiência;
  • Já iniciar o vídeo com a mensagem principal, deixando os detalhes para os demais vídeos da sequência;
  • O conteúdo/vídeo tem que ser pensado e produzido exclusivamente para o TikTok. Reutilizar vídeos feitos para outras plataformas não funciona.

“O pequeno negócio pode mostrar quase tudo. Uma loja de roupa pode mostrar desde a forma com seleciona as peças que vai vender até alguém provando as roupas. Pode até apelar para o lado mais engraçado, por exemplo, fazendo uma dancinha com o look. Vale ainda mostrar o processo de embalagem e entrega dos produtos”, ensina a sócia-diretora da Raccoon.

3 – Plano de mídia
No TikTok, é possível explorar todo o funil de vendas – representação das etapas que um potencial cliente passa, desde o primeiro contato com a empresa até o fechamento da venda –, inclusive fazer a conversão. O importante é elaborar um plano de mídia cruzando as estratégias entre plataformas – Facebook, Instagram, Google etc. –, a fim de otimizar os resultados.

4 – Conteúdo de valor
Para conquistar o cliente, não basta fazer a oferta, antes é preciso oferecer conteúdo de valor. “Quando ensina a pessoa a fazer alguma coisa, você entrega um valor para ela. Isso gera empatia no consumidor com relação à marca, construindo uma imagem positiva. Então, quando a pessoa tem um problema que o seu negócio resolve, com certeza, vai lembrar da sua marca muito mais rápido. Faz o consumidor guardar aquela marca em um lugarzinho especial”, explica Massaro.

5 – Seja o rosto da sua marca
Hoje, nas redes sociais, as pessoas não querem ver um modelo/ator, querem o empreendedor ou alguém da equipe com o celular na mão gravando a sua rotina ou a realidade do negócio. “E o empreendedor não poder ficar com medo, achando que o seu conteúdo não agrega valor. O importante é começar para entender a plataforma e o que dá certo lá dentro”, aponta a especialista em marketing digital.

6 – Parceria com tiktokers
O tiktoker/influenciador gera engajamento para a sua marca. Pode ser interessante para o negócio fechar parceria com um influencer, usando o alcance que já tem na plataforma, para atrair acessos e relacionamento para os perfis e canais da marca. Na prática, o influencer chama as pessoas para a sua loja e divulga ofertas, podendo colaborar com a conversão de clientes. No entanto, a estratégia não pode contar apenas com os tiktokers, tem que ser casada com a produção exclusiva de conteúdo do negócio, focando sobretudo no conteúdo próprio.

Compartilhe:
Relacionadas
Tendências e Inovação

A revolução do self-checkout

O Diretor Comercial da Arius Sistemas, Rodnei Machado, explica que as soluções de autoatendimento, como o self-checkout, proporcionam mais autonomia e comodidade aos clientes Compartilhe:
Tendências e Inovação

Como promover a campanha Outubro Rosa nas empresas

Para Thaisa Batista, que é graduada em Administração pela UFPR, campanhas internas de empresas sobre o Outubro Rosa engaja colaboradores e estreita as relações com a comunidade. Compartilhe:
Tendências e Inovação

Inovação, atendimento e sustentabilidade faz empresa crescer na pandemia

O sócio-diretor da Boulle revela que entre os fatores essenciais para o resultado estão boa vontade, boas ideias e a sede de conhecimento sobre o mercado. Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.