14 jul, 2024
0 ° C

Campanha da Federação Varejista do RS estimula a compra e a preferência pelos produtos gaúchos contra a crise das cheias

A proposta é mobilizar o país para a manutenção da produção e do comércio no Rio Grande do Sul após a catástrofe climática

Shutterstock
Campanha da Federação Varejista do RS estimula a compra e a preferência pelos produtos gaúchos contra a crise das cheias

A Federação Varejista do RS, em conjunto com as cadeias associativas das câmaras de dirigentes lojistas (CDL), lança uma forte campanha de incentivo para que o consumidor, gaúcho e do restante do país, escolha marcas gaúchas no momento de comprar. Com frases como “Apoie as marcas gaúchas”, “Compre do gaúcho” ou “Escolha marcas gaúchas”, a proposta é mobilizar o país para a manutenção da produção e do comércio no Rio Grande do Sul após a catástrofe climática vivenciada no mês de maio. A iniciativa iniciou com ênfase nas redes sociais.

A partir deste movimento, a intenção da Federação é garantir empregos e renda no Estado. Recente levantamento da Fiergs apontou que nove entre dez empresas gaúchas foram, de alguma maneira, afetadas pelas cheias. No caso do comércio varejista, dados do governo estadual apontam que, no último ano, o setor que representa 13% do PIB gaúcho, movimentou mais de R$ 200 bilhões no Rio Grande do Sul. Somente em março, o setor contratou quase 40 mil pessoas no Estado, e com a calamidade, que foi decretada em 46 municípios, onde está concentrado mais de 40% do PIB do Rio Grande do Sul, esta importante fonte de renda está arriscada.

Esta é mais uma frente de ação da Federação Varejista durante a crise provocada pelas cheias. Há outras duas campanhas apoiadas pela entidade para garantir donativos às comunidades atingidas. O “Reergue RS” já arrecadou e distribuiu mais de 6,5 mil cobertores e peças íntimas aos mais de 650 abrigados. A mobilização, que conta com ação direta das CDLs gaúchas, recebe também donativos pelo PIX (doacao@federacaovarejista.com.br).

Há, também, o “Movimento pelo RS”, que conta com o apoio e arrecadações em provas do automobilismo brasileiro, especialmente a Stock Car. Para que se tenha uma ideia, na corrida, em Cascavel, no Paraná foram garantidas duas carretas em donativos para os gaúchos. A intenção desta campanha é garantir a movimentação de estabelecimentos comerciais locais, por meio do fornecimento de materiais, que assegurem a manutenção de empregos e renda nas cidades atingidas. O Movimento pelo RS também recebe donativos via PIX (doe@movimentopelors.com.br). A meta é garantir um fundo de R$ 2 milhões para apoio ao setor do comércio.