Brasília 40°

Dez comissões permanentes da Câmara elegeram seus presidentes

Foto: Gustavo Sales/Câmara dos Deputados

Dez comissões permanentes da Câmara dos Deputados elegeram seus presidentes na manhã desta quarta-feira (10). Elas voltarão a funcionar na semana que vem, em regime semipresencial, depois de um ano paradas em razão da pandemia de Covid-19. As outras 15 comissões elegerão seus presidentes nesta quinta-feira (11). As deputadas Flávia Arruda (PL-DF) e Bia Kicis (PSL-DF) são as primeiras mulheres eleitas para presidir as comissões Mista de Orçamento (CMO) e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), respectivamente.  

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) parabenizou, na tarde desta quarta-feira, as deputadas e os deputados eleitos para a presidência e vice-presidência das comissões de Constituição, Justiça e de Cidadania; de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços (CDEICS); e de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CTCI).  

“A CNDL, junto a União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços (UNECS) e a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Setor de Comércio, Serviços e Empreendedorismo, se disponibiliza aos membros das comissões para a construção de uma pauta positiva pelo fortalecimento do setor de comércio e serviços, e principalmente pela retomada do crescimento econômico e social do país”, destacou o presidente da UNECS e da CNDL, José César da Costa. 

Com informações Agência Câmara de Notícias .

Compartilhe:
Relacionadas
Brasília 40°

Audiência do Ministério da Justiça debate Lei do Superendividamento

Pouco mais de três meses após as novas regras de prevenção ao superendividamento e de promoção da conciliação entre devedores e credores começarem a valer, os diversos agentes do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor seguem discutindo a regulamentação da lei. Compartilhe:
Brasília 40°

Comissão aprova limite a pagamento de precatórios e mudanças no teto de gastos

Texto aprovado também permite contornar a regra de ouro por meio da lei orçamentária. Compartilhe:
Brasília 40°

Senado aprova auxílio gás para famílias carentes

O projeto de lei (PL) prevê que cada família receba bimestralmente o equivalente a 40% do preço do botijão de gás. O projeto retorna à Câmara. Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.